Comentários
Rafa Rodrigo Rafa Rodrigo Author
Title: [REVIEW] NASHVILLE - S3E16/E17: I CAN'T KEEP AWAY FROM A GOOD DAY FOR LEAVIN
Author: Rafa Rodrigo
Rating 5 of 5 Des:
Novelão bom é assim, tem drama, tem momento fofo e momento awkward e Nash trás para seus fãs isso e muito mais nestes dois episódios, d...

Novelão bom é assim, tem drama, tem momento fofo e momento awkward e Nash trás para seus fãs isso e muito mais nestes dois episódios, desde o retorno. Como reviewer também é gente e na vida não há hiatus, vamos agora a crítica de I Can’t Keep Away from You e This Just Ain’t a Good Day for Leavin.

Nestes dois últimos episódios tivemos a possibilidade de ver a reação da família James à notícia do terrível câncer de Deacon e, com isso, a oportunidade de acompanhar o quanto o ser humano é complicado; tudo bem, assim como você, caro leitor, estou de saco cheio dos pitis de Maddie, mas desta vez notamos que ela teve uma reação muito próxima a (proximidade física ou a reação é bem próxima a da mãe de maddie?) da mãe, em que por um curto momento transpareceu aquela raiva intensa com a qual não se sabe o que fazer ou o que perguntar. Quem lida ou já lidou com uma notícia assim entende este tipo de reação.


Mais uma vez o que reconhecemos como uma constante na temporada, sem a presença constante de Juliett, é que Rayna tem tomado todas as rédeas e os holofotes possíveis, estando próximo de tudo e de todos e envolvendo-se basicamente em quase todos os plots interessantes. Agora com a H65 em evidencia ela tem que ser a babá de Sadie e de Juliett e a mãe e a namorada atenciosa, tudo em um único bloco. É a vida não está fácil para a produtora do nosso novelão, na verdade está sim, já que é possível participar de outra série como ficamos sabendo recentemente.

Quem pelo jeito não consegue trabalhar em duas séries ao mesmo tempo é a querida Sadia, com tudo o que ouvimos sobre a ida da atriz para o piloto de Supergirl, nada se sabia que rumo a personagem tomaria. Claro que eu pensei em acidente, morte, ou algo trágico assim, até porque a série adora algo trágico para usar como gancho de final de temporada. Encerrando este plot, tiro como saldo que: Pela primeira vez na série algo foi muito mal aproveitado, tudo aconteceu de forma muito rápida. bom, é óbvio que não esperava que demorasse a nível de novelas das 21h, mas poderia ser melhor trabalhada a relação de Sadie com o marido de antes dos abusos até o momento que a moça fugiu para se ver livre das garras deste monstro.


Algo que está me animando bastante tem sido The 3 Exes, ter esses três cantando novamente é muito bom, já o que não é bom é o fato de o Gunnar não saber o que quer da vida e atrapalhar à Scar com o Doc Magia. Espero que assim como na primeira temporada isso não dê em nada... Assim a banda pode continuar com este nome e bombando em toda Nashville.

Will apareceu brevemente em um dos episódios e no outro nem deu as caras, mas gostei do posicionamento do Kevin ao mostrar que não é obrigado a trabalhar com a gentalha, mas ao perceber a besteira que tinha feito o nosso narniano foi atrás para se justificar e finalmente falar de si. Será que teremos um novo par romântico?

Juju além de trazer o tom cômico aos episódios nos mostrou como pode transitar entre a sanidade e a loucura da primeira temporada sendo a bitch temperamental que amamos, afinal quem não riu com: "E ela escolheu dar um tiro no ex marido justo no dia do meu chá!?". E enfim nasceu o baby com direito a musiquinha do papai e da mamãe para encerrar o episódio e deixar para falar o nome do baby só no próximo (que feio hein!?).

Outros pontos interessantes:
Layla buscando seu lugar ao sol em vez de buscar no jardim de infância, gostei de ver!
Teddy tentando evitar o inevitável. Isso ainda vai estourar e será feio!

E ai gostou dos últimos episódios? no próximo já temos o início da participação da talentosíssima Xtina! Olha aí o PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:


Reações:

Sobre o Autor

 
Top