Comentários
Bruno Marcelino Bruno Marcelino Author
Title: [REVIEW] PITCH: S01E03 - BEANBALL
Author: Bruno Marcelino
Rating 5 of 5 Des:
Depois do final do segundo episódio e com Al expulso de campo, temos um novo técnico. O ápice da primeira parte do episódio é quando ve...

Depois do final do segundo episódio e com Al expulso de campo, temos um novo técnico. O ápice da primeira parte do episódio é quando vemos Ginny em campo como rebatedora e não como como arremessadora. É uma tarefa nada fácil quando uma mulher tem que competir com homens no esporte, ainda mais quando ela provoca uma briga de boladas, a pressão que os telespectadores criaram no estádio é sentida a todo momento, todos muito nervosos e até com cara de desconfiança sobre a escolha de Baker para rebater.

O ‘’romance’’ de Mike e Amelia é algo que precisa ser comentado, espero que a produção não leve o relacionamento dos dois adiante e com certeza quando Baker souber dos dois não vai ficar nada feliz. Não sinto química nesse casal e acho até sem graça fazerem os dois se relacionar. Eu mesmo romantizei a amizade de Mike com Ginny e hoje eu não vejo nada mais que dois amigos, espero que a amizade dos dois possa crescer cada vez mais e espero mais ainda que a produção não estrague criando um romance aonde não tem.

Baker recebe uma mensagem que nos leva a um flashback onde mostra Trevor, seu ex namorado, e com os flashbacks entendemos o motivo de Ginny não sair com jogadores. Trevor prometeu muitas coisas a Ginny e acabou que ela se decepcionou com o cara que ela mesmo gostava, ele foi um verdadeiro babaca em todos os sentidos em falar que iria deixar a carreira para ficar com ela e acabou que não cumpriu o que tanto falou. Se uma coisa muito me entristeceu na parte dos flashbacks foi quando Baker deu a conta para Trevor pagar, ela que se diz tão independente basicamente trocou a conta por sexo, cadê a representatividade de gênero que eu via a dois episódios atrás? Espero muito que eles não deem esses deslizes novamente.


A situação que Baker criou deve pesar muito nos episódios que virão, as fotos devem vazar isso vai causar um desconforto maior ainda com o time. E isso tudo por culpa da confiança que ela colocou no Trevor, talvez seja ele mesmo que tenha feito isso, não confio mais em uma palavra que ele diz.

Os momentos onde o time está jogando, sem dúvida, são os melhores. Toda tensão, pressão e rivalidade criada em campo é sentida a todo instante e isso dá um tom maravilhoso para a serie. O jeito em que os companheiros de equipe lida com Baker ainda é um pouco chato mas mesmo assim ela vem se mostrando uma verdadeira profissional e disposta a ajudar o time. A tensão sobe ainda mais quando Ginny percebe que o receptor dos Cardinals é na verdade o seu ex, Trevor, e ela enfrenta ele por que acha que o ‘’Montanha’’ está com medo de acertar a bola nela e ela se vê chateada. A briga foi muito boa de se ver e quando Baker e Tommy são expulsos do jogo e saem andando lado a lado percebe-se que as atitudes de Tommy devem mudar em relação a ela, e eu espero que sim.



A jogada de Al em querer segurar o seu emprego foi muito boa, jogou conforme o jogo e mostrou o seu ponto de vista para Maxine, tanto que isso acabou salvando o seu emprego. Gosto do Al e demitir um técnico que está junto do time durante 11 anos não é nada fácil. 
Reações:

Sobre o Autor

 
Top