Comentários
Ticianni Zabulon Ticianni Zabulon Author
Title: [REVIEW] THE 100 - S03E07: THIRTEEN
Author: Ticianni Zabulon
Rating 5 of 5 Des:
Esse episódio nos levou ao inicio de tudo, ou melhor, ao fim de tudo. O flashback do dia marcado como -teoricamente- o fim da humanidade...

Esse episódio nos levou ao inicio de tudo, ou melhor, ao fim de tudo. O flashback do dia marcado como -teoricamente- o fim da humanidade na terra pôde nos mostrar o quão amarradas estão as historias. Então mesmo que os focos sejam divididos entre Arkadia, Polis e Cidade das Luzes, no final tudo está mais do que conectado desde o fim dos tempos. E assim, a série mergulha de cabeça no seu lado ficção científica.

O flashback não mostra apenas que ALIE destruiu o planeta mas também a tentativa de sua criadora de corrigir seu erro. O problema é que, quem confiaria na cientista? A mulher criou uma inteligência artificial poderosa que sozinha decidiu o destino da humanidade e depois ainda queria desenvolver uma segunda versão na esperança de que dessa vez desse certo. Poucos humanos haviam restado, não tinha como se arriscar com algo que pudesse causar o extermínio absoluto da raça humana. Pelo menos não naquele momento.

Pelo pouco mostrado percebe-se que Rebecca foi consumida por sua culpa e por seu trabalho, se forçando a tomar atitudes extremas. E em mais uma versão do 'fazer algo ruim acreditando no bem maior', por seu projeto, ela causou a destruição da agora esquecida 13º estação. Curioso que Rebecca mal apareceu e sua conta de mortos ja bateu a de todos os outros personagens somados, devo parabeniza-la ou nem? Se quanto mais Rebecca, mais revelações e conexões entre passado e presente, então mandem mais Rebecca que tá pouco.


Contra todas as chances a cientista conseguiu atingir seu objetivo: ALIE 2 existe sim e estava entre nós o tempo inteiro. Essa conexão só não me deixou mais no chão do que a outra parte do episódio.

Em contrapartida às resoluções entregues com a historia do fim do mundo, a situação na Polis estava se tornando cada vez mais complicada em consequência das ações caóticas vindas de Arkadia. A postura pacifica de Lexa perante aos pedidos de retaliação conta os Sky People acabou colocando sua própria vida em risco, o que já era de se esperar. Octavia tinha razão, apenas uma mágica presença de protagonista pode resolver aquilo.

Como a loira teria que voltar para o acampamento para ser babá dos Sky People, sua estadia na Polis chegava ao fim e em sua despedida, finalmente Clarke e Lexa fizeram as pazes de verdade. Seriam cenas pra nenhum shipper colocar defeito se não fossem as sequencias seguintes. Simplesmente não deu tempo nem de comemorar, literalmente após uma unica pausa para o intervalo, a comandante foi morta. Por uma bala perdida. Pelas mãos do próprio conselheiro ela encontrou seu destino. Lexa não morreu em uma guerra, não morreu pela paz, não morreu salvando a vida de um amor, não morreu pelo seu povo, não teve a morte honrosa de uma guerreira. Lexa não morreu pelo que vivia, ela morreu por um acidente.


O tempo passado entre o seu puro momento de alegria e o da sua morte, foi quase inexistente, foi cruel. A ideia da jornada de Lexa terminar em sua morte não era segredo para ninguém, mesmo ignorando termos contratuais da atriz convidada, todas as suas ações, ideais e sua postura apenas destacavam as chances desse destino se concretizar. Não apenas os fãs mas a própria Heda também sabia disso. Lexa já esperava a morte sem medo, mas a morte chegou justamente no momento em que ela mais queria viver.

Lexa era uma líder a frente de seu tempo, unificadora, política estrategista, uma guerreira habilidosa, mas também apenas uma jovem apaixonada;  uma personagem poderosa que dividia opiniões, amando-a ou odiando-a, claramente podia-se perceber sua importância para a série e a grande visibilidade que ela trazia. Não acredito que era o momento certo de tira-la dali, Lexa ainda tinha muita história para contar. Foi uma morte impactante sim, mas o efeito deixado é aquela sensação de incompleto. Passado o choque da morte prematura, o que fica? O que será do legado de Lexa agora?

Vale lembrar que mesmo em seu leito de morte, a Heda continuou a cumprir sua promessa de lealdade à loira, protegendo-a até o ultimo instante. E assim, mais uma vez Clarke tem um amor morrendo em seus braços, mais um trauma para sua conta. Mais um trauma pra nossa conta.

 Reshop Heda, may we meet again.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:
Reações:

Sobre o Autor

 
Top