Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: KEVIN SPACEY: DAS DENÚNCIAS À DEMISSÃO
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Na última semana a carreira de Kevin Spacey foi destruída, sem grandes chances de recuperação. O grande ponto é: ele é o culpado por is...

Na última semana a carreira de Kevin Spacey foi destruída, sem grandes chances de recuperação. O grande ponto é: ele é o culpado por isso.

Tudo começou quando Anthony Rapp contou ao Buzzfeed que quando tinha 14 anos foi à uma festa na casa de Spacey e o ator, então com 26, o levou para o quarto e fez avanços sexuais sobre ele. Só essa notícia já seria bastante grave, mas o ator acusado resolveu piorar tudo.

No dia 30 de outubro Kevin Spacey lançou uma nota no Twitter dizendo o seguinte:

“Honestamente não me lembro desse encontro, que teria acontecido 30 anos atrás. Mas, se eu me comportei como descrito, eu devo a ele sinceras desculpas do que foi um comportamento de bêbado completamente inapropriado [...]. Como os mais próximos de mim sabem, na minha vida tive relacionamentos com homens e mulheres. Eu amei e tive encontros românticos com homens e mulheres ao longo da minha vida e decidi agora viver como um homem gay”.
Aqui a espiral rumo ao apocalipse foi gigantesco. Além de alegar que a bebida causou o incidente, o ator usou o momento para se declarar gay. Ele foi sumariamente criticado por tentar desviar o assunto com o anúncio, ao mesmo tempo que pareceu associar uma coisa à outra.

As punições certamente viriam e começaram pelo cancelamento da homenagem que o Emmy iria fazer ao ator. Logo em seguida a produção de House of Cards, principal série da Netflix e estrelada por Spacey, avisou que a 6ª temporada seria a última do show.

Mas então chegaram notícias ainda piores: 8 pessoas da equipe da série acusaram o ator de assédio com membros da equipe, em geral homens mais jovens. Abusando de sua posição de poder ele fazia comentários agressivo e chegava a tocar neles sem o consentimento.

Finalmente na noite de ontem a Netflix anunciou a demissão do ator da série e o cancelamento do filme que o serviço de streaming produzia em parceria com ele. House of Cards está tendo seu roteiro reescrito e provavelmente contará com a morte do personagem de Spacey, Frank Underwood, para deixar sua esposa Claire, interpretada por Robin Wright, como única protagonista. Leia a seguir o comunicado da Netflix:


"Netflix não se envolverá mais em nenhuma produção de House of Cards que inclua Kevin Spacey. Vamos continuar trabalhando com a MRC durante o hiato para avaliar nossos próximos passos com relação à série. Também decidimos que não seguiremos com o lançamento de Gore, que estava em pós-produção e era estrelado e produzido por Kevin Spacey", afirmou o streaming em nota.
Foi surpreendente acompanhar a derrocada de um ator de tanto renome na última semana. Desde as primeiras notícias até sua demissão, o que fica é uma prova de que ninguém está acima da lei. É importante ver esse caso como um símbolo de luta conta o assédio sexual que ainda existe em Hollywood e que seus maiores atores não estão ilesos.

De Kevin Spacey, fica a lembrança dos bons papéis e grandes atuações, numa tentativa clara de separar o personagem da pessoa. Mas o ator perde toda uma legião de fãs e admiradores. E ele mereceu e merece toda e qualquer punição.

Fonte: Variety, CNN, Buzzfeed.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top