Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [REVIEW] FEAR THE WALKING DEAD - S01E06: THE GOOD MAN [SEASON FINALE]
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
"O único modo de viver num mundo louco é abraçando a loucura" E a primeira temporada do spin-off  de The Walking Dead cheg...

"O único modo de viver num mundo louco é abraçando a loucura"

E a primeira temporada do spin-off de The Walking Dead chega ao fim depois de seis episódios. Como venho repetindo, a ideia era trazer um desenvolvimento mais lento para o apocalipse zumbi, e isso foi atingido. Tanto que mesmo a season finale não foi tão acelerado quanto estamos acostumados, mas finalizou bem o primeiro arco da história.

Desde sempre o selo The Walking Dead foi sobre sobrevivência, não sobre o que levou ao apocalipse, assim a primeira temporada de Fear também seguiu esse rumo, desde o primeiro contato de Nick até o destino de Liza. A principal diferença entre as duas séries era a ausência de pessoas treinadas para enfrentar o apocalipse na novata e isso fica claro com a maneira que eles lidavam com as situações.


O episódio começa com Travis e sua família (incluso Salazar, Ofelia e Andy) deixando a vizinhança para ir buscar Liza e Nick, agora que sabem que os militares estão evacuando Los Angeles. O primeiro ponto a ser destacado é que eles não avisam seus vizinhos. Por um lado Madison parecia tentada a falar, mas Alicia cita que eles não os ajudaram. É o começo do cada um por si, uma faceta humana que aflora em momentos de crise.

A dificuldade de entrar em uma base militar foi contornada com a deixa do episódio anterior, usando os mortos presos no estádio. Achei uma solução rasa, além de que, com o número de mortos livres, a chance de tudo dar errado era imensa. Por fim, estava fácil andar por L.A. hein?! O ponto positivo é a primeira grande horda que vemos nesta série.


Dentro do complexo, histórias vão se fechando. A Dra. Exner descobre que o comando sabia que a base estava comprometida e que não viria ajuda. Isso leva ela uma decisão difícil, que já nos acostumamos a ver em The Walking Dead, mas fica interessante acompanhar isso logo no começo do apocalipse. Alguns sabem o que fazer. 

Já Strand e Nick põe o plano de fuga em andamento, abandonando os outros presos. A visão de Strand de que algumas pessoas são úteis e outras não deve ser posto mais em evidência na segunda temporada da série. A cena em que são encurralados foi algo raso pra mim, pelo menos eu achava que eles se salvariam a qualquer momento.


Tenho duas reclamações sobre as sequências na base: primeiro, a cena de Alicia e Chris me pareceu forçada, já entendemos que os militares estavam mais preocupados com si mesmos, não era necessária mais uma demonstração. Segundo: da mesma forma que foi fácil chegar na base, sair também foi. Ok, a horda atacou por um lado, mas eles levaram muito tempo pra sair, dava pros mortos invadirem muito mais.

Por fim, a temporada se encerra com eles indo para a casa de Strand, que estava preparado para um fim do mundo, só para...IR EMBORA! Sério? Bem, esperemos o próximo ano para ver se será isso mesmo. Acho que ainda vão pro deserto em algum momento. O fim de Liza foi algo rápido também, para mim só foi feito para que algum principal tivesse um fim, além de explicar mais detalhes da infecção para os outros. Compreensível, mas dispensável.


A temporada se encerra com o arco bem fechado. O apocalipse é uma realidade, Los Angeles já era e a família esta se sustentando no limite. Será interessante acompanhar o desenvolvimento deles na segunda temporada. O próximo ano terá 15 episódios, então teremos muito tempo ver o destino dos personagens, agora que já os conhecemos.

Até a próxima temporada pessoal! Ou até The Walking Dead!
Reações:

Sobre o Autor

 
Top