Comentários
Dessa Piccinini Dessa Piccinini Author
Title: [LIVROS] RESENHA - AMOR PLUS SIZE
Author: Dessa Piccinini
Rating 5 of 5 Des:
Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao pes...


Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida?
Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz. 
Neste romance corajoso e cheio de reviravoltas, Larissa Siriani narra a história de uma jovem descobrindo seu lugar no mundo, construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento.


Peço perdão antecipado pelo que prevejo ser uma das maiores resenhas e mais cheia sobre mim que já escrevi na vida.

Eu realmente não sei como começar a escrever essa resenha. Ler Amor Plus Size não foi só uma simples leitura – foi uma experiência de vida. Foi como realmente encontrar um livro que me representa, foi sorte, foi amor, foi eu marcando cada pedacinho do livro pois Mai e eu somos parecidas de mais.

Fui eu acreditando, mais um pouquinho em mim mesma, porque Maitê o fez (e acreditando em relacionamentos também, mas esses eu deveria desacreditar mais uma vez).

Para que vocês consigam entender, eu preciso introduzir um pouco de Maitê e, automaticamente, um pouco de Andressa para vocês.

Maitê é uma garota de 17 anos que pesa pouco mais de 100 kg, vive com um irmão fofo de 10 anos (será que dá pra trocar de lugar com o meu aborrecente de 13?), um pai amoroso e uma mãe neurótica e controladora. Viveu boa parte da adolescência com o fantasma do peso sobre ela e infinitas tentativas de emagrecimento e reeducação alimentar. Além de tudo, possui um crush em Alexandre, o garoto mais gato da escola, um melhor amigo chamado Isaac (<3) e duas amigas da escola Josi e Val.

Eu não pude deixar de ver uma proximidade enorme entre Mai e a Andressa de 17 anos (e até a de 21 que escreve hoje). Eu sempre fui acima do peso, com 17 anos pesa meus 75 kg, tinha (e tenho) peitos fora de proporção e também lutei com dietas, exercícios e esperanças de um dia me tornar bonita. Batalhei com isso, ou melhor, batalho com isso diariamente. Meu peso sempre foi um motivo de vergonha, de ódio e de baixa auto estima – exatamente como Mai no começo do livro (e por essa razão tenho vários trechos marcados, pois Mai expressava exatamente coisas que eu senti/sinto). E hoje não é tão diferente, posso ter me aceitado um pouco, mas depois de dois meses em uma dieta rigorosa (saudades pizza e sorvete) e sete quilos a menos (voltando ao meu peso dos 17 anos), eu ainda me sinto absurdamente horrorosa, como se nenhum homem fosse me olhar duas vezes e se sentir atraído pela minha cara (e corpo) de Fiona – Mai, te entendo completamente!!

E é por isso que essa leitura foi tão importante, é um livro brasileiro que empodera o corpo que é diferente, o corpo que não entra nos padrões de beleza pregados por boa parte da sociedade. O padrão que me transformou em uma mulher de baixa auto estima por boa parte da minha vida, que me faz acordar de manhã e precisar repetir que eu sou bonita exatamente do jeito que sou e que não preciso de um homem ou de que a mídia me diga isso. Eu só preciso acreditar.

Um livro que me mostrou que eu posso ser bonita do jeito que sou e que eu posso encontrar alguém que também achará isso. Um livro que me encheu de esperança e vontade de viver, mas ao mesmo tempo, me mostrou tudo que já poderia ter vivido.

Ler Amor Plus Size foi uma série de momentos em que eu parava a leitura e dizia: eu já pensei isso, já senti isso, já desejei isso. Já amei platonicamente e disse que ele nunca poderia gostar de alguém como eu (e para ser bem sincera, ainda penso assim), exatamente como Maitê olhava para Alexandre, já invejei colegas de faculdade ou de escola, como Mai fez com a Duda, desejando ter aquele corpo ou aquela vida.

Larissa cria um enredo cativante, uma personagem real que mexeu com meus sentimentos a cada página. Pela primeira vez na minha vida, eu não precisei imaginar uma personagem magricela que não parecia em nada comigo, eu pude me identificar 100% com os sentimentos de Maitê, suas dores medos e desesperos. Eu li, pela primeira vez em minha vida, um livro que me representa.

O romance em si, o casal e como tudo se desenvolve, é bem óbvio e não me surpreendeu, mas fez meu coração pular vinte vezes do peito? Certamente! Isaac é o melhor amigo que vira paixão que eu adoraria ter em meu prédio. E Alexandre.... Bem, ele me lembra um xará e isso basta para que eu não torça para ele.

Outro ponto importante criada por Larissa é a história de Duda. A garota linda da escola, magra e perfeita que implica com Mai o tempo todo, a chamando até mesmo de baleia. Duda é igual a muitas das meninas que eu já invejei e desejei passar um dia na vida delas. Mas Duda também tem sua história e seus problemas. E isso apenas me fez lembrar das garotas e tentar decidir se alguma delas passou por algo parecido igualmente a Duda.

Amor Plus Size me trouxe tantas emoções e ao mesmo tempo tanto amor próprio. Mudou mais um pouco, me desconstruiu mais. Fez me amar mais um pouco. Quero ser mais como Maitê, encontrar um homem que ache que sou bonita, mas, principalmente e acima de tudo, quero encontrar o amor próprio que Mai encontrou e aprender a viver dentro da minha própria pele.

Por fim, queria deixar um recado para Larissa Siriani: muito obrigada. Muitíssimo obrigada por escrever esse livro, ele significa mais do que pode imaginar para essa jovem mulher que ainda está descobrindo o amor próprio.



Título: Amor Plus Size
Autora: Larissa Siriani
Ano: 2016
Páginas: 280
Editora: Verus

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top