Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: [REVIEW] AWKWARD - S05E23/24 - SECOND CHANCES/ HAPPY CAMPERS, HAPPIER TRAILS
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
Eu nunca fui boa com finais, sejam de livros, filmes, séries, relacionamentos, pessoas. Mesmo quando aquilo não me agrada tanto como ...



Eu nunca fui boa com finais, sejam de livros, filmes, séries, relacionamentos, pessoas. Mesmo quando aquilo não me agrada tanto como no começo, sempre dá a sensação de que um pequeno universo se destruiu e agora não há mais nada a ser feito. Parece um grande drama, mas quem realmente vê séries, e acompanha aquilo por anos, consegue se lembrar das temporadas junto das fases da vida, vai entender.


Quem não tem aquela série de 20 minutos que vê correndo quando está comendo? Ou usa para se recompensar quando termina uma parte de um longo trabalho? Obrigada Parks and Recreation pela ajuda durante as trevas que foram a faculdade. Não tem jeito, você se envolve com elas, por mais que queira usá-las para relaxar, se pega pensando no futuro dos personagens, nos mistérios, naquele episódio merda, naquele ótimo.


Minha experiência com Awkward veio pelo total acaso, olhando várias sinopses, vi uma sobre a garota que todo mundo achava que tinha tentado se matar. Primeiro capítulo me conquistou, virou um pouco momento nostalgia dramas teen e guilty pleasure, até que eu resolvi que gostava mesmo da história e dane-se. Nas últimas cinco temporadas dessa série, ri muito, chorei demais SOU DESSAS ME JULGUE, me liguei nos furos de roteiro (Cadê a Ming, Jesus?), passei a gostar dos vilões, perdoei a mãe da Jenna, amei o Matty, odiei a Jenna, amei a Jenna, odiei o Matty, me entreguei aos personagens. O final não foi como eu tinha pensado, ou melhor, foi um pouco como eu tinha previsto, mas não que eu quisesse assim.


Devo dizer que não queria a Jenna em outra faculdade, amei os amigos hipsters da Jenna e o jeito seguro que ela estava lá.  Acho sim que o Luke pressionou, ele é sim o cara perfeito, mas não perfeito para a Jenna. Apesar disso, queria um fim de namoro mais digno para os dois, no qual seria um término sem direito a voltas.


Minha grata surpresa foi ver a Val lá, ela fez tanta falta na série, o alivio cômico dela com a Lacey e a Ally eram ótimos. Outro ponto muito mal aproveitado nesse fim de série, já que nessa pequena interação com a Sadie deu para ver como ela era o ponto perfeito entre o creep e o engraçado. 


Porque nesses dois capítulos, o que rolou foi emoção. A Sadie pedindo desculpas derreteu o meu coração, ela talvez nunca mude e sempre seja um pouco escrota, mas acho que não dá para duvidar que há amor de verdade para com os amigos e o Sergio.  Ela sempre esteve lá para o Matty, mesmo que fosse para dizer umas verdades na cara dele ou defendê-lo de si mesmo.


Percebi o crescimento desses personagens tão queridos quando vi o amadurecimento do Matty. Ele falou o que sentia pela Jenna, mas, diferente das outras vezes, não colocou a marimba de escolhê-lo nas mãos dela, deu espaço para que ela pensasse no próprio crescimento pessoal. Talvez o maior problema deles em todos esses anos de louco relacionamento seja nunca terem respeitado o espaço um do outro, sempre tentando interferir no que o outro era e não parando para compreender. E além do mais, esses dois se amam e vai ser sempre assim.


Fiquei feliz por muitas coisas nesse finale: pela Tamara que resolveu caminhar com os próprios pés, pela Lissa que começou a reger a própria vida e pelo Jake que finalmente vai acreditar mais em si mesmo. Podiam ter dado mais detalhes disso, né? Afinal, a gente acompanhou esse pessoal por muito tempo.


Sim, fiquei feliz, mas não satisfeita. Como eu disse, não foi o que eu queria, foi corrido, não teve todas as pontas amarradas do jeito certo, no final do último capítulo ainda fui no BS para ver se era mesmo o último.  É o velho ditado, vamos fazer o que, né?

Ainda não achei uma série como essa, e as que encontrei foram canceladas hahaha. Me despeço agradecendo a todos que leram as reviews aqui e dizendo que mesmo muitas vezes nos decepcionando, a série teve a sua dignidade no final e que eu vou sentir falta, de verdade.


Reações:

Sobre o Autor

 
Top