Comentários
Isa Campos Isa Campos Author
Title: [DEBATE DDS#9] ELISABETH MOSS E A CIENTOLOGIA
Author: Isa Campos
Rating 5 of 5 Des:
  O melhor quadro do DDS Voltou! Após um hiato maior que o de Sherlock, voltamos a programação normal. E com ele um tema polêmico sobr...
 Resultado de imagem para the handmaid's tale

O melhor quadro do DDS Voltou! Após um hiato maior que o de Sherlock, voltamos a programação normal. E com ele um tema polêmico sobre a separação entre criador e criatura: É coerente Elisabeth Moss fazer parte da Cientologia e ao mesmo tempo produzir a série The Handmaid’s Tale? Vamos aos Fatos:

A série The Handmaid’s Tale



Baseada no livro homônimo de Margareth Atwood nos anos 80, a série produzida pelo Hulu conta a história de Offred, uma mulher que vive em um lugar chamado Gilead que fica no lugar dos Estados Unidos. Essa república sofre um grande problema de fertilidade, sendo poucas as mulheres ainda férteis.
Depois de um golpe e tomada de poder de um grupo religioso, as mulheres são divididas em esposas dos comandantes, Marthas e Aias. As aias são as mulheres que podem ter filhos e servem as famílias tendo seu estupro ritualizado. Nessa sociedade as mulheres são proibidas de ler, ter qualquer tipo de propriedade ou trabalhar.

A cientologia


Cientologia é um grupo de práticas criadas por  L. Ron Hubbard nos anos 50. Não é bem definido se é uma seita ou uma religião e tem vários seguidores famosos, entre eles John Travolta e Tom Cruise. O grupo recebe várias críticas de abuso sexual, físico e psicológico. Além disso, existe a política de desligamento em que os membros são encorajados a cortar todo o contato com amigos ou familiares que são "antagônicos" à Cientologia

A treta



Nas últimas semanas Leah Remini, ex membro da seita que protagoniza um excelente documentário chamado Scientology – The Aftermath, tem feito duras críticas a Moss: como pode alguém ser produtora de uma série que é claramente critica a cultos religiosos e ao mesmo tempo ser parte de um culto religioso tão abusivo como a Cientologia?
Detalhe Scientology - The Aftermath ganhou um prêmio no TCA e quando a Leah Remini subiu para fazer o discurso de agradecimento, a Elisabeth saiu do local.

As opiniões

Foram selecionadas várias opiniões de leitores para o debate. Veja abaixo:

“Na minha opinião pessoal, eu acho hipocrisia dela. Se o cenário da série realmente acontecesse, a cientologia era uma religião que eu imagino que seria a primeira a agir como a série retrata. ” Manu Dadald
“Penso se não foi pensado colocar alguém da cientologia na série, para dar uma visão diferente. Ela nasceu lá dentro, talvez isso reflita no que é dito no livro e série: para a segunda geração, nascida nessa realidade, será mais fácil. ” Meg Ganciné
“Só acho que ela, de dentro e ainda com fé, não tem essa visão da cientologia como religião castradora e perigosa. Então, não acho hipocrisia se a pessoa está tão envolvida que não consegue fazer esse paralelo. “ Viviane Nascimento
“Enfim, resumidamente, a função de um ator é fingir né. Eternamente fingir que é outra pessoa de uma maneira tão boa que você acredita nele. Atores interpretam personagens que são "serial killers", mas você não acredita que eles o são porque você imagina que eles não apareçam matando geral e sendo frios por aí.
A mesma lógica se aplica à Elisabeth Moss? Até poderia, se a vivência dela na religião não fosse muito similar ao grupo totalitário que oprime todo mundo na série. Mas como já disseram acima, pode ser que para ela seja mais um trabalho, que nada tem a ver com a vida dela e que ela pode viver bem com isso.  Talvez a prova de que é "mais um trabalho" é a resposta que ela deu ao fã no Instagram de que a Cientologia era "tolerante". Mil vezes não dizer nada. “ Marina Teixeira
“Não acho hipócrita não. É o trampo dela, ué. Ainda mais sendo atriz...” Grazi Meire

Conclusão

Esse assunto é interessantíssimo e pode ser muito debatido. É um debate antigo se devemos separar o autor da obra. Geralmente é bastante discutido quando falamos de Woody Allen ou Roman Polanski., que apesar de terem obras belíssimas, tem um histórico de abuso. Muitas vezes somos capazes de separar os dois, mas ainda sim acho que existe, para mim, um pouco de decepção com a obra. 
Ainda sim aconselho ler mais sobre o assunto. Você sabia por exemplo que a Laura Prepon faz parte da seita/religião? Para saber mais sobre a cientologia clique aqui. Se quiser saber sobre porque as pessoas entram em cultos, clique aqui. E você? Qual a sua opinião sobre o assunto? Comente.




Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top