Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S14E18: M.I.A.
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “No matter how little time the doctors say you have you keep fighting every day for the next day. And the next, and the next.” – Nichola...
 “No matter how little time the doctors say you have you keep fighting every day for the next day. And the next, and the next.” – Nicholas Torres

Se alguma vez na vida eu já duvidei do meu amor por NCIS, me arrependo completamente. São episódios como esse que mostram que a série, mesmo com 14 temporadas, ainda tem muito a oferecer. Porque nem todo episódio precisa ter várias cenas de ação, investigações complexas ou drama do início ao fim. É claro, por se tratar de uma série investigativa, um caso tem que ser desenvolvido, mas não significa que precisa ser algo completamente inovador.

O fato do General ter pedido ajuda a Gibbs me chamou a atenção imediatamente. Na hora pensei: episódio focado nele. Apesar de mais cenas de Jethro, o foco foi para outro lado: Nick. Mas eu gostei de ter visto bem mais os lindos olhos azuis de Gibbs e ver que ele continua disposto a fazer de tudo para ajudar os amigos, principalmente por já conhecer Laura. O pedido feito por ela foi o que faltava no episódio: o caso, para determinar quem havia matado o Sub-Oficial Collins. Confesso que compartilhava um pouco o medo que o pai tinha, de ela desistir quando ficasse sabendo sobre quem era o assassino. E foi aí que Nick entrou.

 “When you look at that pin, I don't want it to remind you of some girl who died. I want it to remind you of someone you helped. Because you did, Nick.” – Laura Ellison

Desde que Torres entrou na série, ele evita falar sobre sua vida pessoal. Aos poucos ele foi liberando algumas informações, mas tinha uma coisa que sempre me intrigava: a foto na mesa dele. Que Nick se ama acima de qualquer coisa, isso já ficou bem claro. Mas nunca passou pela minha cabeça de que e a foto havia sido um presente, ainda mais de quem ele era completamente apaixonado e queria se casar. Fiquei com muita pena por saber da história e também me fez perceber como, agora, várias coisas na vida dele fazem bem mais sentido, como o ter ido trabalhar disfarçado e a distância que ele prefere manter dos outros.

Laura foi essencial para destravar um pouco o agente. Ver que tem alguém que você pode ajudar pode ser reconfortante, ainda mais nas circunstâncias em que ela se encontrava. Todas as cenas entre os dois foram verdadeiras lições de moral, principalmente para todos aqueles que reclamam muito da falta de tempo. Me decepcionei bastante quando o General falou que ela havia sido recusada para o tratamento. Espero que, quando ela acabar morrendo, o Nick fale algo ou vá até a casa de Gibbs para conversar.

“When you receive a terminal diagnosis, things suddenly become very clear. You realize that time is your most precious commodity, and because of that, I tend to speak more matter-of-factly. I mean, if if what I said offended you, I I'm truly sorry.” – Laura Ellison


Cada vez mais venho gostando da interação entre a equipe. Mesmo querendo separar o pessoal e o profissional, Torres tem total conhecimento de que ele pode contar com cada um deles. As cenas em que ele se exibia por suas habilidades atléticas, sacaneando o McGee e a Bishop foram excelentes. Quer dizer, quase todos os momentos em que Nick apareceu foram ótimos. A única coisa que me incomodou mais foi quando ele e Ellie foram falar com Laura pela primeira vez e ele ficava andando de um lado para o outro, sem parar.

Agora o prêmio de atitude mais genial vai para Alexandra Quinn. Jamais teria pensado em usar um Uber para trapacear na corrida. Mas confesso que se estivesse na situação dela, faria exatamente o mesmo. Porém o que foi mais engraçado foi como Tim mudou depois de tomar o Power-Pow da Abby. Não sei o que mais ela colocou naquilo, porque aquela cor meio azul/cinza tava bem estranha. No mais, só senti muita falta do Jimmy, que ia arrasar na corrida, e do Clayton, que iria ter sido hilário no meio dessa história também.

P.S.: Por mais cenas do Ducky sendo elogiado. Coisa fofa <3

“I don't like clutter in my workspace. Um I'm a minimalist. You know, like, um, essentials only. Nothing personal. Except for this photo frame that I keep on my desk, and I've ke I've kept it with me for years. Of me. Well, a 19-year-old me. It was a gift. It was taken by a good friend of mine. Sofia. We were inseparable since we were five. Even teachers thought that we were twins. I remember this one time when we were in high school. We're in the cafeteria, and I looked at her. In that moment, I knew. I just I just knew that this girl was gonna be my wife. I just knew that we were gonna get married. Never been more sure about anything in my life. I was so confused because I mean, what teenager worries about getting cancer? But Sofia was determined to make it. You know, she was gonna beat it. It didn't matter to her that none of the medicine worked. You know, she never gave up hope. And I, uh, I believed, you know? I-I just knew that she was gonna make it. When I got the call, I wasn't ready. So you were right. Seeing you was a reminder of everything that happened. And I didn't want to be reminded.” – Nicholas Torres
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top