Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] BULL - S01E17: NAME GAME
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
  “Ladies and gentleman, can I have your attention please? My name’s Dr. Jason Bull. Welcome to the class action.” – Doctor Jason Bull ...
 “Ladies and gentleman, can I have your attention please? My name’s Dr. Jason Bull. Welcome to the class action.” – Doctor Jason Bull

Que saudade eu estava do Jason! Apesar de ver, eventualmente, uma ou outra propaganda de Bull no A&E, não era o suficiente. Mas Name Game foi. E apesar de uma ou outra coisinha que me desagradaram ao longo do episódio, admito que gostei bastante e que foi o suficiente para me arrancar algumas risadas, principalmente pelo “joguinho” proposto por Bull e por Chunk, como sempre. Aliás, queria aproveitar para falar que Palmer virou o meu mozão da série, porque só ele não me irrita em algum momento.

O caso foi bem complicado, porque toda essa questão de lidar com esquemas é bem relativa: há quem acredita que a culpa seja completamente de quem aplica o golpe, já que é algo ilegal, na maior parte das vezes, e bem imoral. Também tem aqueles que preferem acreditar os culpados são aqueles que sofreram o golpe, já que não se deve ser tão ingênuo assim. Estou no grupo dos que acreditavam que o banco havia sim sido responsável.


O bom de Bull é que tem um tom mais leve, ao contrário das outras séries com a temática jurídica. Só de olhar para a cara de Jason dá para saber que os momentos de seriedade não duram muito, principalmente se for algo relacionado a uma antiga desavença, como foi com o juiz. Honestamente, Vortuba foi um pouco exagerado naquilo de ficar expulsando Bull da corte toda hora. Quando o motivo foi realmente revelado, novamente arrancando risadas, dá para entender a razão por ele ter sido tão exigente durante todo o julgamento.

Foi bem interessante ver o lado competitivo dos membros da equipe. Quer dizer, de Marissa, Cable, Chunk e Danny, porque desde o início as intenções de Benny por Erin já estavam bem claras. Já tinha até pensado que a história dos $5,000 de bônus era realmente uma pegadinha, ainda mais por Marissa não ter torcido tanto o nariz assim, já que ela é que tem que ficar puxando Bull de volta para a realidade quando ele começa a colocar muito dinheiro em um caso com pouquíssimas chances de vitória. Espero que nos próximos episódios (e na próxima temporada <3) cenas assim sejam repetidas. 


No começo da review falei sobre o fato de Palmer nunca ter me irritado em momento algum, posto que antes pertencia ao meu baby Colón. Mas isso mudou rapidinho ao longo do episódio, principalmente durante o julgamento. Eu sei que ele não anda confiando 100% em Jason desde It’s Classified (S01E14), mas tinham várias maneiras de ele enrolar durante o discurso de abertura sem precisar colocar Erin para testemunhar. Mas, como o coração dele não consegue se conectar muito bem com o cérebro, ele foi contra o pedido de Bull, deixando o caso muito mais complicado.

Eu sei que ele anda com essa questão da investigação bagunçando tudo o que acontece na vida dele, e que Chunk sabe de tudo, mas ele precisa contar para o ex-cunhado. Sim, não é da conta dele, mas isso pode acabar causando danos para meu baby Colón e que eu não quero ver, honestamente. Se ele quer ser feliz com a Erin, à vontade, apesar de eu ainda achar que não foi a melhor ideia que os roteiristas poderiam ter feito, mas, quem sou eu para ir contra? Porém não justifica ele ficar contando aos quatro cantos sobre o que anda acontecendo com ele, mas esconder isso dos próprios colegas de trabalho. Que isso mude.

“See what the promise of money did? Just like the stockbrokers, you exaggerated the positives and omitted the negatives. And that is what our jury has to understand.” – Doctor Jason Bull
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top