Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] PRETTY LITTLE LIARS - S06E10: GAME OVER, CHARLES [SUMMER FINALE]
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Bom, finalmente pudemos descobrir quem é A. Resolveu alguma coisa? Não exatamente. Já estávamos sabendo de muitas outras se pensarmo...


Bom, finalmente pudemos descobrir quem é A. Resolveu alguma coisa? Não exatamente. Já estávamos sabendo de muitas outras se pensarmos bem? Sim. Afinal, teve alguma surpresa? Pelo menos isso sim.

Quem imaginaria que Pretty Little Liars tiraria essa da cartola não? Pois é galera, Charles na verdade é ela. Como todos viram, provavelmente até mesmo quem já tinha abandonado a série, nossa psicótica A é CeCe Drake ou Charlotte, antes conhecida como Charles. Acontece que este sempre foi uma mulher em seu interior, e quando manifestou sua real identidade parece que não foi aceita pelo pai, que aproveitou do fato de ela ter jogado Alison bebê na banheira e quase ter afogado o pequeno ser para mandá-la para Radley. Ufa.

Enfim, o que isso nos mostrou? Simplesmente que CeCe foi incompreendida, mas que também tem um sério distúrbio e tara por bonecas vivas, ou seja, torturou as liars até umas horas, mas pelo jeito não deve ter matado ninguém de fato. Mas também tenha sido só falta de oportunidade, porque quem tá afim de explodir um prédio com todo mundo dentro, inclusive quem nada tem a ver com nada, tem um sério confronto pessoal precisando ser resolvido.


Aliás, parece que quem é assassina aqui é Mona, que, na verdade, pretendia matar Alison e acabou matando Bethany. Isso, creio, foi o maior choque desse episódio, sinceramente. Digo, achei a história de CeCe/Charles inesperada, mas como já disse bastante aqui, em algum momento lá atrás, nós desconfiamos de CeCe e fomos dispersos por falsas pistas, como sempre.

Só uma coisa que não entendi: como a garota consegue tanta tecnologia de ponta desse jeito? Alguém pode me explicar isso? Não sei se perdi alguma referência ali ou o que...

O ponto é que houve muito que não foi explicado. Tudo bem, sabemos de Mona, que foi manipulada, e pelo jeito Bethany também nunca foi santa, já que atirou a mãe de Toby do telhado de Radley. Também já sabíamos que Jessica tinha escondido quem era A, que até cogitei o fato de ser Jason, pois tinha que ser alguém tão próximo quanto um filho para ser protegido desse jeito. Mas e a morte de Jessica, Garret e outros? Sem contar que ainda tem mais detalhes nessa história que está mal contada.

Além de tudo, como se não bastasse, achei um absurdo aquela Sara ser a ajudante de A. Tudo bem que foi tudo explicado, tudo fez sentido teoricamente, inclusive a Sara ser a ajudante, mas e as motivações dessas pessoas? Digo, as reais motivações? Sem contar que, a hora que a menina disse que não iria entrar com as outras já deu para sacar na hora o que ia acontecer né? Que previsível...


Não posso dizer que adorei o episódio já que nos foram entregues as respostas, como o prometido, mas são respostas que só nos trazem mais perguntas, como sempre. Assim, sabemos que ainda tem alguém em toda essa história, já que muitas mortes não foram explicadas e vimos no final do episódio aquela cena, que mostrou Alison com outro nome, cinco anos depois. Não faço a menor noção do que pode acontecer a partir daqui, mas o fato é que essa A nos foi repartida em dois e entregue aos bocados, como já era de se esperar. Contudo, também não odiei o episódio, creio que teve algumas explicações interessantes para algumas coisas, e, afinal, temos que reconhecer que a série consegue levar a definição de suspense a sério mesmo, é um verdadeiro talento, de se aplaudir de pé.

Confira a promo do retorno da série:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top