Comentários
Ayla Aguiar Ayla Aguiar Author
Title: [LIVROS] RESENHA – A MALDIÇÃO DE HOLLOW
Author: Ayla Aguiar
Rating 5 of 5 Des:
Quando tinham apenas 10 anos, Fox, Cal e Cage libertaram um demônio aprisionado havia séculos ao fazerem um pacto de sangue sobre a P...

Quando tinham apenas 10 anos, Fox, Cal e Cage libertaram um demônio aprisionado havia séculos ao fazerem um pacto de sangue sobre a Pedra Pagã. O inocente ritual deu poderes sobrenaturais aos três jovens, mas lançou uma terrível maldição sobre Hawkins Hollow: a cada sete anos a cidade é dominada por atos de loucura, violência e destruição.
Vinte e um anos depois, esses irmãos de sangue começam a enfrentar mais um ciclo de batalhas contra o demônio, que terá seu auge no sétimo mês. Mas dessa vez não estarão sozinhos: ao lado do trio de amigos estão Quinn, Layla e Cybil, três mulheres corajosas ligadas a eles pelo destino.
Fox O’Deal, o advogado da cidade, é capaz de ler mentes, um talento que compartilha com Layla Darnell. A conexão entre eles pode se tornar o trunfo que o grupo precisa para derrotar as trevas que ameaçam engolir a cidade. Porém, Layla está tendo dificuldade em lidar com a sua recém-descoberta habilidade e com a forte atração que sente por Fox.
Em A Maldição de Hollow, Nora Roberts dá continuidade à trilogia A Sina dos Sete e prepara o leitor para o emocionante clímax dessa batalha sobrenatural em busca da salvação de uma pequena cidade. 

Um livro bem rápido de ler. Uma leitura fluida, fácil, e que te cativa. Mas ainda assim eu encontrei um pouco de dificuldade, porque né, ainda não tinha lido o primeiro e cai de cabeça no segundo, pois são seis personagens para se acostumar rapidamente.

O segundo livro foca na Layla e no Fox, na relação deles, e em como a Layla se encontra no grupo, em como ela se encaixa na história. O Fox nós já sabemos que ele e o Cage são basicamente irmãos, mesmo que não nascidos da mesma mãe. Cresceram juntos, nasceram no mesmo dia. E tem uma amizade inabalável. Já a Layla caiu de mala e cuia no meio do grupo, onde os outros, incluindo as outras duas mulheres (Cybil e Quinn) tiveram companhia na jornada até ali, e a Layla não. Por isso o livro dois enfoca no casal, já que o primeiro foi o Cal e a Quinn.

Então, esse livro continua uns dias depois do final do primeiro livro: após os seis terem brigado com o demônio, e estarem se restabelecendo. No caso: em melhorar os poderes da Layla, enquanto a mesma tenta se afastar, e deixar ao máximo da racionalidade o relacionamento com o Fox.

Sobre os relacionamentos nesse livro: achei tão lindo o jeito que a Nora Roberts coloca a amizade e o amor entre os seis. São dois sentimentos retratados fortemente no livro, e acho que em todas as historias dela. E percebe-se, em uma determinada cena, que eles já não conseguem viver sem o outro. Cal que o diga né. E a Quinn.

Então, ao longo da história laços vão se desenvolvendo, histórias são entrelaçadas, e o amor é marcado entre os casais. Layla vai aceitando os sentimentos que tem, ainda que a mesma tente compartimentalizar cada um, ela começa a ceder. E a ligação entre ela e o Fox fica cada vez mais forte. Achei interessante como se desenvolveu a relação dos dois, e dela com as meninas. Foi lindo ver a amizade delas florescendo, e delas com os meninos, cada um dependente do outro, e sabendo que iria afetar profundamente se um deles morresse.

A história também ajudou bastante. Esse livro foi mais a história de como tudo se originou, sobre quem eram os antepassados, a magia no início, a história por trás de tudo, a árvore genealógica, além de tentar preencher o vácuo deixado pela ancestral da maioria deles ao procurar pelos diários que responderiam as perguntas importantes, com poucas cenas de ação/terror, quem envolveu o demônio querendo matar o grupo, separadamente ou unidos. Onde os seis era testados pelo menos uma vez por semana pelo demônio, esse querendo a morte mais cruel possível para o grupo. O que culminou no ritual final, para conectar a todos pelo sangue. 

"Que melhor modo de causar sofrimento do que usar o amor contra um de vocês."

O mais interessante ainda é que o demônio soube usar também o medo (e às a vezes pessoa amada) de cada um: seja por um animal (aranhas cara, aranhas demoníacas gigantes te mordendo, mesmo que não sejam reais, é de deixar qualquer um de cabelo em pé! Nojo!), ou o medo mais arraigado de uma criança, que viveu até os 8/9 anos sem amigos, sendo agredido pelo pai alcoólatra. 

O Gage tem ainda problemas com isso, acho eu, foi o que deu para entender, e como ele é o foco do livro três (além de ser o último livro), eu tô bastante curiosa para saber o desfecho e em como ele e a Cybil vão lidar com tudo, com os amigos formando casal, e futuramente formando uma família, se ligando não só pela magia, como pelo amor e amizade, e eles meio que ficando pra trás, sem essa ligação entre si, além, claro, da amizade. 

Então, eu já amo magia, e esse livro só me deixou mais curiosa para pesquisar sobre a magia antiga, as lendas, e tudo mais. Foi maravilhosamente interessante saber sobre isso na visão da ficção. A Nora Roberts sabe como conquistar o leitor, deixando o mistério no ar, te levando a querer ligar os pontos, descobrir a história e torcer pelo casal e os amigos. 



TÍTULO: A Maldição de Hollow.
AUTOR: Nora Roberts
EDITORA: Arqueiro
PÁGINAS: 272
ANO: 2017
ONDE COMPRAR: Amazon

Livro cedido pela editora para resenha.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top