Comentários
W.H. Pimentel W.H. Pimentel Author
Title: [REVIEW] SUPERGIRL - S01E02-08
Author: W.H. Pimentel
Rating 5 of 5 Des:
Apresentando a melhor protagonista da DC Comics. Supergirl estreou na CBS em Outubro do ano passado como a série mais aguardada do ca...
Apresentando a melhor protagonista da DC Comics.

Supergirl estreou na CBS em Outubro do ano passado como a série mais aguardada do canal e seus resultados acabaram não sendo tão surpreendentes quanto a emissora queria. Os números da série estão medianos e as críticas não estão tão favoráveis assim (mas nem um pouco negativas), e como um empurrãozinho de fé, recebeu mais sete episódios e encerrará sua temporada com 20 (ao invés de 22).


Mas e então, o que fez Supergirl voar raso? A resposta pode parecer simples: A construção ao mesmo tempo lenta e rápida da personagem "Supergirl". Não sei se vocês concordarão comigo, mas o que eu vejo na série é o seguinte: Esse universo da Kara Zor-El inclui metahumanos e inclui alienígenas, e num movimento brusco, eles decidiram transformar a Kara na heroína logo no piloto. Tudo bem, Kara já sabia usar suas habilidades e tal, porém, a pressa em trazer a Supergirl logo de cara acabou transformando a série em uma procedural.


Por mais que os episódios estejam com uma carga emocional interessante (Red Faced e Human For a Day são bons exemplos disso), eles dão a impressão de algo faltando. Pode ser o pouco carisma do Jimmy Olsen ou a adição de mais personagens avulsos do que a série pode segurar ou até mesmo o fato de enrolarem a Cat - supostamente a personagem mais astuta dali - por oito episódios até a moça finalmente "descobrir" a identidade da prima do Superman. De uma maneira ou de outra, Supergirl está tendo pequenos problemas em se encontrar.

Acima de tudo, o clima light da série acaba sobrepondo os seus probleminhas. Episódios como "How Does She Do It?" e "Livewire" foram soltos, explorando a relação de Cat com os seus empregados e introduzindo um pouco mais do mundo metahumano dentro de National City, enquanto "Stronger Together" e "Hostile Takeover" optaram pelos dramas familiares afim de criar um gancho para o retorno da série no ano seguinte.


Devo admitir, os episódios 02 e 08 foram ótimos. "Stronger Together" mandou a primeira cena de luta entre Kryptonianos da série e não poderiam ser outros que não Kara e Astra, brigando por diferenças sobre como a Terra deve ser liderada. Obviamente, Kara conseguiu sair de boas da briga, enquanto expôs a fraqueza dos Kryptonianos aos humanos, coisa que foi explorada em "Hostile Takeover" com a captura de Astra. Para piorar a situação da vida, Supergirl não apresenta apenas um vilão (Astra), apresenta um combo de vilões que alternam suas vezes de aterrorizar a cidade com suas ideias sádicas de domínio. Astra, Maxwell, Metahumanos e os aliens de Fort Knoxx enviados pelo marido de Astra. É, não está sendo fácil para a Moça Denvers.


Outro ponto a favor da série é a adição do Caçador de Marte ao time da Supergirl. Confesso que fiquei histérico com sua aparição (bem como da Harpia em Agents of S.H.I.E.L.D., mas isso é assunto para outro dia) e sorri de ponta a ponta com a surpresa. Pensei que ele seria um vilão lokodocu, mas ele surpreendeu a todos sendo um soldado leal ao pai das meninas Denvers e cumprindo a sua promessa de proteger Alex e Kara. Para quem já viu o episódio 9, tivemos uma junção de praticamente todos os itens aqui listados, tornando ele um dos melhores (senão o melhor) episódios da série inteira. Confira a promo abaixo e aguarde que a review dessa vez não demorará sair.


Reações:

Sobre o Autor

 
Top