Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S15E07: BURDEN OF PROOF
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “Game’s not over.” – Leroy Jethro Gibbs COMO ASSIM? É sério, eu ainda não estou acreditando no que acabei de ver. Eu tento encontrar...
 “Game’s not over.” – Leroy Jethro Gibbs

COMO ASSIM? É sério, eu ainda não estou acreditando no que acabei de ver. Eu tento encontrar as palavras certas para descrever esse episódio, mas não consigo achar nenhuma porque acho que elas não vão fazer justiça ao misto de emoções que estou sentindo. Quando eu ficava pensando “não, eles não vão fazer isso”, eles foram lá e fizeram exatamente isso.

Eu não sei vocês, mas esse episódio praticamente todo me pegou de surpresa. Eu sabia que ia ter o Fornell e o Ducky, mas sobre o que aconteceria, eu não tinha a menor ideia. O caso foi indo para caminhos inesperados em praticamente todos os sentidos. Desde a amizade que Sloane fez com a advogada de Hicks até a identificação do “verdadeiro” culpado. Entre aspas porque com aquele final ficou bem claro quem era o real culpado da história inteira. Plot twist filho da mãe esse, convenhamos.


Só sei que estou morrendo de pena do Fornell. Ele colocou o cara que, na cabeça de todo mundo, era inocente na cadeia e, mesmo estando certo, tem grandes chances de perder tudo o que tem. E o pior de tudo foi ver Gibbs o mandando ir embora da casa dele. Gente, meu coração está partido e não é em poucos pedaços não. Mas eu sei que ele vai ter sua justiça, porque Jethro não vai parar até prender Hicks de novo ou colocá-lo bem seguro a sete palmos. Porque, pelo andar da carruagem, esse caso deve se estender por mais alguns episódios, então vai dar para ver um Gibbs bem revoltado com a situação.

Agora que eu acho que ele deve ter sentindo uma culpa bem grande, deve ter sim. Afinal de contas, Fornell estava certo o tempo todo. E ele ainda deve ter ficado com um pouco de raiva da Jack por não ter visto que ele estava mentindo enquanto eles estavam conversando no recesso da corte. A verdade é: eu quero muito ver o desenrolar disso. Esse caso está prometendo e eu só espero que ninguém da equipe, ou o Fornell, saia morto dessa. Porque é só o que me falta.


E quem voltou e eu estava morrendo de saudades? Ducky meu amorzão! Gente, vocês não imaginam a felicidade que fiquei em ver aquele sorriso fofinho e ouvir aquele sotaque escocês maravilhoso do David McCallum. Como já disse outras vezes, eu amo o Doc Palmer e ele está fazendo um trabalho incrível, mas Ducky é Ducky e ter ele ali de volta foi uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido no episódio. A única cena que ele e Jimmy tiveram juntos foi o suficiente para me deixar extremamente feliz. E ele conhecendo a Jack também, brincando de “adivinhe o perfil” e sendo extremamente fofo. Welcome back, Ducklin <3.

Claro que eu não podia deixar de falar do Nick e toda a história de que os músculos dele mostravam que aquele ia ser um ótimo dia. Realmente, tenho que parabenizar o Valderrama porque os bíceps estão bem legais mesmo. Muito bem trabalhados.  Eu achando que não tinha como ele falar mais besteira e ele me solta uma dessas. E, claro, a zoeira básica com a Bishop, que sempre rende ótimas risadas. Sério, ela ainda não aprendeu que mais da metade das coisas que o Torres fala são mentira? Agora uma coisa que eu não sabia que precisava, mas mesmo assim adorei ver e quero mais: Nick brigando e levando uns socos. Espero que isso se repita. Para a ciência, claro.

P.S.: Quero mais cenas do Nick, Bishop, McGee, Abby e Jimmy. Sério, eu amo quando eles se juntam e trabalham todos no laboratório;
P.S.2: Abby estava maravilhosa no episódio, mas isso nem é novidade.

“You never acted as judge and jury?” – Tobias C. Fornell
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top