Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S12E24: NEVERLAND [SEASON FINALE]
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “What about yourself? Who’s gonna save you?” – Mike Franks Durante esse tempo em que não pude escrever a review, fiquei tentando jun...
 “What about yourself? Who’s gonna save you?” – Mike Franks

Durante esse tempo em que não pude escrever a review, fiquei tentando juntar algumas palavras para descrever o episódio. Não consegui. Ficava repassando cada cena, cada acontecimento na minha cabeça, mas nada. Gostei muito do episódio, o final foi desesperador e o começo bem chamativo. Mas alguns finais de temporada já me deixaram com mais raiva e desespero. Vou falar disso depois.

A terceira parte do arco do grupo “The Calling” levou parte da equipe ao Iraque para capturar o “cabeça” do grupo e para que Luke, o garoto do qual Gibbs estava tomando conta, fosse encontrado. Porém, para que isso ocorresse, a mãe de Dorney, Joanna Teague, se uniu à equipe, realizando o interrogatório de Elan Ghorbani, outro garoto parte do The Calling.

Novamente, a internet tem se tornado uma ferramenta cada vez mais perigosa. No caso desse episódio, havia uma mensagem em código Morse escondida em uma batida de música eletrônica, além de um segredo no fim de um jogo, descoberto devido às habilidades do Elf Lord.


O que me deixou interessada foi o final. Com Daniel falando com DiNozzo no celular, Luke teve a oportunidade perfeita de atirar em Gibbs. E assim o fez. Mas o que mais me chamou a atenção foi o fato de que a regra 44 estava ali e foi tão bem cumprida que resultou nesse choque. Acredito que esse assunto de acreditar e salvar sempre mulheres e crianças primeiro vai ser mais explorado no início da próxima temporada. 

Antes de fazer um balanço geral da temporada, devo admitir que fiquei desapontada por não ter Fornell nessa season finale. Mas Mike Franks fez um excelente trabalho, me fazendo ficar com mais raiva ainda de ele estar morto. É muito bom ver que ele é tipo a consciência do Gibbs, tentando trazer ele de volta à realidade quando ele não consegue enxergar o óbvio.

Queria que fosse mostrado um pouco de como McGee estava se sentindo em relação à Ned. Afinal, não deve ter sido fácil acompanhar o corpo do amigo durante todo o trajeto entre Cairo e Washington, sabendo que ele deveria estar lá com Dorney. Um dos personagens me fez chorar com suas palavras de conforto à Oficial Teague. Achei que ia conseguir segurar as lágrimas, mas Jimmy Palmer não deixou. E o que dizer de Abby abraçando a girafa de pelúcia enquanto Gibbs via o vídeo do assassinato dos pais de Luke? Só amor por essa série.


Muitas mudanças ocorreram nos últimos dois anos de NCIS e essa temporada conseguiu se firmar como uma ótima temporada. Tivemos um Gibbs focado em pegar Sergei, Tony finalmente seguindo em frente em relação à Ziva, McGee perdendo o pai e reafirmando seu amor por Delilah, Bishop enfrentando um grande problema com a ajuda de seu adorable Jake, um novo namorado para Abby, um grande susto para Vance, uma nova alegria na vida de Jimmy e de Ducky, um Fornell devastado e duas mortes inesperadas. Alguns episódios (Check, por exemplo) podem ser comparados com o eletrizante início da sétima temporada, Truth or Consequences, na alta qualidade e na excelente atuação.  O que ainda me deixa triste é o pouco espaço que personagens como Abby, Ducky, Jimmy e Vance têm na série. Senti muito a falta de um episódio centrado nos personagens. Apesar disso, posso admitir que Jimmy vem se tornando um de meus personagens favoritos.

Acredito que a próxima temporada será a Lucky 13. E realmente espero que mais episódios chocantes e finais de temporada desesperadores aconteçam por muitos e muitos anos. Até a próxima temporada!

“Come on, Gunny. Kids have been fighting wars for centuries. World wars, religious wars. We send in the young to fix our ego-driven mistakes. People count on you. Always have. For every one you've lost, how many have you saved?”
Reações:

Sobre o Autor

 
Top