Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [CINE DDS] PASSAGEIROS
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
A prova de que uma boa ideia pode ser facilmente transformada em uma mistura sem alma e sem conteúdo. A premissa básica de Passagei...

A prova de que uma boa ideia pode ser facilmente transformada em uma mistura sem alma e sem conteúdo.

A premissa básica de Passageiros, filme estrelado por Chris Pratt e Jennifer Lawrence é ser uma grande confusão espacial. Na dúvida entre apresentar uma ficção científica intimista sobre a vida e a morte, ou de entregar uma comédia romântica espacial, ou até mesmo um filme de ação no melhor estilo de Gravidade, o filme se perde e não consegue fazer nenhuma dessas coisas com qualidade.

A primeira tentativa é apresentar uma ficção intimista, com Jim (Pratt) sendo um mecânico que faz parte de um grupo de 5.000 pessoas que estão em uma viagem de 120 anos até uma nova Terra, para colonizá-la. Tudo desanda para ele quando a nave sofre um problema com uma tempestade de meteoros e ele acaba acordando.

Sem esperança de voltar a dormir e nem de chegar vivo ao novo planeta, podíamos então vivenciar uma história sobre vida e morte, afinal o filme já toma uma liberdade bem grande ao não apresentar o passado dos personagens nem suas motivações de mão beijada. A solução acaba sendo o robô garçom, Arthur, que ainda serve como alívio cômico.

Depois disso o filme vira uma comédia romântica com o despertar de Aurora (Lawrence) para ser o par de Jim. spoilers à parte, já valeria a discussão que ele condena ela à morte apenas por não querer viver sozinho, tendo se apaixonado pela ideia de que ela seria perfeita para ele. Nada mais creepy do que isso.

Se não bastasse quase uma hora de romances e de brigas por descobertas, finalmente algo pode acontecer, com eles descobrindo que a nave sofreu um dano substancial e, com a ajuda de Gus, um dos tripulantes, também despertado agora, devem eles mesmos concertar, se não todos morrem.

Aí o filme muda de novo e começa uma grande jornada de ação megalomaníaca que não tem nada a ver com o que foi construído até então. Com a mensagem mais clichê possível, temos um encerramento agridoce, que pouco combina com um filme que pouco soube se construir.

Passageiros foi mais uma prova que nem sempre um bom roteiro pode se tornar um bom filme, ainda mais se esse bom roteiro não souber o que quer de si mesmo. 

Nota: 7,0/10,0

Nome Original: Passengers
Ano: 2016
Direção: Morten Tyldum
Roteiro: Jon Spaihts
Elenco: Chris Pratt, Jennifer Lawrence, Michael Sheen, Laurence Fishburne, Andy Garcia.
Duração: 116 min
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top