Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S14E12: OFF THE GRID
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
“Gibbs. It's NCIS Special Agent Gibbs.” – Leroy Jethro Gibbs Como eu sou uma péssima pessoa e não sei me controlar, acabei vendo ...
“Gibbs. It's NCIS Special Agent Gibbs.” – Leroy Jethro Gibbs

Como eu sou uma péssima pessoa e não sei me controlar, acabei vendo Off The Grid ontem. Além da curiosidade para ver o que aconteceria com Bishop, fiquei intrigada quando vi muita gente comentando sobre o Gibbs. Acho que queria mais ver o foco nele do que qualquer outra coisa, porque já venho esperando isso acontecer a um bom tempo. E admito que não fiquei desapontada com os rumos do episódio.

Jurava que tudo relacionado a Leland Spears tinha terminado em Blast From The Past (S12E16), quando a responsável por ter criado a identidade para Gibbs foi presa por repassar a mesma para um civil. E até poderia ter ficado assim, se Spears não fosse Jethro. Depois de ver um dos objetos de investigação de um caso em aberto há 15 anos, ele decide ir atrás de Bodie Whitman para ver se o irmão do mesmo, Ramsay Whitman, ainda tinha o material nuclear que havia sido roubado de um arsenal da Marinha. 


Mas é claro que nem tudo poderia ser simples. Primeiro porque Gibbs não podia avisar que estava entrando na caminhonete de um ex-presidiário e indo para Baltimore. Ou seja, todo mundo ia ter que procurar por ele, o que acaba causando uma preocupação extrema em todos os membros da equipe, principalmente em Abby. E depois ainda tinha o fato de que os irmãos Whitman sabiam que Spears era um agente federal, o que resultou na morte de Bodie e apreensão de Ramsay e do vice-diretor do Departamento de Energia, que deveria ser um aliado ao invés de vazar informações aos criminosos.

Não posso me esquecer do mais óbvio: Gibbs estava lindo com aquela turtle neck. Garanto que Ducky teria aprovado o visual. Além disso, aquele The Sensitive Man's Survival Handbook foi um pouquinho demais. Poderia ser do Fornell? Ou apenas Gibbs querendo entrar em contato com seu lado mais sensível? Se for a segunda opção, espero que ele não use essa sensibilidade toda com a Rebecca, porque é meio óbvio que, das três ex-esposas, ela é a pior. Achei meio aleatório isso de ela ter ligado para ele e os dois terem combinado um jantar, mas, como muitas coisas, acho que isso também vai ficar sem uma explicação.

Outra coisa que também me deixou bem feliz durante o episódio foi o fato de justamente McGee e Nick terem ido atrás de Gibbs. Não estou querendo ignorar a amizade de 14 anos entre Tim e Tony, mas estou gostando muito de como ele e Torres têm trabalhado bem juntos, seja dando cobertura para o chefe ou discutindo analogias bizarras. Quer dizer, qualquer um que esteja trabalhando com Nick vai ser obrigado a ouvir esse tipo de coisa, que é basicamente o que torna o personagem o meu favorito nesses últimos tempos. 


Paralelo a isso, temos uma Bishop em luto, tentando conseguir toda e qualquer informação possível sobre Chen, mesmo que isso faça com que Gibbs mate ela e Reeves. Pode parecer que não, mas dá para ver certo receio da parte de Clayton em dar todas as informações para Bishop. Afinal, ele entrou nessa operação para que ninguém tivesse que se machucar. Porém, como ele não pôde fazer nada para evitar, ele está tentando levar a responsabilidade para longe da equipe Gibbs. Mas ela não deixa. Isso me lembrou de quando McGee e Ziva estavam trabalhando escondidos para encontrar Bodnar na 10ª temporada. A gente sabe que acabou com Ilan morto e Ziva saindo da agência pouco tempo depois. Só espero que os roteiristas não façam Ellie sofrer mais. Coitada, ela merece um tempo para ficar feliz.

Concordo com toda a preocupação da Quinn quanto a essa situação? Sim, é óbvio. Ela sabe bem como é carregar a culpa por ter visto alguém morrer na frente dela e não poder ter feito nada. Acho que ela poderia ter conversado um pouco mais com Bishop, mesmo que a segunda reclamasse um pouco e só tivesse interessada em saber de alguma informação nova de um caso que nem delas é mais. E depois desse episódio tive certeza que a Quinn é sim necessária para a equipe, ao contrário do que algumas pessoas acham. Ela está ali para cuidar de todos, para manter todo mundo com o pé no chão e para dar uns puxões na orelha de quem estiver prestes a fazer/fazendo alguma besteira. Além disso, ela também fez o favor de quebrar o prato mais importante da casa de Gibbs, consertado com maestria por Abby. Eu sabia que ela iria ir lá e contar para o chefe o que havia acontecido, mostrando novamente o motivo de ser tão bom tê-la ali.

P.S.: Saudades Jimmy Palmer, como sempre... Ainda bem que o próximo episódio é focado nele <3
P.S.2: Esse reverse-pickpocket do Nick foi excelente. Nem quero imaginar o trabalho que dá para aprender.

 “Working deep undercover is like riding the rodeo, McGee. You have to trust your instincts. You got to hang on tight. I do know one, uh, one rule for survival. Never battle the same bull twice.” – Nicholas Torres
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top