Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [REVIEW] THE FLASH - S03E17: DUET (2)
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Eu juro que pensei muito se deveria escrever essa review . Mais do que isso, pensei várias vezes em só pular esse episódio. No fim, assi...

Eu juro que pensei muito se deveria escrever essa review. Mais do que isso, pensei várias vezes em só pular esse episódio. No fim, assisti até o final e, com um grande sentimento de vergonha alheia, resolvi compartilhar minhas impressões. Segurem o hate.


De cara aviso: NÃO GOSTO DE MUSICAIS. Tirando as animações da Disney, da saudosa infância, não consigo gostar de nenhum. Por si só, já achava completamente desnecessária a ideia desse crossover musical. Ficou evidente, após o episódio que nada mais foi do que um grande fan service. Os fãs de musicais gostaram, os fãs de Glee gostaram (pela reunião de velhos conhecidos), os fãs de histórias de amor gostaram. Os fãs de séries de herói, não. 


A trama é bem simples, como não podia deixar de ser. O Mestre da Música surge, coloca a Supergirl e o Flash num coma onde eles vivem dentro de um musical. A maneira de salvá-los? Mon-El e Íris tem de provar seu amor pelos dois. 


Eu tinha dito que a separação de Íris e Barry iria durar uns dois episódios. Belo engano, não durou nem um direito. Em meio à ameaça de Savitar, aos problemas recorrentes de Central City, Barry tirou uma semana pra ficar no sofá vendo musicais. Que belo herói. Nem vou entrar no mérito do relacionamento da Supergirl pois não vejo a série, então não quero cometer erros.


O que teve de bom no episódio? Bem, a ambientação estava bem feita, assim como as referências ao Mágico de OZ. A visão de Joe e Stein como mafiosos, assim como Merlyn foram bem divertidas também. Além disso, o Mestre da Música se mostrou um vilão com poderes grandiosos, mas relegado ao papel de Consultor de Relacionamentos Multidimensional.


Como um todo, The Flash deixou de ser aquela série heroica e divertida que era durante toda sua 1ª temporada e parte da segunda. Se tornou um drama romântico com alguns poderes. Nada mais do que isso. Para um fã de heróis e quadrinhos, não está bom. Para um fã de séries sobre relacionamentos, é um prato cheio. Vivo aquela velha sensação já passada com Arrow, de esperar que melhore por já ter visto como pode ser boa.

PS: Reza a lenda que Arrow está realmente bom, com uma trama que lembra a saudosa 1ª temporada da série. Quem sabe não me arrisco de novo...

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top