Comentários
Mariana Ribeiro Mariana Ribeiro Author
Title: [REVIEW] PRETTY LITTLE LIARS: S07E11: PLAYTIME
Author: Mariana Ribeiro
Rating 5 of 5 Des:
Pois bem: a temporada retorna de seu hiatus , acabando com a nossa espera para descobrir quem é AD de uma vez por todas, isto é, promete...

Pois bem: a temporada retorna de seu hiatus, acabando com a nossa espera para descobrir quem é AD de uma vez por todas, isto é, prometendo muito. Entretanto, cabe a pergunta “Será que vai entregar tudo isso que promete?”. Vamos ver o que conseguimos tirar desse episódio onze, Playtime, e como podemos basear nossas expectativas para a série daqui para a frente.

Assim, voltando uma semana após as revelações passadas, como, por exemplo, a de que Mary Drake é mãe de Spencer, além das cabeças decapitadas e tudo o mais, as coisas até que não andam tão feia para as liars.

Isso porque, pelo menos em relação à Emily e Hanna, as coisas começam a andar na vida profissional. Quer dizer, para Emily até certo ponto, já que Alison começa a bancar a menina má do ensino médio novamente para cima de Paige, que falou umas boas verdades para Emily. Sim, Alison sofreu bastante coisa nas mãos de AD e A e etc. mas isso não a faz o centro das atenções, já que todas sofreram com isso. E, se isso é algum tipo de ciúmes de Emily, tá na hora de crescer.

Já Hanna e Caleb, parecem que voltaram de uma vez por todas. Além disso, juntamente com Mona e seus recursos inacabáveis, está ajeitando tudo para dar andamento à sua carreira. Mona está meio estranha, mas também faz tempo que tenta se aproximar das liars sem exigir nada em troca ou fazer algo suspeito.


Aria, por seu turno, parece estar preparando seu casamento, meio que do nada, isto é, quem é que prepara um negócio que vai sair caro sem ter certeza de que realmente vai rolar, ainda mais depois que Ezra descobriu sobre Nicole que, pelo jeito, ainda toma um grande espaço em sua vida? Achei meio nada a ver, mas...

Spencer, por sua vez, tem ainda que confrontar algumas verdades sobre sua origem. Entretanto, acho que lidou bem com isso, ficou brava com sua mãe, era de se esperar, mas não fez disso mais do que é, afinal, nunca havia conhecido sua mãe de verdade e não é como se o fosse fazer, até porque que diferença vai fazer, considerando que Mary Drake é meio maluca?


Entretanto, não tivemos somente o andamento das histórias pessoais das liars, mas também a volta dos joguinhos esdrúxulos de AD, que, por um lado já cansou mas, por outro, parece que constrói o caminho para o final da série, afinal, é um jogo de tabuleiro. Assim, pelo menos sabemos que isso vai caminhar para algum lugar e que podemos esperar vários desafios interessantes reservados para as liars, sendo especiais porque, além de tudo, são os últimos.

Portanto, é isso que temos até agora: uma preparação para o caminho até o final da série, e, apesar disso, as liars dando andamento as suas vidas, que, aliás, também têm que caminhar para um desfecho. Porém, digo somente uma coisa: é bom que essa tal de AD seja alguém com dinheiro, porque, pelo amor, não é qualquer um que monta um jogo todo sofisticado e tecnológico, com uma réplica exata da cidade. Sabemos, por enquanto, que ao menos Jenna está nessa – apesar de ter sido considerada como mais uma falsa pista pelas liars. Resumindo: independente de quem está ajudando ou deixando de ajudar no esquema de AD, espero que esta cumpra ao menos o requisito que mencionei acima.

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top