Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: [LIVROS] RESENHA - ESCURIDÃO TOTAL SEM ESTRELAS
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inev...



Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas. 

Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.

Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes. 


Os limites entre o certo e o errado, entre o bom e o mal, entre a luz e a escuridão podem se tornar confusos dependendo da situação em que o ser humano se encontra. Até onde você estaria disposto a ir para fazer o que acha que é certo? Matar uma esposa? Perseguir seu estuprador? Negociar a vida de outras pessoas? Guardar um segredo terrível?

Stephen King mostra mais uma vez como a escuridão pode atingir fazer suas vítimas nos lugares mais improváveis. Além disso, ela nem sempre se importa com quem atinge. Em todos os 4 contos desse livro, os atos nunca são perfeitos, tendo sempre a capacidade de chegar à pessoas que, de certo modo, eram inocentes.

Em 1922 temos o caso de um homem vivendo seu inferno pessoal após ter tomado uma decisão trágica sobre a vida de sua esposa, por um desentendimento simples em certo ponto. O que acompanhamos é um conto sobre a psique humana, sua capacidade de imaginar reações e consequências sobre seus atos. Ou não seria imaginação?

Em Gigante do Volante, temos uma história ainda mais próxima da realidade, onde o hediondo ato de um estupro pode levar à limites que a vítima nunca pensou em ultrapassar. Será que é possível julgá-la? Será que foi a atitude correta? Bem, na Escuridão, fica difícil definir rumos corretos ou errados.

Em Extensão Justa, talvez o conto mais distante da realidade entre os 4, temos uma decisão complexa sendo tomada por um homem à beira do abismo. O mais curioso desse conto é o fato que todos gostaríamos de uma extensão para solucionar algo que julgamos estar errado em nossa vida. E se isso afetar outra pessoa? E se, para equilibrar o cosmos, o efeito contrário tenha de atingir alguém que odiamos? Nem sempre firmar um pacto é simples.

Por fim, Um Bom Casamento, temos a clássica história de uma descoberta de uma esposa sobre gostos e feitos de seu marido que ela julgaria impossível. Ah, mas não é um caso ok? Isso seria muito simples...E se o segredo que você descobriu pudesse afetar não só você, mas seus filhos? E se afetasse várias pessoas, todas possivelmente inocentes? Esse é um segredo que merece ser guardado?

Em Escuridão Total Sem Estrelas, o Senhor King deixa um pouco de lado o sobrenatural e mostra que o ser humano pode ser capaz de atos ruins mesmo sem a ajuda do mal puro. Afinal, para ficarmos na escuridão, basta se apagar uma luz.



TÍTULO: Escuridão Total Sem Estrelas
AUTOR: Stephen King
EDITORA: Suma de Letras
PÁGINAS: 416
ANO: 2017
ONDE COMPRAR: Amazon

Livro cedido pela editora para resenha.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top