Comentários
Bruno Marcelino Bruno Marcelino Author
Title: [REVIEW] JANE THE VIRGIN - 03E03: CHAPTHER FORTY-SEVEN
Author: Bruno Marcelino
Rating 5 of 5 Des:
Temos, até então, um episódio digno de uma novela mexicana. Desde que eu comecei a acompanhar Jane e suas aventuras sempre tive a sens...

Temos, até então, um episódio digno de uma novela mexicana.
Desde que eu comecei a acompanhar Jane e suas aventuras sempre tive a sensação de estar vendo uma grande novela mexicana misturada com alguma coisa americana. Jane the Virgin pra mim nunca teve totalmente a essência americana e isso sempre foi deixado muito claro em seu roteiro e plots twists e é isso que difere Jane the Virgin de qualquer outra série que tenha hoje na televisão americana.

Depois de muitos episódios temos Jane perdendo a sua virgindade e deixando a sua pureza de lado. Talvez as cenas onde Jane e Michael estavam junto durante esse episódio foi o que mais me atraiu a atenção pois a todo momento parecia que os dois iriam transar e toda a tensão sexual que foi criado foi deixada de lado quando Jane percebe que nem tudo é do jeito que a gente espera. Assim como todos nós, ela criou muitas expectativas da sua primeira vez e percebeu que nada é do jeito que ela imaginou, nem toda a primeira vez é perfeita e da Jane realmente não foi. Michael ficou decepcionado por não ter dado satisfação a sua mulher e Jane que pela sua cara, não achou isso tudo mas o casal tem que pôr na cabeça que intimidade sexual é construída com o tempo e eles tem muito tempo para construir essa intimidade junto e mentir não é a melhor solução para ninguém e eu digo isso por saber o quão ruim é mentir sobre esse assunto.


Se teve uma coisa que muito me deixou animado foi a história do Rogelio querendo colocar ‘’The Passion of Santos’’ na CW, foi muito engraçado, a zoeira da Jane quando falou que não conhecia o canal e Rogelio falando dos super-heróis do canal. Se esse não foi o melhor momento do episódio, eu não sei qual poderia ser. Eu tive uma crise de risos quando Rogelio descobriu que não era ele quem iria estrar Santos e sim Rob Lowe, os xingamentos e tudo o que envolveu essas cenas do Rogelio foi a melhor coisa mas o que o mais eu notei foi que a relação de Rogelio e Dina acabou e não passam de dois profissionais.

Rafael se ‘’preocupando’’ com Luisa foi o que mais me deixou triste durante o episódio, achei forçado e sem sentido, depois de tudo que passou, depois dele não ter se quer visitado a irmã quando ela esteve na reabilitação, ele se preocupa com ela? Eu achei bem forçado e sem sentido. Sin Rostro ficou maravilhosa no episódio, eu adoro a vilã e ver ela, talvez, se apaixonando por Luisa de verdade, tentando a reconquistar novamente foi muito bonito e gostoso de ver mas eu entendo muito o receio de Luisa, não deve ser nada fácil namorar alguém que só ferrou com a sua família.


Como sempre digo nos finais das minhas reviews, JTV sempre te entrega bons episódios, talvez esse não tenha sido o melhor mas não foi o pior. Teve tudo o que a série promete desde a sua primeira temporada. Espero que não mudem o nome da série, não teria grande sentido, mesmo Jane não sendo mais a virgem.  
Reações:

Sobre o Autor

 
Top