Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [C.NERD] RESENHA - SOMBRA DO PARAÍSO
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Livro cedido de parceria pela Editora Aleph No ano de 2016, cientistas descobrem um astro de natureza desconhecida se aproximando da...
Livro cedido de parceria pela Editora Aleph

No ano de 2016, cientistas descobrem um astro de natureza desconhecida se aproximando da Terra. Batizado de Keanu, ele logo se torna o destino de uma corrida espacial em pleno século 21. A NASA e a coalizão Rússia-Índia-Brasil passam a concorrer entre si, em uma missão de descobrimento científico temperada com intrigas políticas. Em meio a conflitos pessoais e familiares, o comandante norte-americano Zack Stewart e sua tripulação enfrentam uma perturbação na já complicada rotina no espaço. Keanu é muito mais do que aparenta, e logo os cosmonautas da Destiny-7 e da Brahma veem sua importante missão se transformar em uma aventura perigosa, sem precedentes na história da humanidade. 


Para um bom amante de ficção científica, é fácil se deliciar em um livro que te proporciona uma boa dose de ciência e soma sua vontade de querer virar astronauta. Será que ainda dá tempo? 

Um livro com enredo futurista, se passando em 2019, nos traz duas missões espaciais, uma da NASA e uma da coalizão Rússia-Índia-Brasil, em corrida espacial (lembrando, sim, muito o contexto da guerra fria) para chegar primeiro a Keanu (antes que você se pergunte, sim, é uma referência ao ator Keanu Reeves), um NEO (Near-Earth Object ou objeto próximo à Terra) descoberto em 2016.

A narrativa é feita em terceira pessoa, acompanhando vários pontos de vista e intercalando entre os astronautas em Keanu e as bases das duas bases missões. Porém, a história é focada em Zack Stewart, chefe da missão da NASA e seus companheiros de missão, bem como sua filha, Rachel, aqui na Terra. O ponto chave para o desenvolvimento do livro se dá quando coisas estanhas começam a ocorrer em Keanu e eles descobrem que aquilo pode ser muito mais que um simples NEO. 

Não consegui me adaptar muito a figura de Zack na história, aliás, eu não consegui me atrelar a nenhum personagem presente no livro. Talvez essa seja uma das poucas falhas da narrativa. A superficialidade com que a maioria dos personagens é retratada. A narrativa é bastante factual e mesmo nos momentos de diálogos profundos e emotivos, não há uma profundidade presente a ponto de fazer você se ligar se forma significativa a nenhum personagem. Simpatizei com a maioria deles, todos tinham personalidades distintas, eram movidos por motivos distintos e tomavam atitudes distintas,  fossem elas mais egoístas ou mais altruísmo. 

Em um contexto marcado pela Era Espacial, relembrando a Guerra Fria e nos trazendo elementos de ficção científica de forma bastante simples (embora quem tenha conhecimento de causa consiga pescar algumas sátiras e menções que, quem não possuí, não fará ideia que estão presentes no livro), a narrativa consegue de dar de maneira bastante fluida e simplificada. Mesmo leigos no tema sci-fi conseguem se deliciar com uma história extremamente bem contada e articulada, que te prende acima de tudo. Você quer saber o que vai acontecer. E não para até descobrir. 



Não é novidade alguma meu amor incondicional por ficção científica, e se eu demorei para ler este livro não foi pela ausência de qualidade e, sim, de tempo. 

Sombra do Paraíso é o primeiro volume de uma trilogia que eu estou mais do que doida para continuar. Mas já adianto, é uma resenha complicada de se fazer porque cada detalhe é chave, aos mesmo tempo que é um spoiler. Este livro me deixou num mix de cativação pela excelente narrativa e história bem formulada, com personagens fracos que não conseguiram chegar em mim. 

Sempre acho estranho ler livros nos quais eu não me adapto aos personagens. Livros nos quais eu não consigo me conectar com, pelo um, personagem da primeira a última página. Isso aconteceu em Sombra do Paraíso, onde me mantive como telespectadora de tudo que acontecia em Keanu. Tentando absorver a enxurrada de informações e novidades que a narrativa me trazia de forma maravilhosamente bem elaborada. 

As referências aparecem aos montes para quem pode nota-las. De Matix a Firefly, raças alienígenas e, para quem gosta de algo mais pesado e não tão comum, os Revenants. A mesclagem fantástica de ciência e religião ligadas pela figura do “Templo” e as discussões filosóficas que permeiam a obra em quase sua totalidade. A discussão gerada sobre o que é Keanu. O que ele abriga. Que mistérios ele guarda. Sombra do paraíso traz, mais do que um mergulho em outro planeta, um mergulho interno.  O que se passa na cabeça dos astronautas conforme as descobertas vão sendo feitas? Não apenas uma vez, me peguei pensando “o que eu faria se fosse comigo?”, sem chegar a conclusão alguma. Debates são criados. Em um mundo futurista altamente conectado, os relatos de sites, notícias de jornais, opinião de pessoas sobre o que está havendo nessa missão, permeiam as páginas do livro. 

Existe um motivo para a aproximação do NEO com a Terra, existe um motivo para tudo. Keanu é muito mais que um objeto circundando a Terra perdido no espaço. Ele não está apenas de passagem. São trabalhados conceitos filosóficos como a vida após a morte, uso de tecnologias, raças superiores, tudo que faz você se questionar sobre muitas coisas. 

A Editora Aleph não deixou nada a desejar no que diz respeito a diagramação do livro. O design gráfico da capa ficou excelente, as páginas levemente amareladas, uma edição extremamente bem construída. No que diz respeito ao livro? O final não é nem de longe o que eu esperava. Precisei e certo tempo para absorver o que estava lendo. Para realmente acreditar que havia chegado ao final do livro. Resultado? Eu necessito do segundo volume, Para saber. Para conhecer mais de Keanu e suas intenções. Para saber o que nos aguarda, recrutas. 

AUTOR: David S. Goyer e Michael Cassutt
NÚMERO DE PÁGINAS: 456
EDITORA: Aleph
LANÇAMENTO: 2015
ONDE COMPRAR: Clique aqui.


Reações:

Sobre o Autor

 
Top