Comentários
Mylla Santos Mylla Santos Author
Title: AS FÚRIAS INVISÍVEIS DO CORAÇÃO: SE PREPARE PARA CONHECER UM POUCO SOBRE A IRLANDA DE 1940 E ACOMPANHAR A HISTÓRIA DE CYRIL.
Author: Mylla Santos
Rating 5 of 5 Des:
Cyril Avery não é um Avery de verdade ou, pelo menos, é o que seus pais adotivos lhe dizem. E ele nunca será. Mas se não é um Avery,...


Cyril Avery não é um Avery de verdade ou, pelo menos, é o que seus pais adotivos lhe dizem. E ele nunca será. Mas se não é um Avery, então quem é ele? Nascido nos anos 1940, filho de uma jovem solteira expulsa de sua comunidade e criado por uma família rica irlandesa, Cyril passará a vida inteira à mercê da sorte e da coincidência, tentando descobrir de onde veio — e, ao longo de muitos anos, lutará para encontrar uma identidade, uma casa, um país e muito mais. Além das incertezas de sua origem, ele tem de enfrentar outro dilema: é gay numa sociedade que não admite sua orientação sexual. Autor do best-seller O Menino do Pijama Listrado, John Boyne nos apresenta à sua maior empreitada literária até então, construindo uma saga arrebatadora sobre aceitar-se e ser aceito num mundo que pode ser cruelmente hostil. Uma leitura necessária para os dias de hoje, que reitera o poder do amor, da esperança e da tolerância.

Jonh Boyne nasceu na Irlanda, em 1971 e mora em Dublin. Ficou conhecido pelo livro O Menino do Pijama Listrado, vendeu mais de 5 milhões de exemplares e foi adaptado para o cinema em 2008. Publicou muitos outros e alguns já foram traduzidos para o português. Além de romances, John também escreve livros infantis.

Sou muito fã desse autor e quero ler tudo que ele publica, desde livros até sua lista de compras. O conheci através do livro O Menino do Pijama Listrado e amei a forma como ele narrou a história. Em seguida, li O Garoto no Convés e de novo me apaixonei pela história e não tive como não colocar esse autor nos meus favoritos.

As Fúrias Invisíveis do Coração me surpreendeu muito e estou até agora refletindo sobre a história, achei um livro maravilhoso, mesmo com todo o drama fiquei encantada com a história, Cyril Avery me conquistou, apesar de discordar de algumas atitudes que ele tomou, conseguimos entender o porquê daquelas atitudes.

Um ponto muito positivo no livro é que conseguimos acompanhar o personagem desde o seu nascimento até sua vida adulta, isso nos deixa mais próximos do personagem. Cada capítulo aborda uma fase de sua vida: nascimento, infância, adolescência... Entre um capítulo e outro ocorrem avanços no tempo. John também acertou na finalização desses capítulos, nos deixando curiosos para o próximo. Outro ponto que me agradou muito foi o fato de como os personagens se encontram ao longo da história, mesmo sem saber da conexão que possuem. 

O livro inicia em 1940 e podemos achar que por isso vai abordar fatos que hoje são considerados obsoletos, mas estamos errados (infelizmente). Algumas cenas descritas ainda continuam acontecendo em nossa sociedade considerada moderna e avançada. Mães solteiras ainda não são bem vistas, casais gays demonstrando afeto em público ainda precisam conviver com pessoas que os recriminam.
"Ia ser um cara normal nem que isso me matasse."
Toda a história de Cyril envolve acontecimentos complicados, até o seu nascimento não foi um momento fácil. No primeiro capítulo nos deparamos com uma história marcante e em alguns momentos chocantes, é uma prévia de como os outros capítulos serão. Sua infância com os Avery foi no mínimo diferente. Seu pai (adotivo) Charles, sempre fez questão de deixar bem claro que Cyril não era um Avery de verdade. Sua mãe (adotiva) Maude é uma escritora que pensa que o sucesso é algo vulgar e por isso tem aversão a ele. Os dois são incapazes de dar amor a ele e além disso não agem como pais.
"Não era fama que Maude procurava", disse eu, interrompendo-o. "Na verdade, acho que a ideia de sucesso literário a teria horrorizado."
Cyril é gay, mas demora a entender isso e ainda mais para assumir, por conta disso conviveu por muito tempo com esse segredo. Naquela época ser gay era um crime, então quem era precisava esconder. Consegui sentir as dores e perdas de Cyril, e comemorei suas vitórias, não só as dele, mas as dos outros personagens também. John conseguiu criar personagens cativantes e uma história envolvente e emocionante, conseguindo conquistar seus leitores.
"Por que nos odeiam tanto, afinal?", perguntei depois de um longo silêncio. "E se eles não são homossexuais, por que se importam tanto quando outra pessoa ?"
"Eu me lembro de um amigo dizendo que nós detestamos aquilo que tememos em nós mesmos", disse ela com  um dar de ombros. "Talvez tenha alguma coisa a ver." 


TÍTULO: As Fúrias Invisíveis do Coração
TÍTULO ORIGINAL: The Heart's Invisible Furies
AUTOR: John Boyne
EDITORA: Companhia das Letras
PÁGINAS: 536
ANO: 2017
ONDE COMPRAR: Amazon

Livro cedido pela editora para resenha.
Reações:

Sobre o Autor

Postar um comentário Blogger

 
Top