Comentários
Rafa Rodrigo Rafa Rodrigo Author
Title: [REVIEW] NASHVILLE – S5E05 e E06: LOVE HURTS / STRONGER
Author: Rafa Rodrigo
Rating 5 of 5 Des:
E chega o momento da temporada em que as novidades vão se firmando e o ritmo dos episódios diminuem, nos preparando para o seu big clí...

E chega o momento da temporada em que as novidades vão se firmando e o ritmo dos episódios diminuem, nos preparando para o seu big clímax na Midseason Finale.

Mas não é a espera pelos episódios que fecham o primeiro arco da temporada que fará de Love Hurts e A Little Bit Stronger episódios muito agradáveis. Com o desenvolvimento dos personagens de forma menos agressiva, foram investidos, mais uma vez, em plots centrais fortes com personagens queridas pelo público, o que funcionou menos em um episódio, e mais em outro.

Quando falamos de Scarlett, ao menos nesta temporada, tudo tem sido bastante incerto e bastante dramático, se tudo vai bem na vida amorosa essa foi definitivamente a hora de encrencar com sua vida profissional, a todo momento lembramos que essa mulher precisa de uma terapia para lidar com seus medos e acessos de raiva apenas por ser dirigida. Claro que a produção totalmente conceitual poderia ter ajudado, mas tinham que mostrar uma mulher à beira de nervos para render uma história que ocupou a maior parte do episódio. Por falar em maior parte, o mais interessante de tudo é que já pudemos espiar o clipe, vimos que vai ficar lindo, deixando até mesmo a loira de boca aberta.


No núcleo da realeza da série as coisas têm esquentado, seja com a demissão de Randal ou com tudo envolvendo o stalker, que até mesmo atrás de Daphne acabou indo, mostrando que na vida pessoal de Rayna e Deacon podemos ter grandes dramas ainda, já em relação à sua vida profissional... Temos a venda da gravadora de Luke, a resposta de alguns questionamentos nossos quanto a saída da personagem, além de mostrar para todos o quanto Zack Wells pode mover montanhas de dinheiro quando quer alguma coisa.


Falando em Zack, está aí um par um tanto improvável para Will, juro que não esperava, mas pela velocidade que as coisas têm acontecido nos últimos episódios é mais fácil a Daphne ficar mais próxima do menino da escola do que estes dois.
Para não deixar de falar sobre o relacionamento de Maddie, depois de saírem da discussão a respeito de preconceito racial, foi mostrado o quanto um relacionamento pode ser complicado, o que - convenhamos - não foi de todo ruim, afinal possibilitou uma reflexão da personagem. Uma pena que parece que a cada passo que ela dá temos a impressão de que mais três passos são dados para trás.


Para encerrar falando de Juliett, que quando não aparece a série toda sente, parece que ela é a única personagem com a qual os acontecimentos não estão em slow motion, seja em relação ao tratamento ou relação às decisões de ir à igreja, tudo tem um peso bastante significativo para ela. A decisão de gravar o álbum gospel não pegou ninguém de surpresa (só à Rayna), mas quem sabe não sai algo bacana disso tudo? Até agora já saiu, não é? Depois de muitos episódios, vimos música nova vinda de Avery, e além de nós outra pessoa lembrou do seu talento.

E agora o que esperar do restante da temporada? Vejamos o PROMO DO PRÓXIMO EPISODIO:

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top