Comentários
W.H. Pimentel W.H. Pimentel Author
Title: [REVIEW] HAVEN - S05E14/15 - NEW WORLD ORDER / POWER [MID-SEASON PREMIERE]
Author: W.H. Pimentel
Rating 5 of 5 Des:
I think I'm in trouble, I'm in trouble again ... É com essa música linda de Pretty Little Liars (do 2x14, mais precisamente, ...
I think I'm in trouble, I'm in trouble again...

É com essa música linda de Pretty Little Liars (do 2x14, mais precisamente, para quem quiser procurar) que tenho o prazer em informar que as reviews de Haven estão de volta! 

Depois de nos despedirmos de Mara e todos aqueles troubles saírem pelos olhos do Duke, ninguém tinha a menor ideia do que raios iria acontecer com Haven nesses últimos treze episódios, mas todos estávamos atônitos por qualquer pedacinho de informação que conseguíssemos reunir, até que, no último 8/10, a série retornou com um episódio duplo para acabar de vez com o psicológico da gente.


"New World Order" abordou Haven e todo o caos que estava a ser espalhado pela cidade uma vez que todos os troubles dentro do Duke agora estão em praticamente todo morador e não há como saber quem carrega poderes e quem não carrega, além de, por causa do pânico, vários deles serem ativados ao mesmo tempo e ninguém ter a mínima ideia de como lidar com tudo isso.

Admito que fiquei um pouco nervoso sobre como tudo seria realmente explicado ou até mesmo revolvido, mas fiquei muito feliz quando o episódio fez completamente o contrário disso e jogou Haven num grande e completo caos. Adorei todos os troubles novos e como o Duke assumiu o posto da Audrey em tentar resolver as coisas, mas desistiu logo de cara e largou o homem lá sozinho para entender o que diabos estava acontecendo. Bom, tecnicamente não foi isso, mas o homem percebeu sozinho mesmo.


Para não enrolar muito, um dos troubles consistia em uma barreira que selava os moradores dentro da cidade. Ninguém poderia entrar ou sair de Haven enquanto aquilo estivesse de pé, porém, como o Duke é imune aos poderes, ele conseguiu sair da cidade. Achei que isso seria algo largado de mão e que ele só voltaria no episódio seguinte, mas foi bem reconfortante eles terem usado a barreira como um gancho para o próximo episódio e já mostrarem de cara que ninguém realmente sabe que Haven existe, se é que um dia ela já existiu (TEORIA NO FINAL).

Já "Power" lidou com a queda de energia na cidade, e por conta disso, os moradores sofriam com um poder que os mataria caso eles caíssem na escuridão - mas, por sorte, haviam pessoas com poderes de luz e reflexo, para ajudar ali na hora, né? - e por conta disso, Nathan, Kira, Charlotte e Vince se mandaram para a estação elétrica da cidade. A interação entre Charlotte e Vince foi bem explorada e pelo que estou percebendo, eles darão um espaço bem maior à ele por conta da sua mutação entre o povo de Charlotte e os humanos.


Outra coisa que eu não quero deixar em branco é o conto dos "Croatoan". Comentei lá no início da temporada sobre o jeito que Supernatural lidou com essa tribo desaparecida, mas que Haven já conseguiu demonstrar que não fará do mesmo jeito e com certeza trará explicações ao mínimo satisfatórias. Gosto da maneira como tudo têm se conectado no universo da série e eles estão consertando seus plotholes da temporada passada, pouco a pouco. Enfim, aqui vai a minha *nova* teoria.

Vocês provavelmente já cruzaram com as teorias de The Walking Dead, Pretty Little Liars ou qualquer outra série popular sendo nada mais, nada menos que apenas um sonho do protagonista, correto? Bom, a minha teoria com Haven é bem parecida. E se, na realidade, a série é tudo uma alucinação de um personagem? Coloquemos Mara, por exemplo: Ela, a criança rebelde que tentou ser tudo que a irmã gêmea era e acabou tendo um surto psicótico, foi internada e alucinou sobre todos os pacientes amigos dela e todos os funcionários dali, sendo moradores de uma cidade que ela criou em sua própria mente, chamada de Haven (paraíso, aproximadamente), onde ela foi a responsável por causar os troubles (os problemas da família - dela com seus pais, não necessariamente Charlotte). Diante de praticamente perder a cabeça, Mara delira com a sua terapeuta e passa a acreditar que ela é a sua mãe, mas se rebela novamente e cria mais personalidades avulsas (Lucy, Sarah) para suprir o comportamento desfuncional que ela tem.

Mas porque eu cheguei nessa conclusão? Bem, como exatamente Haven terminaria? Se os poderes sumirem, a série perde sua essência justamente por dizer o tempo inteiro que eles só somem depois da morte. Final feliz nunca foi a cara da série e até o momento ela não deu sequer um indício que isso está prestes a acontecer. Um extermínio completo dos moradores também é inviável e mórbido demais até mesmo para Haven. Also, a SyFy fez isso com Alphas e olha no que deu, né?

Comentem aqui embaixo o que acharam da estreia dupla de Haven e principalmente, quais são as suas teorias para o final, pois a essa altura eu já não sei de mais nada!

Promo do próximo episódio:
Reações:

Sobre o Autor

 
Top