Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [REVIEW] ARROW - S04E03: RESTORATION
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
"Oliver, houve um tempo em que eu levaria um tipo por você. Eu não sei se faria isso agora." Como reconquistar a confiança em...
"Oliver, houve um tempo em que eu levaria um tipo por você. Eu não sei se faria isso agora."

Como reconquistar a confiança em uma pessoa? Mais do que isso, quais as consequências de agir conforme o que você acha que é certo, sem confiar em mais ninguém nessa empreitada? Essas sãos as questões trabalhadas nesse episódio. De início tivemos três linhas de história (mais a do flashback), mas em determinado momento a história de Dig e de Oliver se unem. Vamos discutir uma a uma.

Primeiro o caso de Laurel e Thea. Ir a Nanda Parbat tornou-se uma solução para quase todos os problemas da série no último ano. E isso já começa a se repetir agora. A recusa inicial de Malcom (desculpa, mas não consigo chama-lo de Ra's) já nos aponta que: ou Laurel vai colocar Sara no Poço de Lazaro sem ninguém ver, ou ele vai mudar de ideia.


Isso nem chega a ser um spoiler direito, já que o trailer de Legends Of Tomorrow já tinha confirmado como se daria a volta de Sara (apesar de gravarem uma nova cena). Os efeitos do poço serão mais fortes nela, já que ela estava morta, o que nos levará a chegada de Constantine no episódio 5. A solução para o problema de Thea tinha o selo Malcom de qualidade, veremos se o mago britânico vai conseguir ajudá-la também, ou se isso se arrastará por toda a temporada (aposto na segunda).

Ponto negativo dessa sequência para mim: a falta de confiança de Malcom em alguns momentos. Ele não parece ser o homem que detém o manto de Ra's Al Ghul. E acredito que Thea será a fraqueza que o levará a sua derrocada.


Nas duas outras histórias, essas em Star City, Oliver e Diggle seguem em sua briga particular. Até que um fato novo acontece. Enquanto Dig tem uma nova pista sobre a morte de seu irmão - o fato que Mina Fayad contratou o Pistoleiro para matá-lo - Oliver resolve ir cuidar de um assalto. Concordo com Felicity nesse ponto, era um crime simples demais para ele. Ficou forçado.

O vilão Gambit Duplo é quem vem para Star City dessa vez. Ele virou um meta-humano em Central City (o lance de The Flash que sabemos) e, a mando de Fayad, irá ajudar Damian Darkh a se livrar do Arqueiro Verde. As cenas de ação são interessantes, uma vez que fica mais fluído quando o Arqueiro luta contra alguém que atira coisas de volta nele.


O principal easter-egg do episódio foi a aparição da Esfera-I (em inglês, T-Ball, por isso o T, de terrific). Já havia comentado que achava que essa seria a tecnologia criada por Curtis para ajudar a Palmer Tec., só falta aperfeiçoa-la. Sobre a cena de maior repercussão, seja pro bem ou pro mal, não me importei com a Felicity usando a arma no Duplo. Posso ter meus problemas com o foco que ela recebe, mas é uma série, onde os produtores que mandam, baseado no público (às vezes) e o público (em geral) gosta dela (não sei como).

No que se refere aos flashbacks, nada muito novo, Oliver ajuda uma escrava a fugir e mostra seus dons para tortura. Sério que ninguém se pergunta como ele aprendeu isso na ilha? Ok.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

 
Top