Comentários
Polyane Rocha Polyane Rocha Author
Title: [LIVROS] RESENHA - O JOGO INFINITO
Author: Polyane Rocha
Rating 5 of 5 Des:
Michael é um gamer. E como a maioria dos jogadores, ele passa quase mais tempo no VirtNet do que no mundo real. O VirtNet oferece total...
Michael é um gamer. E como a maioria dos jogadores, ele passa quase mais tempo no VirtNet do que no mundo real. O VirtNet oferece total imersão do corpo e da mente, e é viciante. Graças à tecnologia, qualquer pessoa com dinheiro suficiente pode experimentar mundos de fantasia, arriscar sua vida sem a chance de morte, ou apenas ficar com os virt-amigos. E quanto mais habilidades de hacker você tem, mais divertido. Por que se preocupar seguindo as regras quando a maioria delas são idiotas, afinal? Mas algumas regras foram feitas por uma razão. É muito perigoso brincar com algumas tecnologias. E relatórios recentes afirmam que um jogador vai para além do que qualquer jogador fez antes: ele está segurando jogadores reféns dentro do VirtNet. Os efeitos são terríveis, os reféns foram todos declarados com morte cerebral. No entanto, os motivos do gamer são um mistério. O governo sabe que para pegar um hacker, você precisa de um hacker. E eles foram assistir Michael. Eles querem ele em sua equipe. Mas o risco é enorme. Se ele aceitar o seu desafio, Michael terá que ir fora da grade VirtNet. Há becos e esquinas no sistema que olhos humanos nunca viram e predadores que ele não pode nem mesmo imaginar - e há a possibilidade de que a linha entre jogo e realidade será borrada para sempre.
Meu interesse por realidade virtual começou quando eu assisti Sword Art Online, desde então tudo que envolve esse tipo de temática me chama atenção. Quando li a sinopse de O jogo infinito, me lembrei quase que imediatamente de um livro do Ernest Cline, chamado Jogador nº 1. Contudo, depois de ler alguns capítulos vi que a única semelhança é o tema principal.

O Jogo Infinito nos leva em um história, que apesar de começar em um mundo virtual, traz consequências para a realidade real do jogador. Michael, o personagem principal, começa a perceber que a VirtNet não está mais sendo sua fuga de escape da realidade. Na verdade, o local onde ele ia jogar, através de imersão total, começa a se tornar o seu pior pesadelo. Suas habilidades como hacker o fazem chamar a atenção do sistema de segurança, para um problema que talvez somente ele e seus amigos possam ajudar. Mas será que é só isso mesmo? Porque ele, dentre milhares de jogadores foi escolhido? O que ele tinha de especial?

Quando comecei a ler os primeiros capítulos confesso que me senti um pouco perdida para me situar ao ambiente, já que a história se passa em anos a nossa frente e a VirtNet é um sistema virtual muito complexo, que demorei um pouco para me acostumar. Em outras situações, achei vários ‘furos’ na história, mas, quando avançamos nos capítulos percebemos que esses furos são propositais, e que suas respostas vem aos poucos, sempre nos deixando com mais e mais vontade de ler o próximo capítulo. 

Para quem conhece o autor, James Dashner, mesmo escritor da saga Maze Runner, sabe que ele já tem uma maneira de escrever bem peculiar. Ele consegue nos envolver em um história, por nos intrigar desde o primeiro parágrafo, deixando alguns pontos soltos aqui e ali, mas sempre os unindo no momento correto! 

Uma coisa que senti um pouco de falta nesse livro, foi de me envolver um pouco mais com os personagens secundários, Sarah e Bryson, melhores amigos de Michael, achei que suas histórias talvez pudessem ter sido mais explicadas. 

Mas fora isso, o livro é intrigante, dinâmico, com toques sarcásticos, algumas críticas a nossa atualidade, onde vivemos mais em meio virtual do que real, e um bom passatempo. Além disso, James Dashner veio novamente com uma das suas artimanhas. Concluir o livro com uma final SUPREENDENTE, nos deixando completamente insanos para ler o próximo! Vale a pena, recomendo!


Título: O jogo infinito 
Autor: James Dashner
Páginas: 300
Editora: V&R
Onde Comprar: Casas Bahia
Reações:

Sobre o Autor

 
Top