Comentários
João Carlos João Carlos Author
Title: [REVIEW] LAW & ORDER: SVU: S17E11E12 - TOWNHOUSE INCIDENT/A MISUNDERSTANDING
Author: João Carlos
Rating 5 of 5 Des:
Sobre estar no lugar errado na hora errada. No episódio Townhouse Incident,  vimos Benson numa posição não favorável para ela sendo po...

Sobre estar no lugar errado na hora errada. No episódio Townhouse Incident, vimos Benson numa posição não favorável para ela sendo posta como refém junto com uma família e o episódio se passa todo voltado nesse sequestrado e as consequências dele.

Benson já foi colocada nessa situação de refém outras vezes e a mais recente e marcante que fez lembrar assistindo esse episódio foi com o Lewis lá na 15ª temporada. Com o treinamento e a experiência policial, Benson manteve a calma sempre, pois, além dela, tinham outras pessoas com quem precisava se preocupar para que nada saísse do controle. Os sequestradores Roxie e Joe botavam pressão na família para conseguir o que queriam e usavam de agressões físicas e de pressões psicológicas com a família.

Ao ver que havia uma oportunidade, já que ambas as crianças estavam salvas e a Roxie tinha se entregado para a polícia momentos antes, Benson não pensa duas vezes antes de agir e com o sangue frio e na confiança que tinha na equipe que estava lá para mediar o sequestro a própria age rapidamente e com isso conseguem neutralizar Joe.


Já em A Misunderstanding vimos qual foram as consequências do momentos de tensão vividos por Benson no episódio anterior. O episódio começa com Olívia no escritório do Dr. Lindstrom, comentando sobre a experiência traumática que passou recentemente e vimos o quão abalada ela ficou. Benson pensava no filho dela, no Noah, o tempo todo. Dr. Lindstrom pergunta para Benson o que aconteceria se ela deixasse a vida policial de lado e a própria responde que ainda é necessária para a unidade e que não pode se afastar simples assim.

O caso desse episódio foi meio fraco, uma espécie de ela disse/ele disse e que ficou complicado quando os dois lados dificultavam tanto para a defesa quanto para a acusação na hora do julgamento. Mas o que foi o grande destaque deste episódio foi a troca de papéis que aconteceu com os advogados. Na série, a unidade de vítimas especiais sempre está do lado da vítima, óbvio, e junto com o promotor buscam justiça e os advogados que aparecem na série são para ajudar na defesa do acusado e vemos eles como antagonistas. Neste episódio vimos a advogada Rita Calhoun trabalhando no lado da vítima e defendendo seus interesses.

Mais recente, a advogada Calhoun defendeu o serial killer Dr. Carl Rudnick e ao pedir ajuda da Olivia num caso tem uma certa relutância por parte da tenente. O mais interessante é ver o paralelo entre a Rita Calhoun e o advogado John Buchanan que aparece em um episódio ou outro, pois ambos são firmes ao defender seus clientes e utilizam de meios para desestabilizar a outra parte do processo e com a Rita do outro lado da moeda viu como isso afeta as pessoas, mas, como é o trabalho deles, as emoções não podem falar mais alto.

Enfim, esses dois episódios foram bem distintos. Um com grandes momentos dramáticos e de tensão e o outro soube fazer soube utilizar a fórmula do feijão com arroz para manter o episódio.

PS: Rollins aparecendo no trabalho com a filha foi lindo, mas não vejo a hora dela voltar a trabalhar mesmo. Aparentemente não sou só eu que penso isso já que seus colegas de trabalho também questionaram isso.

PS: Próximo episódio agora só dia 03 de Fevereiro.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

 
Top