Comentários
W.H. Pimentel W.H. Pimentel Author
Title: [REVIEW] SENSE8 - S01E05 - ART IS LIKE RELIGION
Author: W.H. Pimentel
Rating 5 of 5 Des:
AS REFERÊNCIAS! Meu ar. Quando eu penso que Sense8 não pode mais me alegrar, ela vai lá e BAM, me põe um sorriso na cara com uma outra ...
AS REFERÊNCIAS! Meu ar.

Quando eu penso que Sense8 não pode mais me alegrar, ela vai lá e BAM, me põe um sorriso na cara com uma outra maravilha de episódio. Essa série facilmente entrará no meu TOP 10 do banco de séries e sua posição é bastante merecida.


Não estou gostando muito do plot envolvendo o Capheus. Toda essa história de máfia e gente do bem trabalhando para gente que não presta já está mais do que batido e não vejo a história indo para lugar nenhum a menos que a mãe de Capheus ou o seu amigo acabem morrendo no fogo cruzado. Por mais que eu deteste essa história que o envolve, adoro-o como personagem e sempre fico feliz em ver a interação dele com os outros sensate. Tanto a conversa dele com a Sun quanto a visita dele à Riley e vice-versa foram muito fofas e já dá a entender que eles sabem mais ou menos como as visitas funcionam, mesmo que não entendam COMO elas funcionam.


A investigação de Will sobre Nomi continuou e ele logo conseguiu contatar à família da nossa personagem sofrida. Adorei que Will e Nomi trocaram de lugar e puderam presenciar o ponto de vista do outro, mesmo que nenhum tivesse consciência de que o estava fazendo, e me dói ver que Nomi realmente cogita estar doente. Todos os personagens estão com o mesmo desenvolvimento que ela, porém somente ela acha que vai morrer, que não está bem, etc. Isso acaba dando aperto no coração, mas não por Nomi, e sim por Neets, que está por fora de tudo o que está acontecendo e não quer ver a sua amada morrendo diante de seus olhos. Para piorar ainda mais a situação, todo o apartamento delas foi revirado e roubaram seus bens pessoais, forçando-as a ficar foragidas por mais um tempo até encontrar alguém que elas realmente confiem. Espero que agora elas tenham paz.


Lito estava magnífico nesse episódio. Ele teve que gravar uma cena de um filme e incorporou Will de uma maneira espetacular. A sequência dele com os elementos de Matrix me deixou surtando aqui em casa e tive vontade de rever o filme - mas não revi, pois o próximo episódio era o famoso 6 - e cara, quero muito mais referências do Lito. NECESSITO. Fora que ele em TPM achando que Sun era uma alucinação e o chororô no carro mataram qualquer um de dar risada, certeza.


Por fim, chegou o dia do casamento de Kala e tivemos muitas cenas cômicas entre ela e Wolfgang no episódio inteiro. Primeiro de tudo, os dois conversando sozinhos me fez rir pra caramba, e como se não fosse suficiente, ainda tivemos o casamento maluco dessa guria fofa. ADOREI o Rajan entrando de moto no casamento com direito à fogos de artifício e Kala toda produzida na roupa pesada. A cultura indiana me traz uma paz interior que eu não sei explicar muito bem, mas enfim, depois de tomarem os seis passos sagrados do casamento, eis que todos nós ficamos em choque com a aparição frontal do Wolfgang - e eu sei que alguns de vocês pausaram a tela viu, nem tentem disfarçar - e aí o OTP passou a ser chamado de OTPINTO. Quero esses dois juntos pra ontem, por favor. O coração shipper não aguenta mais sofrer com desilusões.

Reações:

Sobre o Autor

 
Top