Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S13E13: DÉJÀ VU
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
“Bishop? Get these bastards.” – James Palmer Desde a primeira vez que vi NCIS , tem alguns episódios que me chamaram mais a atenção. ...
“Bishop? Get these bastards.” – James Palmer

Desde a primeira vez que vi NCIS, tem alguns episódios que me chamaram mais a atenção. Desde Yankee White (S01E01) a Check (S12E11), passando por Kill Ari (S03E01E02), Twisted Sister (S04E09), Dog Tags (S05E13), Truth or Consequences (S07E01), Rule Fifty-One (S07E24), Past, Present and Future (S11E02), entre vários outros. Apesar de não estar em meu top 10, Déjà Vu foi um daqueles episódios que mexeram comigo.

"Dear President Truman, I mean Harry...I mean Sir...I realize it's a little unorthodox to write a dead president. But you were the thirty-third President of the United States and founder of the modern- day NSA. There aren't many people I can talk to about this since Jake and I hit the skids, and I don't even keep a journal myself, so...here goes. Mister President, the last couple of days really sucked. Not because it was cold. Frostbite comes with living in DC. But because it made me reconsider every reason I became a federal agent...both NSA and NCIS. I mean, 2015 was rough, but in the last couple of days, it all came into perspective. Sir, did I mention it was cold?"

O assassinato da Seaman Alessandra Ramos leva a equipe a investigar um grupo de tráfico humano, que tinha como principal alvo garotas com idade próxima aos 18 anos. O grupo, também apelidado de Concubine, havia sido derrubado em uma operação conjunta entre o FBI e a NSA, tendo Bishop como um dos membros da equipe.

Como ela mesma disse repetidas vezes durante o episódio, ela deveria ter enxergado toda a situação antecipadamente, afinal, ela é uma analista. Mas às vezes até as coisas mais óbvias podem passar despercebidas pelos mais minuciosos olhos. Querendo ou não, todos aprendemos algo do tipo ao longo da vida. Acho que Bishop resolveu aceitar que ela não é nenhuma exceção à regra. Assim como Ducky.


"Mr. President, losing anyone in uniform is difficult. We encounter it here too often. But this was a young woman, a young sailor who had her whole life ahead of her and she wanted to serve. She wanted to help put away a gangbanger. She wanted to do the right thing. Based on everything I was learning, Ramos was someone to be admired. But there was more to this than just a wrongful death. I had a hunch, Sir. I knew it from day one and I should have followed my instincts."

Gostei muito da forma como o caso foi construído. É claro, a morte da Daisy foi um dano colateral que poderia ter sido evitado, mas foi uma das chaves para solucionar o caso. Desde o começo suspeitei extremamente do Adam. Não sei o motivo, mas ele simplesmente não me convencia. Além disso, não tinha nenhuma outra pessoa para investigar.

"Mister President, once you were quoted as saying "America wasn't built on fear. It was built on courage, imagination, and unbeatable determination to do the job." Well, I work with people now who have nothing but courage and determination, but the case was affecting our vision.
Let me rephrase that...the case was affecting MY vision. As an analyst, I should have seen things more clearly. Now there were two women missing, and the trail was still cold. Like everything else."

Há um tempo li que estavam pensando em colocar dois novos membros na Team Gibbs: um agente e uma agente. Como já é de conhecimento geral da nação, só teremos DiNozzo até o fim da temporada. Do jeito que Bishop estava falando durante todo o episódio, acredito que ela deve seguir o mesmo destino do agente sênior. Apesar de ser o pedido da maioria dos fãs da série, não gostaria de ver a probie saindo. Ela tem sido de extrema importância para a equipe, mesmo quando seus problemas ultrapassam os limites entre trabalho e vida pessoal. Achei o lance de escrever a carta para o Presidente Truman uma escolha excelente. Já que Ellie é mais fechada e não tem uma amizade tão forte com Abby como Kate ou até Ziva tinha, escrever para alguém que ela achasse interessante foi uma ótima saída.


"Mr. President, it was remembering these girls, remembering the awful things these traffickers were capable of, that left me asking how do we keep going? How do we put away one only to know there are fifty more waiting to be caught? Sir, I know why I became a federal agent. To help. But what if my help isn't good enough?"

Uma das pessoas que mais tem subido no meu conceito ao longo da série é Jimmy. Ele vem crescendo cada vez mais e provando que não é apenas o assistente de Ducky. Ele é o Jimmy freaking Palmer. Vi Detour (S10E16) há alguns dias e percebi o quanto amo esse personagem. O quão ele mostra que não é só um gremlin da autópsia, mas sim um ótimo médico, observador, pai e amigo. Desde que ele se opôs a fazer a autópsia de Diane em Check (S12E11), comecei a pensar se aquela seria a única vez que veríamos um Jimmy Palmer seguindo seu próprio coração. Admito que me apaixonei ainda mais por ele durante a conversa que o mesmo teve com Ellie. Acho que aquele momento foi importante para ambos.

A parte cômica do episódio ficou por conta de McGee e sua incansável busca por um lugar para se aquecer durante uma das piores nevascas dos EUA. Além de encontrar novamente com seu companheiro de MIT, Stewie, (aquele que contou para o DiNozzo sobre McGee ser Timmy the Beaver nos tempos de faculdade em You Better Watch Out – S10E10), ele acaba trazendo má sorte para Tony, quando passa a noite no apartamento do amigo e a energia no bairro também acabou, assim como no de Bishop. A única alternativa para os três é o único lugar em que, se o mundo acabar, continuará intacto: a casa de Gibbs. A cena final foi uma das coisas mais lindas que poderia ter visto hoje. Ainda estou apaixonada.

P.S.: Gibbs e seu cabelo <3. Tomara que não ele não deixe crescer muito, de novo.
P.S.2: Ah, o moletom com a foto de Stewie e McGee. Coisa mais fofa ver o Tim usando ele.

"Sir, let me explain this as accurately as possible. No disrespect to my fellow government employees, but some people like pushing paper. My ex-husband, Jake, loves it. The minutiae. The redundancy. Maybe I should have paid more attention to our differences sooner. The fact is, this case couldn't get bogged down in Washington bureaucracy. We needed answers fast.

Mister President, I said this case made me reconsider why I became an agent. Well, that's not entirely true. It made me want to work harder. I wish I could have saved the two women we lost. I wish I could have stopped Connors from the beginning. But all I can do now is look forward. Forward to working with the best team in the world to be the best agent I can be."
Reações:

Sobre o Autor

 
Top