Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S13E20: CHARADE
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
“You are Very Special Agent Anthony freakin' DiNozzo, and you are a catch.” – Abigail Sciuto Ah, os episódios divertidos de NCIS...
“You are Very Special Agent Anthony freakin' DiNozzo, and you are a catch.” – Abigail Sciuto

Ah, os episódios divertidos de NCIS… Apesar de gostar de um bom drama, aqueles episódios que têm maior carga cômica são os meus preferidos. E aí é que fica o meu medo: como esses episódios ficarão depois da saída do Tony? Aliás, a cada dia que passa meu coração se aperta mais e eu quero que dia 17/05 demore mais e mais para chegar. Mas vamos ao episódio.

A história gira em torno de DiNozzo recebendo $20,000 de um senador, sendo que nunca o havia visto antes. Geralmente quando alguma coisa do tipo acontece, a primeira coisa a ser feita é informar a um superior, certo? No caso, como Vance já estava perto, era só falar. Mas não. Tony resolve guardar o dinheiro e ficar quebrando a cabeça sobre o motivo de aquilo ter acontecido. 


A questão é: a identidade de DiNozzo foi roubada, de novo, fazendo com que ele fosse dado como morto pela terceira vez. Sim, porque coisas ruins não podem acontecer com Tony apenas uma vez. Vamos à contagem: em Marine Down (S01E09), Gibbs conta para Kate que DiNozzo havia sido declarado morto há um tempo; em Bury You Dead (S05E01), o carro dele explodiu, junto com uma pessoa dentro e seu distintivo, causando desespero em Ziva e no resto da equipe; em Bounce (S06E16), outra pessoa finge ser Tony. Mas dessa vez, tivemos três Tony’s DiNozzo: dead Tony, tall Tony e tiny Tony.

Achei bem engraçada toda a situação de vários DiNozzo’s em um episódio. Mas, convenhamos, eles não eram tão parecidos assim (apesar de ter achado o tall Tony uma gracinha). E o que foi interessante foi a crise existencial do Jr, sem saber quem era, quais eram seus propósitos... Acho que isso foi um tipo de wake up call para os espectadores, indicando que ele vai sair para ir atrás de seus reais objetivos, de sua motivação.

Além disso, todas as cenas em que ele se lembrava de quem era a culpada por trás de tudo e como Leah, ou Elizabeth Elliott, havia roubado sua identidade foram ótimas. Fiquei extremamente encantada com a conexão que eles fizeram entre After Hours (S13E17) e Charade. Quando a vi pela primeira vez não imaginei que ela seria uma criminosa. Mas toda a relação entre ela e DiNozzo tornou o episódio ainda mais interessante. 


Paralelo a isso, tivemos McGee e Bishop empolgados para descobrir um nome disponível para mandar para o concurso que decidiria como o novo Porta-Aviões iria se chamar, cortesia da SECNAV. Juro que, quando Tim apareceu com a lista com mais de 50 possíveis nomes, me vi perfeitamente nele: quando se empolga com uma coisa, não consegue parar e inventa milhares de outras conectadas a isso. E quando achei que esse episódio não me faria chorar, vem a Bishop com aquele nome, como se fosse uma facada. USS Admiral John McGee. Como não se emocionar? Só de lembrar já comecei a querer chorar novamente. E aí é que me pergunto como alguém pode ainda não gostar da Bish.

Apesar de ter aparecido pouco, gostei muito de todas as cenas do Gibbs, principalmente quando ele chega na squad room preocupado se o suposto agente morto era realmente Tony. Além dele, Ducky também apareceu pouco, mas me fez realmente rir com a piadinha boba que fez para Tim. Abby teve um pouco de destaque merecido, principalmente na cena em que estava processando o apartamento de Tony e deu uma bronca nele. Bem merecida, por sinal. Já Vance... Bom, nas pouquíssimas cenas dele, fiquei bem feliz da presença do diretor no episódio. Mas quero mais. E quero Jimmy. Muito Jimmy.

P.S.: É esse visual que eu quero para o Gibbs – as roupas arrumadinhas e o cabelo também. Nada daquela história de cabelo grande. Mas admito, sinto falta do corte militar;
P.S.2: Que saudades estava do meu baby McGee <3

“Look, I don't understand half of what you're talking about right now, okay? And we don't have time for an existential crisis. Listen to me. You are Very Special Agent Anthony DiNozzo. You survived the pneumonic plague. You saved Gibbs from drowning. But you know what? More than anything you're one of my best friends.” – Timothy McGee
Reações:

Sobre o Autor

 
Top