Comentários
Rhayller Peixoto Rhayller Peixoto Author
Title: [REVIEW] THE FOSTERS – S03E04 – MORE THAN WORDS
Author: Rhayller Peixoto
Rating 5 of 5 Des:
Acredito que a maior surpresa desse episódio tenha sido na abordagem das principais histórias da temporada. Todas ficaram de segundo ...


Acredito que a maior surpresa desse episódio tenha sido na abordagem das principais histórias da temporada. Todas ficaram de segundo plano e algumas nem foram citadas, no caso da traição de Lena. Ainda que não tenha sido mostrado o que queremos, todo o enredo familiar envolvendo Nate foi bastante aproveitado e chegou ao máximo, com direito até a confronto cara a cara. Sempre soubemos que a esposa de Stef tinha seus problemas com seu irmão mais velho, que não conseguia aceitar a separação de seus pais seguida de um segundo casamento. Achei interessante  que tudo indicava que agora, com uma namorada negra, Nate teria finalmente se arrependido do que disse no passado e aquilo serviria como um modo de dizer para a família de que seus conceitos haviam mudado. Não para Lena. A cena em que Stef enfrenta e sogra para defender o ponto de vista da esposa e depois as três vão para a sala colocar em pratos limpos as ofensas raciais do cunhado foi muito boa. Depois de tudo, ainda foi possível sentir um ressentimento da parte dele em relação à preferência de seu pai pelas duas.


A história de Mariana e Matt poderia ter sido o ponto alto do episódio se a menina não enrolasse tanto para contar a verdade. Com o prolongamento da turnê essa história só vai se arrastar por mais tempo. Espero que, de alguma forma, o rapaz não vá à turnê e ela se sinta na obrigação de contar a ele. Está bem óbvio que o namoro deles não terminará de uma forma tão simples. O problema é que apesar de querer que ela conte a verdade, tenho quase certeza de que ele vai sumir mais um pouco e só no fim da turnê saberá da traição. Uma pena.



Se na semana passada, o cliffhanger mostrava um suposto desentendimento entre Brandon e A,J, isso foi descartado no momento em que Callie entra no quarto para acalmar os ânimos. Esse era um ponto que deveria ser explorado nesse episódio. Notem que toda a história de Brandon se tornou bem chata a partir do momento em que Mike e seu novo irmão foram deixados de lado e o foco voltou a ser sua tentativa de se dar bem na nova escola. O que, ainda que pouco, serviu para dar um up, foi a expulsão dele da escola mas as coisas não ficarão assim por muito tempo. Ainda é muito cedo para especular isso, mas acredito que ele não só irá voltar para Idlewild, e ainda ser obrigado a trabalhar com Kat novamente. É esperar pra ver.




Cole é a prova de que um personagem pode mudar em meu conceito. O problemático jovem em transição, da Girls United, se tornou um rapaz super interessante e legal de se acompanhar. Seus sentimentos por Callie também ajudaram na construção dessa nova imagem - adoro personagem sofrido. E que bom que a recusa do beijo não foi motivo para que essa amizade acabasse. Pelo contrário, depois disso ainda tivemos uma boa conversa que fez com que Jude mudasse seu conceito sobre os rótulos o fazendo se colocar no lugar de Connor. Confesso que fiquei com medo de separarem o casal ali, ainda mais com tudo o que a recusa de Jude se autoafirmar gay significava num lugar como aquele. No fim, a declaração ao namorado mostrou que Jude, apesar dos problemas com rótulos, está aprendendo a lidar melhor com isso.


ps1: O jantar da família no fim do episódio foi lindo. Adoro cenas assim.

ps2: Ainda no jantar quando A.J diz que sentiu ciúmes de Callie:  estão indo pelo caminho errado, não façam isso. Por favor.

É isso, pessoal. Abaixo o promo do próximo episódio



   
Reações:

Sobre o Autor

 
Top