Comentários
Rafael Bürger Rafael Bürger Author
Title: [REVIEW] DOWNTON ABBEY - S06E04/S06E05
Author: Rafael Bürger
Rating 5 of 5 Des:
Aparentemente o universo conspira contra mim e as reviews de Downton Abbey. Após uma semana ocupado com Enem, eu finalmente estava co...


Aparentemente o universo conspira contra mim e as reviews de Downton Abbey. Após uma semana ocupado com Enem, eu finalmente estava conseguindo escrever as atrasadas, mas um erro ocorreu e acabei perdendo tudo que havia escrito. Por isso, quero pedir desculpas por essa review dupla e menor que o habitual. Com o retorno de Tom, eu fiquei receoso que Mary perdesse o espaço que havia conquistado na administração da propriedade. Mas não foi isso que aconteceu, já que os dois conseguiram dividi-la muito bem. Ainda tiveram uma conversa super fofa relembrando o passado e falando sobre o futuro. Por favor, Julian, junta eles! Eu nunca te pedi nada!

Desde que Rose Leslie deixou Game of Thrones eu espero um retorno dela para a série que a lançou como atriz. E ele não poderia acontecer em hora melhor e de uma maneira melhor. De todos os personagens que se foram, Sybil é uma das que mais faz falta (Só Matthew consegue chegar no nível dela), e essa visita de Gwen serviu para fazer um belo tributo em memória dela. Pudemos ver que o que Sybil fez por ela valeu a pena, e agora irá ajudar muitas outras mulheres a se desenvolverem profissionalmente. De todos, eu acredito que Mary foi a mais tocada, e espero que ela se torne um pouco menos arrogante e rabugenta.


Só há uma coisa mais estranha que Downton funcionando sem Carson e Mrs. Hughes, que é eles tendo uma vida doméstica e discutindo por problemas tão triviais quanto o jantar. Entretanto não deixam de ser um casal muito fofo. E por falar em casais fofos e coisas estranhas, os Bates já sofreram tanto que é até estranho eles tendo uma vida normal e o assunto mais importante entre eles ser fofocas sobre Lady Mary. Claro que teve o quase aborto de Anna -que, só para constar, me deu um baita de um desespero- mas tudo correu bem no final, principalmente com a ajuda de Mary em seu momento cosplay de Sybil.

Mary nunca para de nos provar o quanto é a frente de seu tempo. Eu já esperava que uma hora ou outra Henry Talbolt fosse reaparecer, mas não esperava que ela fosse dizer claramente que não pretende se casar com ele, e aparentemente nem com ninguém. Mas vai dizer que esses dois arrogantes não fazem um casal bonitinho? Nos resta descobrir se Talbolt aprenderá a conquistar alguém tão moderno quanto seus carros. Enquanto isso, Edith arrasa corações e samba nos machistas em Londres. Estou super animado com essa maré de boa sorte na vida dela. Agora vai!


Nem tudo são rosas em Downton. Os cães da guerra foram soltos com essa treta do Hospital e parece que irão continuar a correr até o final da temporada. A cada episódio Violet se supera na luta contra o progresso e o Mundo. Eu sabia que ela era capaz de muita coisa, mas ela está desesperada demais por vencer. Não me surpreenderia se ela tivesse uma parada cardíaca de tanto estresse. No entanto, quem acabou vítima por enquanto foi Robert, e eu quem quase morreu do coração. Fiquei muito em choque quando ele começou a gorfar sangue para cima da mesa. Não sei se Julian Fellowes fez a escolha certa em deixa-lo vivo, uma morte desse porte causaria um rebuliço na série e marcaria o fim de Downton como conhecemos.  Mas é um drama britânico, eles preferem uma morte lenta e agonizante.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top