Comentários
Michelle Louise Michelle Louise Author
Title: [LIVROS] RESENHA - FELIZ ANO VELHO
Author: Michelle Louise
Rating 5 of 5 Des:
Um clássico da literatura brasileira contemporânea, Feliz ano velho ganha nova edição pela Alfaguara Feliz ano velho é o primeiro l...
Um clássico da literatura brasileira contemporânea, Feliz ano velho ganha nova edição pela Alfaguara

Feliz ano velho é o primeiro livro de Marcelo Rubens Paiva. Aos vinte anos, ele sobe em uma pedra e mergulha numa lagoa imitando o Tio Patinhas. A lagoa é rasa, ele esmigalha uma vértebra e perde os movimentos do corpo. Escrito com sentido de urgência, o livro relata as mudanças irreversíveis na vida do garoto a partir do acidente. Ele é transferido de um hospital a outro, enfrenta médicos reticentes, luta para conquistar pequenas reações do corpo. Aos poucos, se dá conta de sua nova realidade, irreversível. E entende que é preciso lutar. O texto expressa a irreverência e a determinação da juventude, mesmo na adversidade, e a compreensão precoce “de que o futuro é uma quantidade infinita de incertezas. (Via Skoob)


Um velho amigo me contando o capítulo mais importante da história de sua vida. É assim que eu me senti lendo Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva, tamanha simplicidade e proximidade com o leitor, é impossível não se encantar por esse clássico da literatura brasileira contemporânea. A primeira produção literária de Paiva tornou-se o livro nacional mais vendido na década de 1980, contando com mais de 40 edições, além de ter sido adaptado para o teatro e o cinema. 

A obra autobiográfica, lançada em 1982, inicia com o acontecimento que marcaria para sempre a vida de Marcelo: “Pulei com a pose do tio Patinhas, bati a cabeça no chão e foi aí que eu ouvi a melodia: biiiiiiiiiiin”. Aos 20 anos, um estudante de engenharia agrícola na Unicamp, perde os movimentos do corpo após mergulhar em uma lagoa rasa e esmigalhar uma vértebra às margens da rodovia dos bandeirantes, a poucos dias do natal de 1979. Ao longo dos capítulos acompanhamos a trajetória de incertezas e de luta diária de um jovem que entre um médico e outro, não sabe se voltará a andar, nem o que o futuro o reserva.


Com uma narrativa simples e descontraída, Paiva relata algumas lembranças de acontecimentos que marcaram sua vida antes do acidente: a vívida sexualidade da juventude, sua íntima relação com a música, os amigos, as muitas garotas especiais, as festas, e um dos aspectos mais interessantes e impactantes da obra, o momento político delicado vivido pelo Brasil durante o período marcado pela ditadura militar. Filho do deputado federal Rubens Beyrodt Paiva, Marcelo teve sua casa invadida e seus pais levados pelos militares, sua mãe retornaria duas semanas depois, e seu pai, ele não voltaria mais a ver, pois tornou-se um dos tantos desaparecidos nesse triste e complexo capítulo da história de nosso país. O engajamento político do autor, envolvido com movimentos sociais e estudantis, como não poderia deixar de ser diante de sua realidade, é outro fato muito interessante, e um tema que acaba se tornando muito atual, devido a busca por alternativas políticas em um momento de conturbações e incertezas. 

A narrativa não é linear, o que considero um aspecto positivo, pois torna a leitura mais fluída e menos cansativa. O foco da obra é a busca diária por respostas acerca da recuperação da saúde do protagonista, os problemas enfrentados socialmente por um deficiente físico, e sua tentativa de levar a vida da forma mais leve e normal possível, tendo ao seu lado seus amigos e familiares, que são fundamentais na história, descritos com muito carinho e atenção, com ênfase para Eunice Paiva, mãe de Marcelo, uma figura materna e feminina encantadora, de uma força surpreendente e inabalável. 


Marcelo utiliza uma linguagem coloquial, com muitas gírias, e faz questão de enfatizar suas fraquezas ao mesmo tempo em que deixa claro toda a sua força e coragem, sem se colocar como vítima do destino, mesmo nos momentos desesperadores e de questionamentos, seu lado otimista e bem humorado não permite que as lamentações sejam a parte principal de sua história, mas sim sua determinação e coragem de enfrentar o que viria, ainda que não fosse fácil. 

Marcelo Rubens Paiva é um daqueles autores que te fazem querer pesquisar sobre sua vida e suas produções, um escritor que te proporciona aquela paixão a cada página. Feliz Ano Velho é uma obra que aborda sobretudo a luta pela vida, em sua maneira mais natural, simples e sincera. Enfim, um livro que na totalidade do seu significado histórico e social, merece ser lido...

Feliz Ano Velho

Título: Feliz Ano Velho
Autor: Marcelo Rubens Paiva 
Páginas: 275
Ano: 2015
Editora: Alfaguara 


Reações:

Sobre o Autor

 
Top