Comentários
Rafael Bürger Rafael Bürger Author
Title: [REVIEW] DOWNTON ABBEY - S06E03
Author: Rafael Bürger
Rating 5 of 5 Des:
É uma verdade universal para os fãs que, depois dos Especiais de Natal, os episódios com casamento são melhores de Downton Abbey. Depoi...


É uma verdade universal para os fãs que, depois dos Especiais de Natal, os episódios com casamento são melhores de Downton Abbey. Depois de casamentos lindos como o de Matthew e Mary, Rose e Atticus e o malfadado de Edith e Anthony Strallan, o de Mr. Carson e Mrs. Hughes não fez feio e com certeza vai ficar marcado na história.

E o que é um casamento sem um vestido de noiva? Pode ser de tudo, festa de batizado, churrasco na lage, menos casamento. Mas era esse detalhe que Mrs. Hughes não estava se atentando. Percebendo isso Mrs. Patmore bolou um plano para ajuda-la. E aí percebemos que compras por catálogos nunca alcançam as expectativas de quando compramos desde a década de 20. Patmore havia comprado um elegante vestido e o que recebeu foi mais um pano mal costurado. Para resolver esse contratempo Patmore e Anna pediram ajuda à Lady Mary. E por falar nela, nunca a vi tão controladora quanto nos preparativos do casamento que nem era dela. Precisou que Cora intervisse e a convencesse de deixar que o casamento ocorra fora de Downton. Posso dizer que ri da treta das duas, mas se a minha mãe fosse a da Mary, ela tinha levado uns bons tapas.


E por falar em treta, a referente ao caso do hospital está cada vez mais alucinada. Cora fez uma viagem secreta até York para conhecer a proposta do hospital de lá para o da vila. Porém quando ela revelou os fatos ao conselho, só faltou ser apedrejada. Violet não aceita que ela tenha poder para tratar do assunto simplesmente pelo fato de que não concorda com as suas ideias. A Condessa-Viúva acredita tanto estar certa que chegou até sugerir o absurdo de que Robert não conversasse mais com a esposa. Isobel não fica muito atrás no quesito falta de papas na língua, já que jogou na cara de Mr. Clarkson que ele é apenas mais um médico local com ego inflado. Porém isso levou ele a reconsiderar e pensar uma segunda vez sobre a posição dele, deixando a matriarca Crawley isolada. No finalzinho, tivemos uma frase incrível dela: "Um nobre a favor de reformas é como um peru a favor do Natal!"

É impressionante que mesmo em um episódio cheio de eventos e plots se desenvolvendo, conseguiu-se achar espaço para um plot totalmente focado no alívio cômico. Spratt e Denker são uma dupla incrível, e agora com essa história do sobrinho criminoso foragido prometem gerar muitas risadas, e dor de cabeça para a Condessa-Viúva.


Parece que Edith finalmente saiu das tempestades da vida (e não apenas está na calmaria temporária de um olho de furacão, como no começo da quarta temporada). Com o ogro do Mr. Skinner demitido ela finalmente pode gerenciar a revista sem nenhum problema além da edição não finalizada a ser entregue em menos de dez horas. Juntamente com isso, tivemos a paixonite dela no Especial de Natal passado reaparecendo. Sinceramente, os dois são a coisa mais fofa trabalhando juntos, e espero que ele apareça mais vezes. E por final, foi só eu, ou alguém mais achou que Mary ficou com invejinha quando Edith mostrava a revista que havia editado para Robert?

Thomas não está tendo a mesma sorte. A maré de mal azar do Sub-mordomo continuou nessa segunda entrevista de emprego. Descrita como respeitável casa de entretenimento a propriedade era na verdade uma velha casa, mal cuidada, que ninguém além do dono se importava. É, acho que ele conseguiu ultrapassar Edith e o Casal Bates na briga de mais sofrido da temporada.


Os últimos quinze minutos de episódio foram recheados de emoções e surpresas. Não esperava que Cora fosse ser tão rude ao encontrar Mrs. Hughes em seu quarto, a cena foi de cortar o coração. Pelo menos, depois de Mary ter ido dar uma bronca nela, ela mudou de ideia. Aliás, eu tenho notado que Mary está cada vez mais parecida com a avó - controladora e sempre tentando resolver os problemas alheios - acredito que no futuro teremos nela uma grande matriarca para os Crawleys. Com o problema do vestido superado e tudo ocorrendo como a futura Mrs. Carson queria, o casamento foi uma maravilha. Com certeza uma das cenas mais emocionantes em toda a história da série. Para fechar com chave de ouro, tivemos Tom e Little Sybbie voltando. Eu não esperava que fosse acontecer logo de cara, nem que eles fossem continuar para sempre em Downton. As vezes a gente fica tão acostumado com as coisas calmas na série, que somos pegos muito de surpresa quando algo assim explode na nossa cara. As crianças se abraçando foi a melhor cena que poderia ter fechado esse episódio. Uma cena que só Downton Abbey poderia trazer de um jeito tão maravilhoso!
Reações:

Sobre o Autor

 
Top