Comentários
Ticianni Zabulon Ticianni Zabulon Author
Title: [REVIEW] THE 100 - S04E09: DNR
Author: Ticianni Zabulon
Rating 5 of 5 Des:
Raven Reyes, o que dizer dessa mulher espetacular? Sua contribuição para o episódio nada mais foi do que um choque de realidade para no...

Raven Reyes, o que dizer dessa mulher espetacular? Sua contribuição para o episódio nada mais foi do que um choque de realidade para nos mostrar que o momento de sua jornada, depois de tantas provações e inúmeros sofrimentos, está realmente chegando ao fim. E que, ela sendo ela, vai partir em seus próprios termos. Já consigo imaginar o momento de sua partida sendo extremamente doloroso, mas poético na mesma intensidade. E com as lágrimas de um mundo sem Raven começando a brotar nos olhos, espero que assim que Clarke e companhia encontrarem um tempo em sua agenda apocalíptica, lembrem-se de mandar pelo menos um beijo de adeus a essa ícone.

A relação entre Murphy e Raven sempre foi complicada e não é por menos. Não esqueçamos que o rapaz foi um dos grandes responsáveis pelo início dos sofrimentos de Raven, há quem perdoe e há quem não perdoe, mas a própria vítima já se encontra em um estágio em que as águas passadas não têm mais tanta importância em comparação com a situação atual e o resultado desse esclarecimento pessoal foi aquela bela despedida. Nada como o fim do mundo pra unir até os piores inimigos. Pena que na Polis essa teoria não funciona tão bem quanto deveria.


Clarke cansou de ver a chave - literalmente a chave do bunker - para a salvação da humanidade passar de clã em clã sendo disputada como se fosse um território qualquer, como se o apocalipse fosse esperar uma decisão. A loira resolveu atacar diretamente no ponto fraco que teoricamente unia a todos: suas tradições seculares. Claro que não dava para saber as reais consequências da introdução da flame em um organismo cujo nightblood foi fabricado em laboratório, os riscos eram grandes, mas o problema na verdade foi seu ato herege.

A intenção era por ordem, mas essa tentativa de golpe para ascender uma natblida ilegítima acabou por banalizar o significado da cultura ao direito de comando pelo sangue, que é basicamente o pilar de organização desses povos. A mais importante tradição, considerada praticamente uma religião, cujos rituais ditam costumes característicos dos grounders foi posta em dúvida. Se o caos reinava antes, imagina agora com suas raízes abaladas. Foi um plano inteligente que lhe traria ainda mais responsabilidades do que já carrega, mas também foi mais que desrespeitoso. O tiro saiu pela culatra real e agora salvem-se quem puder, estamos nas mãos de Octavia.


O titulo do episódio, DNR (Do Not Resuscitate), se refere à ordem de não ressuscitação colocada no prontuário do paciente para que a equipe médica não realize os procedimentos de reanimação necessários para trazê-lo novamente à vida caso ocorra uma parada em seu sistema cardiorrespiratório. É a essa situação que boa parte do episódio se trata, tudo se resume ao direito de escolher sua forma de partir. Raven quer morrer sem perder sua identidade, Octavia quer morrer como uma guerreira e um certo grupo de jovens na Arkadia quer simplesmente: morrer. Os jovens que escolheram não ser salvos, por algum motivo pessoal, não veem expectativa em suas vidas ou apenas cansaram de correr da morte. Negar seu sacrifício pessoal, além de força-los a uma existência miserável, ainda é um desserviço para com os que poderiam ser beneficiados com os recursos gastos com eles. 

A forma como Jasper lidou com toda a situação foi a mais madura e responsável que o vi em tempos. Por trás das festas e bebidas, suas decisões foram expostas de forma que não apenas impôs sua posição pessoal, mas também ajudou outros a compreenderem a si mesmos e decidirem sobre seus próprios destinos, sem nenhum julgamento. Por enquanto todos seguem firmes com sua escolha, aguardemos o desespero do apocalipse bater para sabermos suas reações finais. Se ficarem também não julgo, apenas lamento. Se mudarem de ideia, é melhor correrem bastante pois as chances de ser tarde demais são enormes.

Ps¹: Adoro a amizade entre Clarke e Roan. Grandes disputas e diferenças mas sempre entendendo seus espaços.
Ps²: Octavia claramente não nasceu pra vida pacata na fazenda. A mulher quer sangue!

PROMO DO PRÓXIMO EPISÓDIO:

Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top