Comentários
Lilian Zin Lilian Zin Author
Title: [REVIEW] NCIS - S15E09: READY OR NOT
Author: Lilian Zin
Rating 5 of 5 Des:
 “That's a pretty picture.” – Leroy Jethro Gibbs MEU BEBÊ TEVE SEUS MCTWINS! Eu não consigo acreditar no quão fofo foi tudo isso...
 “That's a pretty picture.” – Leroy Jethro Gibbs

MEU BEBÊ TEVE SEUS MCTWINS! Eu não consigo acreditar no quão fofo foi tudo isso. Sério, se o episódio fosse todo só os dois prestes a ter os gêmeos eu teria ficado tão feliz que não aguentaria. Mesmo com o caso como plano de fundo, McGee sendo feito refém e tudo mais, eu só queria saber logo dessas crianças porque meu bebê merece toda a felicidade possível.

E Delilah é magnífica, convenhamos. Só por concordar em ter um filho com um nome baseado em Star Wars ela já é um amor, agora por dar a ideia de nomear o filho em homenagem ao pai de Tim faz ela ganhar o título de melhor pessoa. Ela e Abby, claro, que mesmo sem intenção acabou “salvando” os McGee. Sério gente, eu poderia ficar uns dez anos falando sobre os dois, mas vai ser basicamente tudo o que eu já disse em reviews anteriores. 


Quanto ao caso: achei bom. Fiquei com raiva de o Morgan ter morrido, mas, infelizmente, faz parte. Agora não pude evitar o pensamento de que esse caso foi feito para quando a Abby sair, já que nenhuma parte forense foi investigada. Confesso que até gostei, mas não quero perder a Abby. Ninguém pode substituí-la de forma alguma. E acho que esse episódio mostrou isso. Se não fosse ela, Delilah teria ficado bem mais nervosa com toda a situação de Tim.

O restante da equipe esteve ali. Claro, Gibbs e Bishop entrando no hospital e ficando lá para tentar fazer com que Andre liberasse McGee foi maravilhoso e confesso que gostei muito do murro que Gibbs deu na cara da pet de Yorka. Agora o que eu gostei mesmo foi de Nick e Reeves trabalhando juntos. É isso que eu sempre quis: um enchendo a paciência do outro, brigando por coisinha boba, bem à lá Gibbs e Fornell mesmo. Os dois se sentindo por terem desarmado a bomba me mostrou o quanto eu realmente queria eles e não imaginava.


Agora dona Jack Sloane foi maravilhosa. Desde o início eu sabia que ela iria dar um jeito de pegar Yorka na porrada, mas o que ela fez foi muito melhor. Jurava que durante algum momento ela iria falar que não estava acostumada com aquilo, porque ela era pediatra (ER feels), porém não imaginava que ela iria ficar torturando Andre ali, em plena vista, sem nem ele perceber o que ela estava fazendo. Ainda mais quando ela ficou mexendo para tentar pegar a bala.

Gostei muito também de Gibbs ter deixado ela bater nele um pouco para só depois pará-la. Ele, melhor do que ninguém, sabe como é importante descontar a raiva em alguém que tenha feito mal para pessoas próximas, então essa parte foi bem certeira. Tem muita gente que insiste em não gostar dela, não aceitar a personagem de jeito nenhum, mas eu estou adorando, para ser sincera. Claro, continuo gostando mais da Alex, mas ela é ótima também. Nenhuma das duas são a Kate, mas a série está boa e vem provando que consegue seguir muito bem sem a israelense dramática.

P.S.: Thanksgiving na casa do Ducky ia ter sido a coisa mais linda do mundo <3;
P.S.2: Achei que um dos nomes para o boy McGee seria Tony. Se bem que, pensando melhor, ele ia ficar se achando demais caso isso acontece. Mas bem que podia ser algo do tipo John Anthony McGee e Morgan Abigail McGee.  Aí ia acabar comigo de vez!

“I swear to God, if Yorka did this, I would give anything to kick his ass.” – Jacqueline Sloane
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top