Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [REVIEW] BLINDSPOT - 2ª TEMPORADA
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Em uma temporada de consolidação e até encerramento de um arco, Blindspot  lapidou sua trama com uma boa história. Tem uma série que...

Em uma temporada de consolidação e até encerramento de um arco, Blindspot lapidou sua trama com uma boa história.

Tem uma série que recentemente foi encerrada que eu comparo muito com Blindspot. É Person of Interest, da NBC. Caso não conheça, não perca tempo, é ótima! Enfim, eu dizia sempre que POI era uma série procedural, que não é procedural, mas não deixa de ser procedural. O que é procedural? Aquela série que tem o caso da semana, sabe?

Então, Blindspot começou dessa forma, com cada semana trabalhando um caso baseado em uma tatuagem da Jane, porém com o tempo ela foi se tornando cada vez maior do que isso e apresentando uma trama muito bem estruturada e amarrada. Tanto que nessa 2ª temporada poucos episódios não faziam uma grande ligação com a história principal. Ela praticamente deixou de lado seu caráter procedural, construindo uma trama complexa e bem amarrada.

Todos os personagens tiveram seu lugar ao sol nessa temporada. Cada um com uma história particular para resolver, algumas se encontrando, outras não, mas ninguém ficando esquecido como um mero acessório dos protagonistas.

Tivemos muito do embate entre órgãos governamentais dos Estados Unidos, com o confronto contínuo entre CIA e FBI, além da ajuda da NSA através de Nas Kamal, que acabou se tornando mais do que uma parceira de equipe em alguns momentos, mas que foi punida e aparentemente deixada de lado em alguns momentos apenas para retornar para o próximo ano.

Reade teve de descobrir coisas sobre seu passado que o afetaram de uma maneira muito profunda. E foi muito interessante ver como a série abordou isso, além de fugir da muleta que seria o relacionamento romântico entre ele e Tasha. Seu afastamento só serviu para mostrar sua importância na reta final.

Mas se teve alguém que sofreu, essa foi Patterson. Traída e torturada, mas mesmo assim fazendo seu trabalho, ela basicamente só se ferrou durante toda a temporada, causando um sério problema de confiança que afetou a equipe e ela mesma durante a temporada.

No que se refere à grande trama, a carta na manga do FBI foi a captura de Roman por Jane e sua posterior perda de memória causada por ela. Com a mentira contada por Kurt, eles tentaram trazer ele para o seu lado e ajuda-los a derrotar Shepard antes que seu plano fosse colocado em prática. Com uma evolução de confiança sendo construída até o ápice da quebra da mesma, tivemos um bom plot estendido durante toda a temporada. 

Além disso, em uma decisão ousada, a série encerrou o arco da trama de Shepard já no seu segundo ano, apresentando todos os fatores escondidos e chegando ao seu gran finale no encerramento da temporada. Entendemos então o papel de Kurt na história além de qual era a real ideia de "destruição" para o qual tudo convergia.

O final agridoce, com todos felizes é encerrado com a promessa de uma nova história no próximo ano. Impossível sabermos até onde a trama irá seguir o que foi concluído ou se reinventar. Mas se buscar novos caminhos com essa base que foi criada, podemos esperar grandes feitos.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top