Comentários
Jéssica Ohara Jéssica Ohara Author
Title: [LIVROS] RESENHA - A MENINA QUE TINHA DONS
Author: Jéssica Ohara
Rating 5 of 5 Des:
Num futuro distópico, em que a maioria da humanidade foi exterminada, um grupo de crianças vive confinado numa base militar. Todas as...


Num futuro distópico, em que a maioria da humanidade foi exterminada, um grupo de crianças vive confinado numa base militar. Todas as manhãs elas aguardam em suas celas o sargento Parks vir com uma arma apontada e mais dois de seus homens para afivelá-las — tornozelos, pulsos e pescoço — à cadeira de rodas que as levará para a aula. Certa vez, Melanie, a mais inteligente delas, brincou dizendo que não iria mordê-los. Ninguém riu. Sabiam que o cheiro de carne humana era o estopim para que ela perdesse o controle e entrasse num estado de muita, muita “fome”! 

Como uma grande fã de distopias e futuros apocalípticos não me contento com apenas o desenrolar da tragédia, mas com a representação das reações humanas. Quem nunca se perguntou o que faria  em meio ao caos? Será que seriamos os mesmos? A Menina que Tinha Dons me intrigou muito exatamente por ficar claro na sinopse, que seu foco estaria nas pessoas, não em um sentido melodramático, mas em uma tentativa de entender o que é ser Humano.

Melanie é uma menina que não sabe exatamente o que está acontecendo, mas que se adaptou a rotina. Boa parte da vida ela passou amarrada a uma cadeira assim como todos os seus colegas de classe, provocando o ódio e um medo que sua mente não era capaz de entender. Há algo muito errado com o mundo, mas ninguém parece fazer questão de explicar para ela o que seria isso. Dentro do ambiente opressor que ela cresce, a única pessoa que parece se importar um pouco com ela é a Srta. Justinneu, uma das professoras.

Fui pega de supresa pelo tom triste que prevalece durante toda a história, além da óbvia destruição do mundo, há uma melancolia por parte daqueles que nunca haviam conhecido como tudo era antes. Há também algo na escrita que no começo não fui capaz de identificar, mas que gera uma grande dose de culpa no leitor. Só no meio do livro, que apesar dos capitulos serem contados a partir de vários pontos de vista, eu não era a Melanie, eu era os outros, aqueles que tinham feito coisas inomináveis por uma suposta salvação da raça humana.

O autor cria imagens muito sensiveis que atingem partes delicadas das nossas mentes, fazendo-nos questionar sobre o nosso egoísmo, ética, empatia, dever e, principalmente, amor aos nossos semelhantes. O que fazemos em nome de bens maiores? O Quanto e quem estamos dispostos a sacrificar? Um vírus cria monstros ou só os despertam?

AUTOR(A): M.R. Carey
PÁGINAS: 384
EDITORA: Rocco
LANÇAMENTO: 2014
ONDE COMPRAR: Aqui

Fizeram um filme baseado no livro, aqui você pode ver o trailer :)



Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top