Comentários
W.H. Pimentel W.H. Pimentel Author
Title: [REVIEW] SENSE8 - S01E02 - I AM ALSO A WE
Author: W.H. Pimentel
Rating 5 of 5 Des:
Tô adorando! Netflix dessa vez conseguiu criar uma série que me manteve apegado à ela instantaneamente de um episódio para o outro. S...
Tô adorando!

Netflix dessa vez conseguiu criar uma série que me manteve apegado à ela instantaneamente de um episódio para o outro. Se o piloto me deixou curioso e entretido, o segundo episódio com certeza soube me deixar ainda mais ansioso pelo próximo. 

Comentei na review passada que não tinham dado tanto espaço para Nomi, Kala e Lito e esse episódio resolveu isso num piscar de olhos. Adorei ver tudo sobre todos e agora só estou ansioso mesmo pela história do Capheus e da Sun que ainda não temos muito conhecimento sobre. Riley e Will continuam sendo meus dois favoritos e pelo que deu a entender, a conexão entre eles é mais forte que a dos outros - será que são parentes? Nunca se sabe né.


Começando por Kala, ADORO toda a cultura indiana e ver muito mais sobre ela foi algo que agradeço muito. Ela é muito fofa e parece que Deus ouviu a sua prece e finalmente ela está casando por amor e não por arranjo. O pretendente dela é uma figura e meu ship já ficou dividido com a conexão dela com Wolfgang. Não pensei que teria ship nessa série, mas o que não está faltando aqui é ship e a variedade é sem igual. A dança indiana deles e toda a festividade, até mesmo o momento dela e seu pretendente na varanda foram magníficas e merecem ser mais reconhecidas. Kala, vem em mim sua musa do tchan!


Lito já introduziu o plot mais comédia da série inteira e Daniela parece que será o alívio dos momentos de tensão dos outros personagens. Ela é muito safada, decidida e pelo que vimos, sabe armar um escândalo quando preciso, quem sabe eles não usam ela como distração em algum momento. Hernando também é a melhor pessoa do mundo e já está trazendo quotes incríveis como "Oh, isso aqui é todo meu!", "Queria ser aquele que se apoia nos seus braços" e, o melhor de todos, sem dúvida nenhuma, "O problema, querida, é que você não tem um pau.". ALGUÉM DÁ EMMY PRO MIGUEL QUE TÁ MERECENDO SIM!


Quem se destacou mais no episódio acabou sendo a Nomi. Suspeitei que ela viesse de uma família tradicional desde o início e agora o Boticário passou pela série toda e tá todo mundo bem educado. A mãe dela é a pior pessoa do Universo e aparentemente, o médico também quer esse título para ele. Adorei a Martha Jones (Netty/Nettz) mostrando que o amor vence qualquer barreira e mostrando que mesmo sendo do elenco recorrente, ela não está nem aí para o que os outros estão pensando e faz questão de mitar em suas aparições. 

E então, o plot da interligação. Jonas foi atrás não só de Will como de Nomi também e todos os dois já estão bastante entendidos nos seus deveres. Estou bastante ansioso para ver Will se encontrando com Nomi e salvando-a do hospital, talvez até criar uma aliança ou coisa parecida, mas me preocupo no que isso pode causar em Riley, que tem conexão com os dois. Sei lá, a série me confunde, mas é uma confusão do bem que nos permite criar teorias e não uma confusão louca como o final de Lost. 


SEGUREM AS ESTRUTURAS PARA O PRÓXIMO EPISÓDIO! 

PS: Serão duas reviews por dia para não lotar o blog..
Reações:

Sobre o Autor

 
Top