Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S17E08 - MELANCHOLY PURSUIT
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
Quando vemos um personagem ser transferido para a Unidade de Vitimas Especiais tendo nunca trabalhado com esses tipos de casos precisam ...

Quando vemos um personagem ser transferido para a Unidade de Vitimas Especiais tendo nunca trabalhado com esses tipos de casos precisam de um treinamento para saber como lidare com as vítimas e também com as pessoas ao redor, por exemplo os pais. Na teoria todos estão preparado para lidar com esses tipos de situação, mas na prática tudo mudo e vimos isso acontecer com o Sargento Mike.

O caso dessa semana foi uma enrolação total. O fato da vítima ter sido morta pelo seu meio irmão não serviu de nada. Sério. Lily uma garota de 15 anos é reportada desaparecida pelos seus pais após não voltar para casa do treino de natação e isso leva a unidade investigar e descobrimos que a adolescente foi morta e encontraram sêmen no seu corpo e através de uma analise descobriram que a amostra tinha um parentesco com a vítima. Até então tudo bem podíamos suspeitar do pai, de algum irmão que não tinha aparecido até então, mas essa trama foi enrolando e chegou num ponto que estava bem perdido que não tinha mais para onde sair.

Lily não indicava que estava à procura de seu pai biológico e nem o episódio, ou os pais da criança, deu a entender que a menina era adotada para que esse parentesco, após excluírem o pai como suspeito e o informarem que a menina era filha única do casal, no episódio ter alguma relevância. Foi um desperdício de recurso e tempo dos detetives irem atrás de toda uma árvore genealógica só para estabelecer algo que não foi muito relevante para o episódio em si. Lily morreu por puro azar, pois a única forma de ligação com o culpado, além dele ser seu meio irmão que ambos não tiveram noção disso, foram os encontros no clube de natação. Sei lá, tentaram fazer uma história mirabolante com segredos de família, mas não conseguiram desenvolver de uma maneira plausível.


Sendo um pouco maldoso aqui. Sei que o que aconteceu com a Lily foi horrível e doloroso para a família, mas não vejo que foi um caso para alguém ficar muito abalado com o ocorrido como aconteceu com o sargento Mike. Ele ainda verá mais casos que o deixarão mais impressionado e que abala até mesmo os profissionais que estão na área há muito tempo. A dica da Benson na cena final para o sargento é válido não somente para ele mas sim para todos, pois falar é benéfico do que ficar segurando para si, pois futuramente isso vai corroendo e no caso de pessoas que trabalham com esses tipos de caso é muito para a cabeça.

A ausência da Rollins nesse episódio é perfeitamente explicável já que devido a crise que ela teve no episódio passado, que por curiosidade no tempo da série já passou um mês entre um episódio e outro, ela entrou de licença devido a gravidez, mas Barba já tem uns episódios que não aparece. Ele teve destaque em alguns episódio e depois desapareceu, vira e mexe alguém faz uma menção a ele, mas não é a mesma coisa.

O caso deixou a desejar, mas não diminuiu a qualidade que a temporada vem nos apresentando. Se essa fora a única exceção à regra podemos relevar, mas a série já nos apresentou sete ótimos episódios nessa temporada não tem como mudar o pensamento sobre ela por apenas um episódio abaixo do que a temporada vem fazendo.

PS: Noah não faz isso com a gente mata nós e a Benson do coração.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top