Comentários
Camila Rheinheimer Camila Rheinheimer Author
Title: [PRIMEIRAS IMPRESSÕES] Z: THE BEGINNING OF EVERYTHING
Author: Camila Rheinheimer
Rating 5 of 5 Des:
"As coisas são melhores quando estão perdidas. Eu sei, porque uma vez eu queria algo e consegui. Era a única coisa que eu queria des...
"As coisas são melhores quando estão perdidas. Eu sei, porque uma vez eu queria algo e consegui. Era a única coisa que eu queria desesperadamente. E quando eu consegui, virou poeira em minhas mãos."

Com essa frase de efeito, é assim que começa o piloto de Z: The Beginning of Everything. Uma série com produção da AMAZON, e disponível em seu streaming Amazon Prime Video desde 4 de Novembro de 2015. Sim, sua estreia já é antiguinha, mas sua continuidade será agora, dia 27 de janeiro de 2017. 

A proposta fica bem evidente, pretende puxar a protagonista da sombra de seu famoso marido, e mostrar ao mundo que Z. NÃO é A ESPOSA de F., Z é Zelda, que por acaso, é a esposa de F. Scott Fitzgerald.

ELA É EMPODERADA. 
ELA É BAILARINA, 
ELA É PINTORA, 
ELA É AUTORA DE “ESTA VALSA É MINHA”,
 E ELA É AGITADORA CULTURAL.

Tudo inicia com a vida um tanto desregrada de Zelda Fitzgerald - Wandinha Addams dizendo Olá -, será que eu deveria dizer d-e-s-r-e-g-r-a-d-a? Pois Zelda escolhe, ela transpira esse poder de escolha, ela faz suas próprias regras. Zelda vai onde quer com quem quer e do jeito que quer. Somos apresentados a sua família e amigos um tanto conservadores, ou melhor, adeptos aos costumes de sua época, porque é bem isso, Zelda nasceu e viveu sempre à frente do seu tempo... O que creio ter sido a fonte de ignição para tantos tormentos e sofrimentos. Internos e externos. Chega um momento em que tudo transborda, em que tudo explode.


Já de cara em 1918 acontece o primeiro encontro entre Zelda e Francis (David Hoflin – desconhecido pra mim -), durante um baile em Montgomery, Alabama - EUA. Uma reunião para os homens (soldados) enviados para a França pra lutar na 1º Guerra Mundial.

O futuro casal está lendo durante o episódio:
(...) Eles estão lendo o mesmo livro. Sister Carrie by Theodore Dreiser (…)

Instantaneamente em que F. Fitzgerald se encantava por Zelda, ela já demonstrava toda sua força artística e autodestrutiva. Bastante atenção pra esse AUTODESTRUTIVA aí.

"Às vezes eu não sei se Zelda e eu somos reais 
ou se somos personagens de um dos meus romances” (F. Scott Fitzgerald)

Então ¿ O que acham de dar uma chance para as sensações que serão causadas por essa nada modesta Senhorita? Ela irá mexer com vocês, de um jeito ou de outro, pois foi apelidada de “A primeira Melindrosa Americana". E creio que não tenha sido de graça...

Algumas curiosidades pra vocês relacionadas ao casal Fitzgerald:

- Em uma festa oferecida pelo magnata de Hollywood, Samuel Goldwin, o casal apareceu no portão de entrada, sem ter sido convidado, andando de quatro e latindo como cachorro. Depois de serem ‘convidados’ a entrar, apesar da exibição, Zelda foi imediatamente para o andar de cima para tomar um luxuriante banho na banheira de Goldwin.

- Em outra festa, ela e o marido chegaram de pijama; em poucos instantes, Zelda estava nua, dançando entre os participantes.

- Durante um evento literário qualquer, Zelda arrancou sua calcinha e a arremessou contra o público.

- Em um dia de nervosismo, Zelda chamou o corpo de bombeiros; quando eles chegaram perguntando onde era o fogo, ela respondeu, muito sinceramente, que era no coração dela.

(fonte das curiosidades: http://biblioteca.pucrs.br/)

OLHA AQUI O TRAILER! 
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top