Comentários
Maluci Vieira Maluci Vieira Author
Title: [REVIEW] OUTLANDER - S02E13: DRAGONFLY IN AMBER
Author: Maluci Vieira
Rating 5 of 5 Des:
“Independente de você dizer adeus ou não, eles se vão, e você tem que continuar vivendo sem eles.”  Roger crescido, que amor! Não p...

“Independente de você dizer adeus ou não, eles se vão, e você tem que continuar vivendo sem eles.” 

Roger crescido, que amor! Não pensei que nessa temporada já íamos ver ele e Brianna em idade adulta. Já estou completamente apaixonada por esses dois. Até Fiona teve um espacinho para mostrar as suas características, sempre muito atenciosa e um pouco ciumenta, ou cuidadosa, se preferir. O que eu realmente esperava era ver como seria o visual de Claire, descrita sempre como alguém que não parecia ter envelhecido. Bom, conseguiram passar a mensagem. Não exageraram na maquiagem e o cabelo com fios brancos ficou bem adequado. As cenas aconteciam exatamente como eu imaginava enquanto lia. 

Caitriona conseguiu transmitir todas as emoções perfeitamente, o olhar de Claire para a arma, era como se com um toque ela pudesse voltar para aquele época. É como quando você fecha os olhos, se concentra e por um breve instante parece que você pode ir para qualquer lugar que imaginar. Foi horrível ver Claire de volta a Lallybroch lembrando de todas as pessoas que ela já amou e hoje estão mortas. Não há nem mesmo vida no local, só fantasmas. Bree também visitou locais onde seu pai já passou e sofreu, mas como ela não sabia da verdade ainda, foi apenas mais uma visita a pontos turísticos. 


O dia da batalha chegou e apesar de todas as tentativas de Claire e Jamie para evitar isso, nada faria Charles mudar de ideia, pois ele ainda tinha o tipo de fé que o deixava cego. A última carta na manga que o casal tinha era drástica, matar Charles Stuart, mas era a única alternativa para talvez evitar a morte de tantos outros homens. Infelizmente, Dougal presenciou todo o planejamento. Apesar de todo o mal causado por Dougal, não queria que aquele tivesse sido o fim dele, morto pelas mãos de seu sobrinho. Apesar de ser uma questão de vida ou morte, foi muito triste ver Claire e Jamie matando Dougal juntos. 

Rupert entrando no cômodo e flagrando o assassinato me deu o segundo frio na barriga, mas até nesse momento a honra veio em primeiro lugar ao deixar que Jamie resolvesse o que precisava antes de pagar por aquilo que fez. Após resolver o que seria feito a respeito de Lallybroch e do seu clã, deixando nas mãos dos dois homens que ele mais amava e confiava, Jamie precisou tomar uma decisão dolorosa, mas indiscutível quando se pensa que ele estava garantindo a segurança de sua filha e de sua esposa. Claire e Jamie se despedindo de Fergus e admitindo aquilo que todos nós já sabíamos, que o amor deles pelo garoto é amor de pai e mãe, já me fez chorar. Imagina então a despedida entre Claire e Jamie! Com direito a escolha do nome do bebê e presente para quando esse ficasse mais velho, foi tudo perfeito. 


Nunca encontro nada para criticar na série, mas acredito que a cena da Geillis viajando no tempo poderia ter sido mais emocionante. A apresentação da personagem foi ótima, mostrando como ela sempre foi cativante e defendia a causa com ferocidade, mas faltou um pouco de conexão com Claire ou Roger no fim. A vantagem foi ter acabado exatamente onde começou, sempre somos puxados para Craigh na Dun. Não fosse dessa forma, Bree provavelmente nunca iria acreditar em sua mãe. Mesmo observando Claire desabando na frente da filha e contando toda a verdade, seria difícil mesmo acreditar na história. 

Só alguém que viveu tudo aquilo na pele entenderia. Claire tem um ponto de vista válido sobre cada peça do museu, sobre cada parte da história e pode ir além, pode dar detalhes e contar como se sentia a respeito de tudo aquilo. Como quando encontrou a libélula presa no âmbar, que estava descrita como um dos objetos encontrados no campo de batalha, mas que para ela tinha um sentido que ia muito além. Só sei  a Claire foi mais forte que eu ao segurar o choro no campo de batalha. Como deve ser terrível imaginar que a partir do momento que ela atravessar a pedra, Jamie estará morto. Não é a toa que tudo muda quando ela descobre que Jamie continua vivo. Tudo ganha vida, tudo ganha cor. Ainda há esperanças para esse casal. 

Até a próxima temporada!!

Reações:

Sobre o Autor

 
Top