Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] BATES MOTEL - S05E03-04: BAD BLOOD/ HIDDEN
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Pois então parece que, após os dois primeiros episódios da temporada, já conseguimos descobrir as verdadeiras intenções de Chick, que at...

Pois então parece que, após os dois primeiros episódios da temporada, já conseguimos descobrir as verdadeiras intenções de Chick, que até então, creio que tinha sido a única coisa que havia ficado mais encoberta. Em outras palavras, no episódio Bad Blood, descobrimos que Chick é mais louco que Norman, e seu desespero por retribuição e sucesso é tamanho que o cara está disposto a ser cúmplice de possíveis, no plural, assassinatos para isso. Nada original.

Por outro lado, a maneira como a série conectou Chick a tudo isso, brincando com a autorreferência, foi muito bacana: essa ideia de que o escritor da história de Norman na verdade o acompanhou durante tudo isso é interessante, apesar de absurda. Além disso, a referência continuou no quarto episódio, com Chick até mesmo mencionando o fato de que iria escrever um livro que possivelmente daria em um “pequeno filme”. De pequeno o filme de Hitchcock não teve nada, mas foi bem legal esse encaixe de alguém que está na série desde a terceira temporada e que agora estava sem lugar no enredo. Pelo menos sua existência se justifica de maneira um tanto original, ainda que o papel de escritor observador que faz tudo por um livro não seja em si mesmo, tão original assim. 

Aliás, provavelmente Chick é o único que sobreviverá desta história. Isso porque Alex, que consegue ser transferido e durante isso, fugir, acaba tendo seus planos frustrados rapidamente por um tiro que toma de um menino, que achava que ele era um ladrão. Que fim para o nosso ex-xerife Romero hein? Claro que o cara não morre tão fácil, e conseguiu, lá pelo quarto episódio, fazer um curativo e encontrar abrigo em sua antiga cidade, não confrontando Norman logo de cara, ainda mais estando ferido. Agora é só esperar para ver como tudo vai se desenrolar, mas não vejo um final feliz para Alex. Só espero que seja convincente, porque não será fácil para Norman matar um cara treinado da polícia. Se bem que já matou um ex-presidiário, então vai saber.


Fora isso, temos já o final de Caleb, que fica acorrentado no porão por dias sem Norman saber, somente sua versão de Norma é quem sabe. E quando tenta fugir, é atropelado por Chick, que agora é que não deixará o circo tão cedo. Achei que Caleb seria o responsável por contar à Dylan o que se passou com Norma ou algo do tipo, mas pelo jeito Dylan é quem vai acabar indo atrás de Norman talvez por conta do sumiço de Caleb ou alguma informação que receberá de alguém.

E então, como se não pudesse piorar, no quarto episódio, intitulado Hidden, me aparece um novo xerife, que, por sua vez, está atrás do cara que estava no congelador de Norman no primeiro episódio, que provavelmente foi enviado por Alex para matar Norman. E ela infelizmente está começando a desconfiar de Norman, justamente quando sabemos que isso não é uma opção: ou deixa-se Norman na dele, ignorando-o, ou faz-se como Chick, que se aproxima aceitando toda essa loucura. Fora isso, pode ser perigoso. Então infelizmente só a vejo como alguém que vai dançar e não vai demorar muito.

Por fim, Norman tem um encontro com a Norma reencarnada – a nova moça que se parece com Norma –, e felizmente sai correndo antes que possa machucá-la, porque, como é de se esperar, Norman vê sua mãe e imagina que ela vai querer matar a moça. Dá para ver a nítida diferença entre esse momento e a morte da professora, por exemplo: lá Norman não tinha consciência do que estava fazendo, não tinha consciência de que era Norma, aqui, por outro lado, vê-se claramente que ele não tem mais dificuldades em aceitar o fato de que a mãe dele aparece para “consertar” seus “erros”. Creio que antes ele acreditava que tinha um problema, agora parece que acredita mais no fato de que a louca da situação é sua mãe, e que ele não tem problema nenhum. Está em completa negação em torno de sua situação e só tenho saudades de quando Norman era somente meio estranho ao invés de um deturpado completo.


Enfim, gostei dos dois episódios, creio que vimos o suficiente para entender um pouco mais da situação de Norman, que está começando a exercer seu dom da mentira para as autoridades e outras pessoas; também vimos algumas pontas soltas sendo amarradas, como Caleb, e a preparação para conflitos futuros sendo armada, tanto em relação com a moça que lembra Norma, e que claramente, na cabeça de Norman, concretiza seu desejo de se relacionar com sua mãe, como também o conflito com Alex, que deve ser uma das próximas questões a serem abordas, talvez antes de Dylan descobrir sobre tudo, porque do jeito que as coisas andam devagar naquele núcleo Dylan-Emma, não duvido nada que ele apareça no último episódio...mas creio que pode ser antes. 

Para encerrar, cabe comentar que a série está caprichando em entregar aos poucos os detalhes acerca de Norman que vemos em Psicose, preparando o terreno para o grande final. Assim, além do buraco na parede para espionar os hóspedes que vimos no primeiro episódio, ganhamos um close do “olhar” tão famoso de Norman, que dá calafrios toda a vez, e também Norman comendo as balinhas, detalhe muito bem pensado. Com a ansiedade à tona, resta conferirmos o quinto episódio da temporada, que já está chegando em sua metade, e, com isso, passa a prometer muitos momentos de tensão. 

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top