Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS: NEW ORLEANS - S01E22: HOW MUCH PAIN CAN YOU TAKE
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “Question is: how much pain can you? Hear me. I will never stop until I end you.” – Dwayne Cassius Pride Não consegui aguentar esper...
 “Question is: how much pain can you? Hear me. I will never stop until I end you.” – Dwayne Cassius Pride

Não consegui aguentar esperar para assistir ao episódio. Por isso, quarta de manhã já estava ficando doida para que a season finale chegasse. Porque no universo de NCIS, a frase “se algo está ruim, pode ficar pior” faz mais sentido. Só estou com um pouco de medo da season finale ser como a de Scorpion e Madam Secretary foram: um bom desenvolvimento e um final um pouco morno. Mas, vamos ao episódio.

Como vimos no final do episódio passado, Baitfish voltou, “mandando um recado” para King através de Savannah. Apesar de ter algo em mim dizendo que ela iria morrer, ainda preferia acreditar que os escritores não iam fazer algo tão ruim assim, principalmente porque Lasalle já anda sofrendo mais que tudo recentemente. Mas, sem dó nem piedade, Savannah se foi, deixando um enorme desejo de vingança em Chris. Aí você pensa: seu irmão foi acusado de assassinato, sua namorada morre na sua casa, tem alguma coisa que pode deixar isso pior? É claro que sim. Ter sua casa lotada de balas. Balas essas que, de acordo com a Marinha, deveriam ser destruídas.


Enquanto isso, Sonja voltou, dizendo que Baitfish estava atrás da equipe e disse para King que ele poderia encontrá-la em seu celular. Depois de um tempo de tranquilidade, Baitfish aparece, dizendo que precisaria roubar um caminhão, o que foi um pouco engraçado, já que estava cheio de móveis. Só quando a equipe colocou a mão no automóvel é que o verdadeiro tesouro foi descoberto, além de que o motorista tinha ligações com Sasha.

Ou seja, depois de todo o romance entre Paul e Sasha, ele decide que é hora de roubar da ex e de entregá-la. Para isso, se rende à equipe. Só que o problema começa quando ele quer um acordo: tudo o que sabe sobre a Sasha e o sindicato, enquanto ele paga, no máximo, 5 anos de prisão. Com a ajuda, ainda que não muito necessária, do vereador Hamilton, King teve um pequeno período de tempo para provar o que Sasha estava fazendo, para que Paul ainda ficasse muito tempo na cadeia. Algumas coisas foram descobertas, o suficiente para que ela fosse presa. Porém ela não quis confessar nada, o que deu passe livre para Baitfish e seus cinco anos de pena.

O que me deixou nervosa foi Chris mandando Jenks pegar a arma. Eu fiquei pensando se ele realmente faria aquilo. Se ele ia deixar toda a conversa de Messier ir pelo ralo abaixo. Porque não iria adiantar nada. Savannah não ia voltar. Ele não ia pagar pelo que fez. A dor não iria passar. Tudo só ia piorar. Tomemos Don Flack como exemplo. Matou o assassino da Angell e o que adiantou? Ele ficou distante, começou a beber, arrumou briga fácil e levou um sermão do Mac. Continuou mal por ela. 


Fiquei com bastante medo da Sonja morrer. Sério, não ia ter a menor necessidade, mas pensei que, como a situação já estava ruim, nem iríamos ter uma segunda chance para ela. Porém, ainda bem que ela está bem e trabalhando com Brody. Realmente espero que, assim como Borin, as participações dela sejam recorrentes. Só queria um pouquinho mais de Loretta e Sebastian, como sempre. Ainda mais quando os dois estão juntos, aí é só amor.

Apesar de querer que a season finale chegue logo, não queria que a série entrasse em hiatus. Afinal, ela é uma das mais gostosinhas de se assistir. Além, é claro, de que o último episódio vai ser “grande” de acordo com Zoe McLellan. É esperar para ver.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO  

Reações:

Sobre o Autor

 
Top