Comentários
Janaína Rosa da Silva Ferraz Janaína Rosa da Silva Ferraz Author
Title: [REVIEW] SCANDAL - S05E09: BABY, IT'S COLD OUTSIDE
Author: Janaína Rosa da Silva Ferraz
Rating 5 of 5 Des:
Sobre esse midseason , só tenho uma coisa a dizer: OBRIGADA, SHONDA!!! Agora posso aturar tudo, seja a volta do B613, Papa Pope e Jake ...

Sobre esse midseason, só tenho uma coisa a dizer: OBRIGADA, SHONDA!!! Agora posso aturar tudo, seja a volta do B613, Papa Pope e Jake como melhores amigos e até mesmo Huck supostamente "curado". E sabem por quê? Olivia, nossa diva, voltou a dar orgulho. O casal mais chato da ShondaLand acabou: esqueçam #Olitz. Viva o "I'm fine dancing alone", viva noites regadas a vinho e pipoca. 

Mas, vamos lá episódio. As primeiras cenas contextualizam a vida de Liv, após sua "prisão" na Casa Branca. De gestora de crise mais requisitada e influente para "primeira dama", responsável por escolher porcelanas e vestidos para eventos oficiais, além de encontrar receitas de biscoitos. Meu cérebro deu bug total, cadê minha diva!?  

Numa total inversão de papéis desde o início da série, quem está mesmo fazendo a diferença é Mellie. A senadora não aceita a possibilidade de corte na área de planejamento familiar e fica mais de 16h em pé para garantir que a Lei de Orçamento não fosse aprovada dessa forma. Com a ajuda de Susan Ross, presente de Natal de Olivia, ela faz história e ainda fica nos Trending Topics do Twitter

Enquanto isso, no lado cansativo da série, o plot do Lazarus One continua a se desenrolar, conseguindo ser ainda menos interessante do que o triângulo amoroso David-Elizabeth-Susan, mas já chegaremos lá. Jake está em busca de Papa Pope, mas acaba encontrando Russel (tive que buscar o nome dele em sites, nem lembrava mais), que planeja ressuscitar o B613. Descobrimos também o porquê de Huck sequestrar Papa Pope e não matá-lo. Huck resolveu armar um teste para si mesmo, com objetivo de descobrir se conseguiria controlar seus instintos e não matar o homem que mais odeia, o responsável por ele estar distante da esposa e do filho. Como supostamente ele tirou nota 10, resolveu voltar para sua família. Aham que isso vai durar! Jake, por outro lado, se alia ao Papa Pope, pois parece acreditar que se for para o B613 voltar, que seja com eles. Levanta a mão quem espera que os roteiristas tenham outra ideia para o ano que vem e desistam desse enredo.


De volta à Casa Branca, Olivia não aparece em um jantar e aí a surpresa que ninguém esperava, ela estava fazendo um aborto. Interessante que a sequência acaba por também explicar, pelo menos em parte, o apoio dado à iniciativa de Mellie. Além disso, a abordagem utilizada foi completamente diferente de como aparecem abortos em séries. Não houve drama, dúvida, crise, nada da personagem conversando com amigas e com alguém segurando sua mão, apenas uma decisão e o ato em si. 

Depois de um aborto e da total percepção de infelicidade, nada melhor do que a cachaça da Millie (fico curiosa sempre que ela aparece). Fitz inicia as acusações, dizendo que Olivia estava fugindo, e logo a situação está tensa. Olivia fala em ser refém, em estar sendo punida, que ela é um cachorro grande e não uma dona de casa. Fitz ainda desabafa que sabia como ela estava manipulando e tomando as grandes decisões por ele. Ou seja, tudo aquilo que aguardávamos ansiosamente. Algumas palavras pesaram, como a acusação dele de que não poderia esperar nada diferente, considerando de onde ela vem. Finalmente, #Olitz chega a conclusão de que tentaram, mas ela gosta dele indisponível, pois não quer exercer o papel de primeira dama e estar à margem. Adeus, Vermont, Adeus geleia. Fala sério, Olivia, você não aguentaria sequer um dia numa pousada produzindo geleia. 

De qualquer forma, mesmo odiando o que foi essa temporada até agora, entendo que este casal precisava acontecer. Assim, eles podem seguir em frente, sabendo que tentaram, sem a dúvida do que teria sido, porque aconteceu e foi péssimo, para eles e para nós fãs. O episódio teve como tema o Natal e utilizou, todo o tempo, a família como metáfora para discutir a relação entre pais e filhos e entre irmãos, seja na família Pope, na família B613 e assim por diante.


PS: Sobre o triângulo amoroso: só dá para aguentar porque a Susan é uma fofa, adoro ela em cena, aqueles olhinhos de crianças apaixonada para o David são adoráveis. 

PS2: Nos últimos minutos do segundo tempo, Charlie salva o Natal de Quinn, que está sozinha, sem ninguém OPE. Confesso que gosto dos dois juntos. 

Reações:

Sobre o Autor

 
Top