Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS: NEW ORLEANS - S04E03: THE ASSET
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “Never say never” – Tammy Gregorio Acho que depois desse episódio eu posso fingir que #1 Fan simplesmente não existiu e foi um p...
 “Never say never” – Tammy Gregorio

Acho que depois desse episódio eu posso fingir que #1 Fan simplesmente não existiu e foi um pesadelo que tive semana passada. Sério, The Asset foi muito bom. Na verdade, todos os episódios com a Eva são bons. Mas eu prefiro falar sobre isso depois.

Vou ser bem sincera quando fiquei levemente decepcionada por ver Isler. Como já havia dito em Poetic Justice (S03E24), eu preferiria que a participação dele ficasse restrita à 3ª temporada e nada mais. Porém tenho que ser honesta em dizer que também gostei de ver ele bancando o Pride e querendo ser bem off the books nesse episódio, principalmente porque grande parte dele envolvia Gregorio. 


O caso foi bem interessante. Toda essa história de agente duplo é meio batida, mas toda vez que vejo um episódio com essa temática, já fico empolgada. Adicionando isso ao fato de que Alexander poderia facilmente ganhar o American Ninja Warrior, além de ser uma gracinha, e temos a fórmula perfeita para trazer um episódio muito bom, extremamente melhor do que o da semana passada. (Sim, ainda não aceito aquele episódio.)

Agora o que gostei mesmo foi as interações entre a equipe. Seja todo mundo curioso para saber sobre a ligação de King para o Vice-Diretor ou então Chris, Percy e Sebastian rindo do quanto a Barns parece com a Tammy, todas as cenas em que eles estavam juntos foram ótimas. Claro que queria ter visto a Sonja jogando mais verdades na cara do Lasalle, porque essa história de sentimento reprimido já está irritando. E claro, mais algumas cenas do meu badass baby sendo muito badass, porque estou sentindo muita falta dele.


É claro que o destaque do episódio foi, sem sombra de dúvidas, Gregorio. Sério, a personagem melhorou tanto desde que entrou que eu fico pensando se é a mesma pessoa. Os roteiristas estão de parabéns, porque o desenvolvimento dela em pouco mais de um ano foi muito maior do que o de muitos personagens em quase 4, ou do que o da Brody em 2. Mas voltando ao ponto principal: Eva.

Quando foi falado que Alexander era russo, já comecei logo a imaginar quando Azarova iria aparecer. E, com isso, mexer com os sentimentos de Tammy de novo. Quem não se lembra do quão apaixonado Luca estava, em SisterCity (NCIS – S13E12/NCIS NOLA – S02E12), e de como Gregorio também acabou ficando, em Pandora’s Box (NCIS – S14E15/NCIS NOLA – S03E14)? Na época até brinquei que os dois deviam criar um grupo de apoio pós-Eva. Mas acho que, depois desse episódio, ficou bem claro que ela não vai precisar disso.

Eu gosto muito de como retratam a relação das duas. As desconfianças, a confiança e tudo o que foi construído em pouquíssimo tempo em que tiveram contato. Eu realmente fiquei surpresa por Eva não ter sido morta pela Barns (claro que pode ter sido porque vi o episódio muito cedo) e extremamente feliz por ter visto que tanto Pride quando Loretta faziam parte do plano para transferir ela e o irmão para um lugar mais seguro. Montana, quem sabe? Mas esse “never say never” da Gregorio me fez acreditar que a russa pode voltar a qualquer momento. O que geralmente significa a garantia de um ótimo episódio.

P.S.: Adorei o lockscreen da Tammy. Amo a amizade dela e da Percy e vou bater na mesma tecla sempre;
P.S.2: Sebastian estava uma gracinha nesse episódio <3.

“My problem is when you take someone's side, you stick with them no matter what. You don't just drop them when things get complicated” – Sonja Percy
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top