Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: [ESPECIAL] 10 LIVROS PARA NÃO PERDER A ESPERANÇA
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
"Nem tudo que é ouro brilha,/ Nem todos que vagam estão perdidos;/O velho que é forte não murcha,/ O gelo não atinge raízes profu...


"Nem tudo que é ouro brilha,/ Nem todos que vagam estão perdidos;/O velho que é forte não murcha,/ O gelo não atinge raízes profundas./ Das cinzas um fogo deve ser acordado,/ Uma luz das sombras brotará;/ Renovada será a lâmina uma vez quebrada,/ O plebeu novamente será rei."-Senhor dos Anéis, J.RR.Tolkien

Essa semana estávamos discutindo, em uma aula, os efeitos das guerras nas pessoas, e ouvi uma frase que tem me assombrado desde então: “não há nada de errado em ficar doente vendo os horrores da guerra, na verdade, o estranho é não surtar perante tanto desespero”. Se há uma unanimidade entre nós, essa é que 2016 foi um ano, no mínimo, de profundas mudanças e, mantendo as devidas proporções, a frase anterior se aplica muito bem. Muitas pessoas que conheço, inclusive eu, sentiram esses efeitos em diferentes graus, se voltando para a apatia ou para o estilo de Beszel e Ul Qoma procuraram desver para aguentar. 

Mas não se pode ignorar para sempre, na verdade, é fisicamente impossível pois sempre chega o momento em que nos pegamos chorando no banheiro ou em locais aleatórios. E como diria Conde Olaf, o mundo é injusto, nesse caso, como suportar? Como não sucumbir? A resposta que eu encontrei é a mesma que sempre me deu segurança: a literatura. Em momentos de medo e tristeza, é maravilhosa a sensação de ler um livro com o qual você consegue manter uma conversa, como se os autores pudessem responder às suas inseguranças com um Carry On.


Nós precisamos de esperança, e todo o tipo de esperança, não só aquela fácil que surge em um final feliz, mas também aquela que nos mantém seguindo em um percurso difícil e tortuoso, até mesmo, quando nada dá certo no fim. E por isso selecionei dez livros e dois bônus que falam um pouco sobre cada uma delas.

1 - Um Apelo a Consciência - Martin Luther King Jr.
Começarei logo com um tiro, para você, que precisa de inspiração, sentir que, se um mundo que foi capaz de gerar pessoas tão nobres, talvez não esteja de todo perdido. Nesse livro estão os principais discursos e sermões de Martin Luther King Jr., onde, em cada palavra dele, podemos ver a verdade na qual acreditava e pela qual morreu. Se esse homem que viu tanta dor, injustiças e violências, conseguiu manter a cabeça erguida ainda há chance para todos nós.


2 - O Doador de Memórias - Lois Lowry
Essa é uma história curta, que se consegue ler em menos de duas horas, mas que se leva para a vida. Fala sobre lembrar do que realmente importa, não esquecer os sentimentos bons e que família está muito além do sangue, está naqueles que você quer proteger e que querem te proteger também. Mais importante ainda, às vezes, a atitude mais saudável é passar a questionar se onde você se encontra hoje é o lugar que você deveria estar.



3 - Manual prático de bons modos em livrarias - Lilian Dorea
Sabe o que leitores gostam de fazer além de ler? Falar sobre livros e tudo o que envolve esse mundo. Nessas crônicas da rotina de um livreiro, é possível se identificar com muitas das esquisitices que acontecem nesses ambientes tão queridos que são as livrarias. O que é sempre um incentivo para pagar uma visita a um desses locais, que se tornam refúgios seguros para quando tudo o que você precisa é ficar lendo sinopses e vendo capas diferentes.


4 - À espera de um milagre - Stephen King
Foi quando finalmente li esse livro que entendi o quão completo um autor podia ser, desde o terror até o mais profundo drama. Essa é uma das histórias dos caminhos tortuosos, há um nível muito alto de sacrifício e a tristeza é grande. Talvez uma das melhores discussões sobre perda e envelhecimento, além do até que ponto se pode aguentar a dor. Você vai chorar nessa história, mas às vezes é disso que se precisa.


5 - Fahrenheit 451 – A temperatura que os livros queimam - Ray Bradbury
Na santíssima trindade das distopias (Fahrenheit, Admirável Mundo Novo e 1984), sempre achei que esse era o que passava a melhor mensagem sobre força e curiosidade. Mesmo em tempos sombrios sempre existirão pessoas que vão se arriscar para manter viva a busca pelo conhecimento, para manter as histórias, nossas histórias, encontrando quem queira ouví-las.



6 - A Arte de pedir- Amanda Palmer
O titulo é bem autoexplicativo, mas vai bem além de simplesmente aprender a aceitar ajuda. Fala sobre auto sabotagem, baixa autoestima e, principalmente, medo de mudanças. É um memoir, mas que mostra o quanto todos compartilhamos dos mesmo problemas. Foi com Amanda que aprendi um termo que venho tentando combater internamente: A Patrulha da Fraude, aquelas vozes na sua cabeça que sempre estão lá dizendo que você não é bom o suficiente e que todos vão descobrir isso.


7 - Extraordinário - R.J. Palacio
Um caso extremo, mas que toca nos pontos sensíveis sobre bullying, aceitação e os pequenos e grandes dramas que cada um vive em suas vidas. É sempre a questão da alteridade que bate as nossas portas, como entender o outro? E, em muitos momentos, como entender e aceitar a nós mesmos. A força dessa história está no quanto estamos dispostos a nos abrir para novas experiências.


8 - Assassinato na casa do Pastor - Agatha Christie
Falei aqui sobre momentos de dor, de superação, medo, mas em boa parte do tempo, o que vai realmente nos tirar do marasmo e injetar um pouco de emoção em nossas vidas é uma boa história de detetive, e ninguém melhor para isso do que a Rainha do Crime. E com umas das minhas personagens favoritas, Miss Maple, o tipo de senhorinha que eu sou doida para virar. Sendo esse um dos melhores livros, daqueles em que você fica “Não acredito! Como eu não desconfiei antes???”


9 - Pollyanna - Eleanor H. Porter
Você quer ler algo sobre amor? Quer ler algo sobre esperança? Quer sair com um sorriso bobo por aí? Leia Pollyanna, meu comfort book. Esse foi provavelmente o primeiro livro que li, e para qual eu sempre volto em momentos que eu preciso acreditar na inocência e na amizade. A história é sobre uma menina alegre que perde os pais e vai morar com a tia sisuda, e muda a realidade do vilarejo do interior para sempre, bem sessão da tarde sim, bem fofinho e melhor que tudo, a autora escreve muito bem.



10 - Como treinar o seu dragão – Série - Cressida Cowell
Sim, é infanto-juvenil! Sim, é uma história muito loka sobre vikings e dragões! E sim, você deve lê-la o quanto antes. Um livro sobre aprendizados e desenvolvimento da confiança, entre uma criança e o seu pet/transporte de guerra nada convencional, mas também sobre um pai e um filho nada parecidos. Fala sobre as expectativas que colocam na gente e sobre como não devemos nos deixar sufocar por elas.

Bônus

Sandman - Neil Gaiman
Como o senhor do Sonhar no seu melhor estilo punk anos oitenta pode encher os nossos corações de esperanças? Nos levando a pensar em todas as coisas que fizemos na vida, tentando consertar o que podemos e aceitando, quebrado mesmo, o que não. Lembro de ter chegado a última página pensando que devia ser assim que os gregos se sentiam vendo as peças trágicas nos momentos de catarse.


Desventuras em Séries - Lemony Snicket
Foi por causa dessa série que me bateu a vontade de fazer essa lista. No final do último livro, você entende o que sempre manteve os Baudelaire seguindo em frente mesmo diante de toda a perfídia do mundo, a esperança de que, de alguma forma, as coisas iriam melhorar e mesmo que não melhorassem, pelo menos mudariam. E é muito melhor uma nova perspectiva mesmo assustadora e desconhecida do que a velha tristeza de sempre.

Por fim, FORÇA AMIGO, vai dar tudo certo!
Conte também qual o seu livro que te mantém seguindo em frente.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top