Comentários
Leandro Cardoso da Cruz Leandro Cardoso da Cruz Author
Title: TRANSFORMERS É UMA AULA SOBRE A IMPORTÂNCIA DE UM ROTEIRO
Author: Leandro Cardoso da Cruz
Rating 5 of 5 Des:
Eu uso uma frase como lema de vida faz um tempo: "o mundo precisa de um Transformers ou Velozes e Furiosos de vez em quando para m...

Eu uso uma frase como lema de vida faz um tempo: "o mundo precisa de um Transformers ou Velozes e Furiosos de vez em quando para manter o equilíbrio do cosmos. Pois bem, talvez nem isso seja o bastante.

Não imagino que exista uma pessoa que assiste Transformers esperando um filme cabeça, que vai nos fazer pensar e refletir sobre vida. Transformers é sobre explosões, robôs gigantes e lutas onde você mal entende o que está acontecendo. É aquele filme pipoca divertido, que você vê pra passar o tempo e relaxar. O problema é quando ele não consegue ser nem isso.

O último filme da série, Transformers: O Último Cavaleiro, veio como uma tentativa de explicar a origem dos robôs e arrumar a cronologia da história. Pois bem, ao fim do filme ele mal conseguiu o primeiro objetivo e só piorou o segundo. Essa saga consegue ter uma linha do tempo mais confusa do que os X-Men da Fox...

Sejamos honestos, o filme é bem filmado e bonito. As tomadas são de tirar o folego e até as lutas ficam um pouco mais claras conforme Michael Bay se torna o maior especialista em IMAX vivo. O problema é que a história não consegue ajudar. 

Não estou esperando algo perfeito e amarrado, sem nenhum furo. Transformers nunca conseguiu isso. Mas o mínimo de uma trama que você seja capaz de entender, já estava bom. O filme é um bagunça completa, com cortes abruptos, plots desconexos e personagens que vem e vão como se tudo fizesse sentido.

Se o filme se assumisse como uma galhofa, ficava aceitável, mas ele tenta transmitir uma ideia que não existe. Toda a história dos Cavaleiros que fugiram da Deusa dos Autobots pra chegar até a Terra podia ser incrível. Mas fica perdida em meio à Távola Redonda, Romance, Optimus do mal e etc.

Não é nem necessário dizer que se desperdiçam atores com uma velocidade incrível. Mark Wahlberg nem tenta mais atuar, Larua Haddock perde toda sua força de mulher independente do início do filme pra se tornar o que sua mãe e amigas queriam: uma mulher apaixonada. E o que dizer de Anthony Hopkins? Que tristeza ver o grande Hannibal Lecter perdido nessa bagunça.



Transformers conseguiu não ser nem divertido como devia. E se não é capaz nem disso, não sei realmente para que esse filme existe.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top