Comentários
Ayla Aguiar Ayla Aguiar Author
Title: [REVIEW] ONCE UPON A TIME S05E16 – OUR DECAY
Author: Ayla Aguiar
Rating 5 of 5 Des:
Olha eles dois! Finalmente a historia do Hades e da Zelena vai ser revelada, vamos saber o que aconteceu, e que, como sempre, vai encai...

Olha eles dois! Finalmente a historia do Hades e da Zelena vai ser revelada, vamos saber o que aconteceu, e que, como sempre, vai encaixar confusamente na timeline, mas né, como sempre acontece, vida que segue. Então, esse episódio teve umas reviravoltas, que olha, eu estou chocada, apenas, porque eu nunca iria imaginar que iria acontecer, juro pra vocês.

Então, deixa eu contar pra vocês: primeiro, eu realmente gosto da Zelena, tirando o plot dela ter engravidado do namorado da irmã por inveja, eu realmente gosto dela, porque boa parte das cenas que a envolvem são no mínimo engraçadas demais certo. E, como sempre, nesse episódio centrado nela e no Hades não foi diferente. Eu me sentei na frente do episódio para aplaudir a Zelena, como sempre. Ela está apenas maravilhosa nesse episódio 16 viu. E Hades, nojento como sempre.


A primeira surpresa do episódio vem justamente dela: eu percebi que finalmente a nossa verdinha pode mudar pela filha num futuro próximo da série, pois a Zelena ficou realmente desesperada para achar a menina. E para Belle, mesmo sendo minha personagem preferida (nos contos de fadas): devolve a criança miga, você não tem esse direito. Zelena quase virou o arco-íris de desespero ao ver o bebê se afastar, e ela não poder fazer nada para protegê-la do Hades.

Enquanto isso, descobrimos mais de onde ela conseguiu saber dos ingredientes para voltar no tempo, e fazer isso em Storybrooke, já que uma Dorothy já adulta (gracinha a menina, gente) impede nossa bruxinha verde. E com a ajuda do Hades pelo episódio, eles tentam ir atrás tanto desse feitiço, quanto de uma cura para uma maldição que o Zeus colocou no nosso Deus do Submundo. E nem por isso eu amo esse cara, só me fez odiar mais esse imbecil.


Nessas histórias rolando, Zelena corre para quem ela sabe que pode ajudá-la: Regina e Robin. E no outro canto da cidade: Belle descobre que está gravida, enquanto o Rumple conta para ela o motivo que ela está ali embaixo, com o bebê da Zelena, o da própria e um acordo mais do que maligno do Rumple. E essa é a outra surpresa do episódio: ele ter contado. Meu queixo foi ao chão! Eu fui ao chão. Eu jurei de pé junto que ele nunca ia contar, e que ela ia ficar no escuro, sendo trouxa like always, e ele tentando resolver da pior maneira. Mas menino, Rumple merece ser aplaudido de pé por uns minutos.

Pois então, esse episódio foi todo deles dois: nosso senhor das trevas e bruxinha verde. Já que o Rumple ganhou metade do episódio arrasando ao contar a verdade e ser totalmente sincero com a Belle, falando sobre quem ele é, e que isso apenas não vai mudar, que ela terá que ama as duas versões dele: o homem por trás da fera, e a Fera, ela não pode ter um separado.

E a Zelena ganhou o resto, pois eu me acabei de chorar na cena que ela amamenta a filha, em que ela entrega a bebê para o pai, porque ela sabia que não teria como protegê-la do Hades, e ali eu vi: ela pode sim ter a própria redenção com a filha, já que ela tem sim “uma família a amar, a filha, e que seria muito bom, obrigada, continuar a procurá-la”. Nunca gostei tanto dessas cenas da minha verdinha, essa maravilhosa.


Resto do pessoal se apagou no foco a esses dois. E os detalhes finais: eu acho que essa historia do Henry não lembrar o que escreve, tem a ver com o telefone em que os Charming foram se comunicar com o filho. Só acho. Também teve esse romance do Hades com a Zelena finalmente explicado, e eu consegui entender totalmente o lado dela (do Hades também, eu sei que ele realmente a ama, ou estou sendo trouxa, enfim, só acredito mais nisso ter um propósito, como a vingança contra Zeus também). Não é fácil se confiar em alguém que tem os mesmos objetivos que você, com um maior, se livrar de vez do Submundo.

A Zelena tem esses dois lados, de vilã e pessoa devastada querendo proteger a única pessoinha que ama, que me fascinam, por que você vê o quanto ela é boa, só não teve o melhor pai, e muito menos mãe. E consigo entender ai o caminho dela.

P.S: Deixem a Zelena tomar conta da filha, ela pode, ela tem essa capacidade, pelo amor de Deus.

P.S 2: Sim, lembrei muito da Livian Aragão (filha do Rento Aragão, o Didi) com a Dorothy huahuahauhauhau

Reações:

Sobre o Autor

 
Top